• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2019.tde-08032019-112324
Documento
Autor
Nome completo
Tais Celestino dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Yamamoto, Jorge Kazuo (Presidente)
Assis, Rafael Rodrigues de
Ortiz, Carlos Enrique Arroyo
Tomi, Giorgio Francesco Cesare de
Título em português
Modelagem geológica e avaliação dos recursos minerais de ouro do sistema União do Norte, Proví­ncia Aurí­fera de Alta Floresta (MT)
Palavras-chave em português
Modelagem de dados
Ouro
Recursos minerais
Resumo em português
A Província Aurífera de Alta Floresta (PAAF), localizada na região centro-sul do Cráton Amazônico, porção norte do estado do Mato Grosso e sudoeste do Pará, aloja uma grande quantidade de depósitos auríferos hospedados por rochas plutônicas e vulcânicas de composição granítica no seu setor leste ao longo do lineamento Peru-Trairão de direção NW-SE. Neste contexto, insere-se a região Distrito União do Norte, onde se encontram os depósitos Luiz e Morro do Carrapato. Estes depósitos se caracterizam pelo forte controle estrutural (filonares) com mineralizações de baixo teor de ouro (<5 t) confinados a veios de quartzo. A mineralização está associada a metais de base (Zn+Pb±Cu) e alojada em rochas granodioríticas. O principal objetivo desse projeto é obter uma descrição quantitativa e qualitativa da variabilidade espacial da geologia correlacionada aos teores de Au, Cu, Pb e Zn nos Depósitos Luiz e Morro do Carrapato. Para isso, elaborou-se o modelo geológico da região, seguido do estudo estatístico e geoestatístico, juntamente com a geração dos modelos de teores dos elementos de interesse. Por fim, correlacionou-se a litologia e os teores dentro de modelos de fusão. O modelo geológico foi elaborado a partir da interpretação do banco de dados disponibilizado e permitiu a visualização da distribuição dos litotipos descritos e de suas relações de contato, além de refletir o forte condicionamento estrutural dos litotipos, de acordo com a anisotropia global 180/85. Na análise estatística univariada, pode-se constatar para os teores de Au, Zn, Pb e Cu distribuições lognormais, com fortes assimetrias positivas, refletindo a acumulação anômala desses elementos. A análise estatística bivariada, condicionada aos litotipo relacionados à mineralização (veios de quartzo, zonas silicificadas e granodiorito sericítico), refletiu a associação da mineralização de ouro com os sulfetos pirita, esfarelita, galena e calcopirita, como esperado para os depósitos estudados. O cálculo de variogramas experimentais na direção de maior continuidade não foi possível devido à amostragem das sondagens dispostas em X. Desta forma, os recursos minerais foram avaliados e modelados com base nas equações multiquádricas. Os modelos de fusão foram gerados a partir do modelo geológico combinado com o modelo de teores. Com base nesses modelos, foi possível afirmar que os maiores teores (> 2ppm) de Au, referentes à principal mineralização, estão localizados nas mesmas regiões das maiores anomalias de Zn, Pb e Cu, confirmando-se o condicionamento estrutural e a associação espacial entre a mineralização e os veios de quartzo, zonas e silicificação e o granodiorito sericítico. Com a visão geral dos modelos, ficou evidente que a região leste da área hospeda teores maiores de ouro e metais de base comparados com a região oeste. Mediante o exposto, o modelo geológico e os modelos de fusão gerados para a área de estudo podem ser considerados eficazes no seu objetivo em representar a realidade do depósito, fazendo o melhor uso dos dados disponíveis. Palavras chaves: Modelagem geológica, modelagem de fusão, estatística e geoestatística.
Título em inglês
Geological modeling and evaluation of gold resources in the União do Norte System, Alta Floresta Gold Province (MT).
Palavras-chave em inglês
Fusion modeling
Geological modeling
Geostatistics.
Statistics
Resumo em inglês
The Alta Floresta Gold Province, (PAAF) located in the southern portion of the Amazon Craton, has a significant number of gold deposits in its easternmost segment, distributed along a NW-SW striking belt (Peru - União do Norte belt) and hosted by plutonic and volcanic rocks of granitic composition. Within this context are the two main areas of study, including the Luiz and Morro do Carrapato gold deposits of the União do Norte District. These deposits are structurally controlled and characterized by low gold minerali d to quartz veins and hosted by granodioritic rocks. The main objective of this project zation (<5 t) associated with base metals (Zn + Pb ± Cu), mainly confine is to obtain a quantitative and qualitative description of the specific geological variability correlated to gold mineralization associated with base metals (Au, Cu, Pb, Zn) in the Luiz and Morro do Carrapato deposits. To achieve this objective, a geological model has been elaborated, followed by a statistical and geostatistical study and development of mineral content models. Finally, the lithology and the mineral contents were correlated with fusion models. The geological model was created based on database interpretation which allowed for the visualization of all described lithotype distributions and contact relationships. In addition, this reflects the strong lithological structure conditions, according to global anisotropy of 180/85. The univariate statistical analysis shows strong positive asymmetries with lognormal distributions of Au, Zn, Pb and Cu contents, reflecting its anomalous accumulation in the deposits. The bivariate statistical analysis conditioned to the lithotypes associated with mineralization (quartz veins, silicified zones and sericitic granodiorite), reflected positive linear correlation of gold mineralization with pyrite, spharelite, galena and chalcopyrite sulfides, as was expected in these deposits. Experimental variogram calculations in the greater continuity was not possible due to sample boring logs being arranged in "X" formation. Thus, the mineral resources were evaluated and modeled based on multiquadric equations. The fusion models were generated from the geological model combined with the mineral contents models. According to the developed models, it is possible to affirm that the highest Au contents (> 2ppm), related to main mineralization, are located in regions of highest Zn, Pb and Cu anomalies, showing the structural conditioning and the spatial association between it, the quartz veins, silicified zones and sericitic granodiorite. With the model overview, it was evident that the eastern portion hosts the highest gold and base metal content compared to the western portion. Through the above, the elaborated geological and fusion models can be considered effective analyzing and representing the deposits reality and making the best use of available data
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.