• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2012.tde-28022013-102622
Documento
Autor
Nome completo
Gabriella Talamo Fontaneta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Boggiani, Paulo Cesar (Presidente)
Fairchild, Thomas Rich
Souza, Rogério Schiffer de
Título em português
Dolomitização e fosfogênese na formação bocaina, grupo Corumbá (ediacarano)
Palavras-chave em português
Dolomitização
Dolomitos
Ediacarano
Estromatólito
Formação Bocaina
Fosfogênese
Fosforitos
Resumo em português
Dolomitos são rochas carbonáticas abundantes no registro sedimentar Pré-Cambriano, porém raras no registro Fanerozóico e sua gênese até hoje permanece como um enigma da geologia, conhecido como o "Problema Dolomito". As rochas sedimentares fosfáticas são amplamente estudadas por fornecerem dados importantes sobre a evolução sedimentar e condições físico-químicas e biológicas da água do mar durante a sedimentação e a diagênese, além de constituírem os maiores depósitos econômicos de fósforo do mundo. Os dolomitos e fosforitos da Formação Bocaina foram estudados com base na individualização de fácies sedimentares e petrografia, complementado com investigações geoquímicas (elementar e de isótopos de C e O), a fim de discutir os processos envolvidos na gênese destas rochas. As fácies sedimentares da Formação Bocaina, caracterizadas principalmente por grainstonesoolíticos, pisolíticos, e estromatólitos, indicam ambiente de águas rasas, límpidas e agitadas, interpretado como uma laguna, propícia à proliferação microbiana, com conexão restrita ao mar aberto. Estruturas tepeese pseudomorfos de cristais de gipsita sugerem condições evaporíticas para a bacia, com eventos de exposição subaérea dos sedimentos. Os dolomitos da Formação Bocaina são interpretados como secundários, originados da substituição de sedimentos calcíticos na eodiagênese, provavelmentedevido a elevada taxa de evaporação e refluxo das águas oceânicas. Modelos organogênicos para estes dolomitos não são descartados, devido à assinatura isotópica de C ser ligeiramente positiva ('delta' POT.13C IND.VPDB' entre 0,95 e 3,15%o). A fosfogênese é interpretada como um processo eodiagenético, ocorrido em ambiente geoquímico anóxico, corroborado pelas anomalias positivas de Ce. O excesso de matéria orgânica permitiu a formação da apatita, provavelmente bioinduzida, durante eventos de subida do nível do mar, e desta forma, os fosforitos representam um marco estratigráfico para a bacia, como uma superfície condensada. Subseqüentemente, há rebaixamento do nível do mar, registrado nas fácies de fosfarenito e de conglomerado polimítico da base da Formação Tamengo, unidade que se justapõe à Formação Bocaina, marcando o fim do ambiente lagunar restrito e a instalação de uma plataforma francamente marinha.
Título em inglês
Dolomitization and phosphogenesis in the Bocaina Formation, Corumbá Group (Ediacaran)
Palavras-chave em inglês
Bocaina Formation
Dolomites
Dolomitization
Ediacarn
Phosphogenesis
Phosphorites
Stromatolites
Resumo em inglês
Dolomites are carbonatic rocks abundant in the Precambrian but rarely found in the Phanerozoic sedimentary record. Their genesis has remained as a long-standing enigma in geology, often called the "Dolomite Problem". The phosphatic rocks, which represent the largest economic deposits of phosphorus in the world, have been studied to provide some important data about the sedimentary evolution and physical-chemical and biological condition of seawater during the sedimentation and diagenesis. The dolomites and phosphorites of the Bocaina Formation were studied based on sedimentary facies, petrography, geochemistry and carbon and oxygen isotopes investigations, to understand the process involved in the genesis of both rocks. The sedimentary facies of the Bocaina Formation are characterized by stromatolites, oolitic and pisolitic grainstones, which indicate shallow, clear and agitated water, favorable to microbial growth. The paleoenvironment was interpreted as a lagoon with restrict connection to the sea. Tepees structures and pseudomorphs of gypsum crystals suggest evaporitic condition to this basin, and also show evidences of aridity. The Bocaina Formation's dolomites have been interpreted as secondary, from replacement of limestones during eodiagenesis by reflux of oceanic waters. Organogenic models are also consideraded as a process to form these dolomites, based on the positive carbon isotope signature ('delta' POT.13 IND.CVPDB' between 0.95 and 3.15%o). The phosphogenesis has been interpreted as eodiagenetic process occurred in anoxic geochemical environment, due to the excess oforganic matter, mediated by microbial process. The positive Ce anomalies support this interpretation. This process occurs during rising of sea level and the phosphorites represent a stratigraphic mark as a condensed surface. Subsequently, it is observed a sea level lowering, recorded in phospharenite facies and in basal polymict conglomerate of Tamengo Formation, unit which overlies the Bocaina Formation. This lowering event marks the end of the restrict lagoon environment and the installation of a marine platform.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Fontanetacor.pdf (9.87 Mbytes)
Data de Publicação
2013-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.