• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1995.tde-28092015-152503
Documento
Autor
Nome completo
Fabio Jose de Araujo Pedrosa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1995
Orientador
Banca examinadora
Fúlfaro, Vicente José (Presidente)
Ponçano, Waldir Lopes
Suguio, Kenitiro
Título em português
Subsídios sedimentológicos e geomorfologicos ao zoneamento geoambiental da folha Recife (PE) (SC.25-V-AIII)
Palavras-chave em português
Geologia ambiental
Sedimentologia
Resumo em português
A área em estudo situa-se na porção central da costa de Pernambuco, abrangendo grande parte da Região Metropolitana do Recife, a qual é ocupada por cerca de 40% da população do estado. A maior parte da área está ocupada pelas bacias cretáceas do Cabo e Pernambuco-Paraíba (Sub-Bacia Olinda), ambas com suas histórias evolutivas intimamente associadas à Reativação Sul-Atlântica. O Lineamento Pernambuco é uma grande estrutura de direção E-W, que limita as duas bacias. A Bacia Cabo, situada a sul deste lineamento, apresenta grandes semelhanças litológicas e estruturais com a Bacia Sergipe-Alagoas, possuindo, ainda, uma importante ocorrência magmática, a Formação Ipojuca, representada pelos vulcanitos e pelo granito da região do Cabo Santo Agostinho. A Bacia Pernambuco-Paraíba, por sua vez, está localizada a norte do Lineamento Pernambuco, apresentando um caráter homoclinal, que se estende até o Rio Grande do Norte. Uma expressiva sedimentação quaternária é observada na área, principalmente no grande anfiteatro onde se localiza a cidade do Recife, associada a importantes flutuações do nível do mar ocorridas desde o Pleistoceno. O Zoneamento Geoambiental proposto para a Folha Recife, tomou como base as unidades geológicos-geomorfológicas observadas na área, em função de suas dinâmicas distintas. Desta forma, foram identificadas em Recife três áreas de características distintas: Áreas de Desenvolvimento, Conservação e Preservação. Esta classificação é baseada no conceito de capacidade de suporte (carrying capacity), que é o limite da quantidade de vida que um habitat específico é capaz de suportar, ou o potencial de ocupação de um ambiente. Os graves problemas geoambientais existentes na Folha Recife são devidos principalmente às características físicas da área, constituída essencialmente por uma planície costeira predominantemente arenosa, circundada por formações sedimentares pré-quaternárias. A expansão urbana desordenada, principalmente dos últimos 30 anos, têm agravado substancialmente os problemas existentes, tais como, escorregamentos de encostas, subsidência da planície onde se localiza a cidade do Recife, poluição e salinização de aqüíferos, inundações, além de processos erosivos. A erosão marinha constitui atualmente o maior problema geoambiental da Região Metropolitana do Recife, que apresenta diversas praias atingidas pelo avanço do mar, devido a causas naturais e, principalmente, antrópicas. Desta forma, foi realizado um estudo na Praia da Boa viagem visando identificar as causas da erosão, além de indicar à Prefeitura da Cidade do Recife as obras mais adequadas de proteção daquele trecho do litoral. O estudo revelou que houve um recuo de aproximadamente 20 m entre 1974 e 1995, acelerado a partir de 1983, devido à intensificação das atividades antrópicas na Praia da Boa Viagem. O perfil praial estudado não apresenta os três setores que caracterizam um perfil bem desenvolvido. A pós-praia, juntamente com o estirâncio, está rebaixada e sob intenso processo erosivo. A praia apresenta um caráter intermediário, levemente reflexivo, com tendência erosiva. Através dos grupos de perfis topográficos realizados, observa-se uma redução significativa dos volumes de sedimentos, atingindo 578,46 m³ no grupo 2. O transporte longitudinal de sedimentos é preferencialmente S-N, durante o inverno, enquanto no verão ocorre no sentido N-S. A capacidade de transporte de sedimentos no sentido N-S é da ordem de 15000m³/ano. Para a proteção do trecho estudado, foram propostas duas opções: restauração da praia com reposição de areia, juntamente com a construção de quatro quebra-mares.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The area under study is located in the central part of the coast of Pernambuco, which includes a large part of the Metropolitan Recife Region, where 40% of the state's population lives. The major part of the area is in the Cabo and Pernambuco/Paraíba (Olinda Sub-basin) cretaceous basins, both of which have their evolutionary history related to the South-Atlantic reactivation. The Pernambuco Lineament is a large structure running E-W that separates both basins. The Cabo Basin, on the southside of the lineament, shows many lithological and structural similarities with the Alagoas-Sergipe Basin, and includes an important magmatic occurrence, the Ipojuca Formation, represented by volcanic rocks, and the granite of the Santo Agostinho Cape region. The Pernambuco/Paraíba basin, on the other hand, is located north of the Pernambuco Lineament, and exhibits a homocline character, that extends to the State of Rio Grande do Norte. A significant Quaternary sedimentation that occurs in the area, mainly in the large amphitheatre where Recife is located, is linked to important sea level fluctuations that happened during the Pleistocene. The geoenvironmental zoning proposed for the Recife Area, was based on geomorphological-geological units in the area, because of their distinct dynamics. Three areas with distinct characteristics where identified in Recife: areas of development, conservation and preservation. This classification is based on the carrying capacity concept, which is the amount of life that a specific habitat can support or the potencial occupation of a environment. The very serious geoenvironmental problems in the Recife area are related to its physical characteristics, composed mainly by an essentially sandy coastal plain, surrounded by Pre-Quaternary sedimentary formations. The disorderly urban growth, mainly of the last 30 years, has worsened the existent problems of landslides, land subsidence, aquifer pollution, flood, and erosion. Beach erosion now constitutes the major geoenvironmental problem of the Metropolitan Recife, where the sea has invaded several beaches because of natural and anthropic influences. A study of the Boa Viagem beach was conducted to identify the cause of erosion and to advise Recife city hall of the most appropriate way to protect that part of the coast. This study showed that a coastal retreat of approximately 20 meters occurred between 1974 and 1995, and was accelerated since 1993, due to an intensification of human activities on the beach. The backshore and the beach have been severely eroded. The beach presents an intermediate character, slightly reflective with and erosional tendency. Several topographic profiles showed a significant volume reduction in sediments, reaching to 57,46 m³ in the group 2. During the winter, S to N longitudinal drift is favored, while in the summer is from N to S. The transportation capacity in the N to S direction is approximately 15000m³/year. For the protection of this studied sector of coast, the following procedures were proposed: artificial nourishment and the construction of four breakwaters.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Pedrosa_Mestrado.pdf (10.62 Mbytes)
Data de Publicação
2015-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.