• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2012.tde-12062015-093701
Documento
Autor
Nome completo
John Mauricio Rico Bautista
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Hollanda, Maria Helena Bezerra Maia de (Presidente)
Basei, Miguel Angelo Stipp
Santos, Ticiano José Saraiva dos
Título em português
Estudo de proveniência sedimentar de sequências neoproterozóicas ao longo do lineamento Patos (Província Borborema, NE do Brasil)
Palavras-chave em português
Formação Lavras da Mangabeira
Geocronologia
Grupo Seridó
Proveniência
Província Borborema
Resumo em português
A Província Borborema corresponde a um domínio crustal localizado no nordeste do Brasil, cuja configuração tectônica é resultado da acresção de blocos crustais ao longo de zonas de cisalhamento. Dentre essas zonas destaca-se a de Patos, que corresponderia a uma das principais suturas originadas do Ciclo Brasiliano. Essa estrutura é caracterizada pela presença de milonitos diversos e ortognaisses migmatíticos com direção predominante E-W, mas também inclui a ocorrência de rochas supracrustais conhecidas regionalmente como a Formação Lavras da Mangabeira e uma sequência que ocorre na região de Cajazeiras-Coremas (PB) que é interpretada como análoga ao Grupo Seridó. A sul desta zona de cisalhamento localizam-se algumas bacias eo-paleozoicas dentre as quais as de Iara e Barro, depositadas sobre metapelitos neoproterozoicos do Grupo Cachoeirinha. A sequência de embasamento na área de estudo é denominada Complexo Granjeiro. Apresenta uma grande variedade composional, incluindo ortognaisses, biotita gnaisses parcialmente migmatizados e rochas máficas e meta-ultramáticas. As idades modelo 't IND.DM' em ortognaisses deste complexo variam entre 2,7 e 2,6 Ga enquanto que as idades de cristalização (U/Pb em zicão) definem um intervalo entre c. 3,1 - 2,35 Ga, incluindo neste conjunto os resultados de anfibolitos. Repousando em discordância sobre o embassamento encontra-se os meta- sedimentos da Formação Lavras da Mangabeira. Compreende metaconglomerados e quartzitos na base, passando ao topo para micaxistos e filitos. Os metaconglomerados e quartzitos apresentam assinaturas de proveniência com idades modelo 't IND.DM' entre 2,7 - 2,5 Ga, e padrões de proveniência U/Pb em zircão detritico definidos por populações de idades entre c. 3,4 e 2,0 Ga, com pico principal em c. 2,2 Ga. Por outro lado, os zircões das litologias metapelíticas exibem idades U/Pb dominantemente neoproterozoicas entre 1,1 - 0,55 Ga, com picos máximos de proveniência em c. 0,65 e c. 0,73 Ga. O Grupo Seridó na área de estudo é definido como em sua área-tipo na Faixa Seridó, incluindo os paragnaisses e mármores da Formação Jucurutu, quartzitos da Formação Equador e os metaturbiditos da Formação Seridó. Nos paragnaisses os zircões detríticos forneceram idades entre 1,1 - 0,6 Ga, incluindo contribuições menores de populações paleoproterozoicas e arqueana. Ao contrário, os quartzitos da Formação Equador apresentam idades modelo 't IND.DM' entre 2,7 e 2,5 Ga, com zircões detríticos mostraram idades paleoproterozoicas a arqueanas, similares àquelas obtidas na sequência basal da Formação Lavras da Mangabeira. Esse padrão de proveniência é fortemente sugestivo de que as rochas metasedimentares estudadas (Lavras da Mangabeira e a sequência Cajazeiras-Coremas) devam fazer parte de uma única bacia que, juntamente com o Grupo Seridó na sua área-tipo, tenha sido desmembrada pelo deslocamento transcorrente da Zona de Cisalhamento Patos. Os arenitos arcosianos das bacias eo-paleozoicas, por sua vez, apresentam populações de zircões neoproterozoicos, mas também com aportes de zircões paleoproterozoicos e arquenos. Esses resultados indicam que as bacias podem ter sido preenchidas por fontes diversas ou mesmo por sedimentos provenientes da erosão das sequências metassedimentares neoproterozoicas, mais antigas. A presença de zircões mais jovens que c. 0,62 Ga indica a participação de rochas ígneas brasilianas também como fonte para a sedimentação dessas bacias.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
The Borborema Province is a crustal domain located in northeastern Brazil, with a tectonic configuration that resulted from the accretion of crustal blocks along shear zones. The Patos Shear Zone, among the important ones, is one of the main sutures produced by the Brasilian Cycle. This structure is characterized by the presence of E-W-trending diverse milonites and migmatitic orthogneisses, including the regionally known Lavras da Mangabeira supercrustal formation and a sequence in the Cajazeiras-Coremas (PB) region considered as analogous to the Seridó Group. At the south of this shear zone are localized some Eo-Paleozoic basins such as the Lara and Barro, deposited on Neoproterozoic metapelites of the Cachoeirinha Group. The basement sequence of the area studied is called the Granjeiro Complex. lt has a varied composition of orthogneisses, partially migmatized biotite gneisses and mafic and ultramafic rocks. Model 'T IND.DM' ages in orthogneisses of this complex varies between 2,7 and 2,6 Ga while the crystallization ages (U/Pb in zircon) define an interval between c. 3,1 and 2,35 Ga, including the results from amphibolites. Metasediments of the Lavras da Mangabeira Formation are discordant on the basement. It comprises of metaconglomerates and quartzites at the base and micaschists and phyllites at the top. The metaconglomerates and quartzites have provenance signatures with model 'T IND.DM' ages between 2,7 - 2,5 Ga, and U/Pb in detritic zircon provenance model defined by populations with ages between c. 3,4 and 2,0 Ga, with main peak at c. 2,2 Ga. The zircons from the metapelitic lithologies show U/Pb ages dominantly Neoproterozoic between 1,1 - 0,55 Ga, with maximum peaks of provenance at c. 0,65 and c. 0,73 Ga. The Seridó Group in the studied area is defined as an area-type in the Seridó Belt, including paragneisses and marbles of the Jucurutu Formation, quartzites from the Equador Formation and the metaturbidites of the Seridó Formation. Detritic zircons in the paragneisses give ages between 1,1 - 0,6 Ga, including minor contributions from the Archean and Paleoproterozoic populations. On the contrary, the quartzites from the Equador Formation give model TDM ages between 2,7 e 2,5 Ga, with detritic zircons having Archean to Paleoproterozoic ages similar to those obtained in the basal sequence of the Lavras da Mangabeira Formation. This provenance model is strongly suggestive in the fact that the studied metasedimentary rocks (Lavras da Mangabeira and the Cajazeiras-Coremas sequence) are supposed to be part of a unique basin which together with the Seridó Group in its area-type, was isolated by the transcurrent deslocation of the Patos Shear Zone. On the other hand, the arkosic sandstones of the Eo-Paleozoic basins have Neoproterozoic zircon populations with Archean and Paleoproterozoic contributions. These results indicate that the basins could have been filled by sediments of diverse sources or from the erosion of the older Neoproterozoic metasediments. The presence of zircons younger than c. 0,62 Ga indicate a participation of igneous rocks of the Brasilian orogeny which also is the source of the sediments of these basins.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.