• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2015.tde-27052015-090139
Documento
Autor
Nome completo
Diego Ferreira Ramos Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Del Lama, Eliane Aparecida (Presidente)
Costa, Antonio Gilberto
Navarro, Fabiano Cabañas
Título em português
Análise das rochas da Catedral Metropolitana de São Paulo por métodos não destrutivos e o seu potencial para geologia eclesiástica
Palavras-chave em português
Catedral Metropolitana
Geologia eclesiástica
Geoturismo
Métodos não destrutivos
Resumo em português
Os edifícios eclesiásticos são, principalmente em um país como o Brasil, locais que também salvaguardam a cultura, transmitindo às gerações futuras o pensamento de uma época, um modus operandi, uma tradição. Grande parte deles é composta por rochas e/ou ornamentados com pedras que, pela durabilidade e beleza, são escolhidas para embelezar a igreja e dar a ela um símbolo a mais de força, grandiosidade, imponência e relevância. Quando consideradas um Patrimônio Histórico e Cultural, as igrejas devem ser preservadas e mantidas de forma correta, nunca permitindo intervenções drásticas ou invasivas. O presente trabalho, portanto, faz análises das rochas da Catedral Metropolitana de São Paulo, uma das mais importantes e significativas igrejas do país, utilizando-se de métodos não destrutivos e não invasivos, como ondas ultrassônicas, espectrofotometria e radiação ultravioleta, de forma a serem acompanhadas as alterações das pedras da Catedral. Foram utilizados, para isso, aparelhos de ultrassom capazes de verificar a velocidade da onda no interior do bloco rochoso e, por comparação com rochas sãs, inferir o estado daquelas empregadas na Sé de São Paulo. Para testes de espectrofotometria foram feitas mais de cinco centenas de medidas de cor com espectrofotômetro em cada tipo litológico e suas variações, de forma a possibilitar o acompanhamento das mudanças cromáticas com o passar dos anos ou em futuras intervenções. Com uma lanterna emissora de radiação ultravioleta foram verificadas impregnações de material não visíveis em luz ambiente. Os testes e análises confirmam que a Catedral, cujo início da construção se deu em 1913, inaugurada em 1954 e que completou, em 2014, sessenta anos, apesar de um exterior que necessita de manutenção e pequenos reparos está, em geral, bem conservada, devendo apenas manter uma política de conservação. Adicionalmente, este trabalho também possibilitou um amplo levantamento das rochas da Catedral, nome e procedência, que dá a ela um elevado potencial de geologia eclesiástica e seu uso no geoturismo.
Título em inglês
Analysis of the rocks of the São Paulo Metropolitan Cathedral by non-destructive methods and its potential for ecclesiastical geology
Palavras-chave em inglês
Ecclesiastical geology
Geoturism
Metropolitan Cathedral
Non-destructivd methods
Resumo em inglês
Ecclesiastical buildings transmit to future generations the thought of a time, a modus operandi, a tradition, especially in a country like Brazil, where local culture is safeguarded. Many of them are made of rocks and/or decorative stones, which due to their durability and beauty, are chosen to beautify the churches and give them one more symbol of strength, grandeur, magnificence and relevance. When seen as Historical and Cultural Heritage, the churches should be preserved and maintained correctly, never allowing drastic or invasive interventions. This study, therefore, analyzes the rocks of the Catedral Metropolitana de São Paulo, one of the most important and significant churches in the country, by means of non-destructive and non-invasive methods, such as ultrasonic waves, spectrophotometry and ultraviolet radiation in order to monitor changes in the stones of the Cathedral. For this purpose, ultrasound equipment was used to verify the wave velocity of the Cathedral's rocks and compare it to that of healthy rocks. Over five hundred color measurements were made with a spectrophotometer on various rock types in order to enable the monitoring of chromatic changes over the years or in future interventions. With an ultraviolet radiation flashlight stains were made visible. The construction of the Cathedral started in 1913. It was inaugurated in 1954 and it was completed in 2014. In spite of its sixty years of age and an exterior that requires maintenance and minor repairs, the tests and analyses confirm that the Cathedral is generally well preserved, requiring only a conservation policy. These results also allowed for a comprehensive study of the Cathedral's rocks, which shows its high potential for ecclesiastical geology and use in geotourism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.