• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1998.tde-28092015-151933
Documento
Autor
Nome completo
Eduard Lopes da Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1998
Orientador
Banca examinadora
Schorscher, Johann Hans Daniel (Presidente)
Girardi, Vicente Antonio Vitorio
Siga Júnior, Oswaldo
Título em português
Geologia da região da Serra da Alegria, extremo Sul do Cráton Amazônico, município de Porto Murtinho - MS
Palavras-chave em português
Brasil
Geologia
Resumo em português
A região da serra da Alegria, parte do extremo sul do Cráton Amazônico, com extensão de cerca de 830 'km POT.2', foi estudada com métodos geológicos de campo, fotogeológicos e laboratoriais, mineralógico-petrográfico e litogeoquímicos, visando o mapeamento regional de reconhecimento (esc. 1:100.000), contribuições à evolução precambriana e verificações iniciais do potencial metalogenético. A área compreende de W para E a transição do Complexo Rio Apa, em partes de sua porção denominadas de Associação Metamórfica do Alto Tererê. A área é constituída em seus setores W e Central por um segmento crustal siálico, regionalmente contínuo, de gnaisses polimetamórficos de alto grau e metagranitóides intrusivos de tipo TTG, incluindo ainda rochas supracrustais compreendidas na Seqüência Metavulcano-Sedimentar Básica com características de tipo greenstone belt, tectonicamente inseridas nas rochas graníticas. Destacam-se nas porções basais dessa seqüência, metabasitos/anfibolitos com estruturas de lavas almofadadas bem preservadas e características geoquímicas de toleiitos de fundo oceânico, associados com xistos de metatufos básicos. A Intrusão Diferenciada Gabro-Anortosito-Granofírica da Serra da Alegria é parte de um vasto corpo magmático e o principal marco geomórfico da área de estudo, localizada no setor Central com extensão além dos seus limites N. Compreende duas séries magmáticas anorogênicas independentes, entretanto envolvidas em processos de mistura e contaminação. A primeira série, de gabros e anortositos predominantes, é toleiítica manto-derivada e sofreu processos de fracionamento durante a ascenção, assim como de diferenciação por cristalização fracionada em câmara magmática crustal relativamente rasa. A segunda compreende granofiros diversos, apresenta tendências alcalinas e é considerada de derivação crustal profunda. Metavulcanitos e Subvulcanitos e Subvulcanitos Ácidos e Metadiabásicos complementam o quadro petrográfico regional. A petrogênese dos metavulcanitos ácidos, dacitos/riodacitos e riolitos é problemática, existindo apenas indícios não-inequívocos, quanto as suas relações mútuas e com os metagranofiros da Intrusão da Serra da Alegria. Os metadiabásios encontrados em duas ocorrências apenas são considerados as rochas precambrianas mais jovens da região. O setor E constitui-se numa associação de gnaisses graníticos e xistos, incluindo possíveis equivalentes de rochas dos setores Central e W, com características tectônicas por excelência. Forma um bloco parautóctone e alóctone transportado de E para W, por processos orogênicos proterozóicos mais jovens de formação de faixa móvel. O metamorfismo regional progressivo (de W para E) de grau médio atingiu no extremo E condições máximas de facies anfibolito média transicionais para superior. Os principais metalotectos regionais são a Seqüência Metavulcano-Sedimentar Básica, com indícios isolados de Cu e potencial para Au emetais base, e a Intrusão Diferenciada da Serra da Alegria em sua parte magmato-estratigráfica inferior, de rochas básico-ultrabásicas e ultramáficas, com ocorrências isoladas de platinóides em gabros heterogêneos mais ricos em Cr e possíveis cromititos estratiformes e sulfetos magmáticos de tipo Ni-Cu-Fe, entre outros. A evolução geotectônica precambriana compreende quatro eventos principais incluindo três ciclos orogenéticos: (1) - formação dos gnaisses polimetamórficos TTG e eventualmente dos metagranitóides TTG intrusivos, em um ou mais processos metamórficos de alto grau e anatexia crustal arqueanos; (2) - formação e colapso tectono-metamórfico da bacia oceânica, possivelmente de tipo retro-arco da Seqüência Metavulcano-Sedimentar Básica arqueana ou paleoproterozóica; (3) - intrusão e diferenciação do complexo magmático gabro-anortosito-granofírico da serra da Alegria, paleo a mesoproterozóico, em regime de ) estabilidade crustal, incluindo eventualmente como fase final as rochas metavulcânicas ácidas, e (4) - desenvolvimento regional da faixa móvel de Associação Metamórfica do Alto Tererê constituindo o setor E da área, com idades mínimas mesoproterozóicas segundo dados geocronológicas da literatura.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The Serra da Alegria region with an area of 830 km² is a part of the southernmost extremity of the Amazon Craton (Cráton Amazônico) located in Mato Grosso do Sul State, Brazil. It was studied by fieldwork and photogeology as well as by mineralogical, petrographical and geochemical laboratory methods. A regional lithostructural reconnaissance map at a scale of 1:100.000 and results concerning the Precambrian geological evolution and metallogenesis are presented. From W to E the study area encopasses the transition from stable Archean parts of the Craton to the adjoining portions of the Proterozoic mobile belt comprising the Alto Tererê Metamorphic Association (Associação Metamórfica do Alto Tererê) of the Rio Apa Complex (Complexo Rio Apa). According to the main lithostrutural features, the area was subdivided in into Western, Central and Eastern sectors. The Western and Central sectors are composed a regionally continuous major sialic crustal segment of high-grade polymetamorphic TTG-gneisses and intrusive TTG-metagranitoids. As minor tectonic inliers they host supracrustal rocks having greenstone-belt characteristics named the Basic Metavulcano-Sedimentary Sequence (Seqüência Metavulcano-Sedimentar Básica). Basal portions of the supracrustal sequence include basic metavolcanics, now amphibolites, with well-preserved pillow lava structures and geochemical properties of ocean floor tholeiites, associated with mafic schists derived from basic to intermediate tuffs. The differentiated plutonic to hypabyssal igneous intrusion of the Serra da Alegria forms the most prominent geomorphological marker of the study area. It intruded the sialic basement rocks throughout the northern half of the Central Sector, extending regionally to the north far beyond this sector. There occur two genetically unrelated anorogenic magmatic series locally involved in magmatic mixing and contamination processes. The first one comprises major cumulate and layered gabbros and anorthosites as well as minor felsic differentiates (as veins intruding the gabbros). These rocks formed by magma chamber differentiation through fractional crystallization under rather shallow crustal conditions (as shown by Sr-fractionation in the anorthosite plagioclases), from upper mantle tholeiitic gabbroic parental magmas subjected to the fractionation processes during mantle ascent. The second series consists of a huge amount of younger granophyres. These are felsic rocks of alkaline affinities inferred to have originated from lower-crust magmas. Acid metavolcanics and subvolcanics and metadiabases complete the regional petrographic spectrum. The petrogenesis of the acid metavolcanics, which include decites/rhyodacites and rhyolites, is still problematical, since only ambiguous evidence was found regarding their mutual relationships and those with the metagranophyres of the Serra da Alegria Intrusion. The metadiabases were observed in only two occurrences; they are low-grade metamorphic rocks considered to be the youngest Precambrian rocks of the region. Throughout the Eastern Sector occurs an intimate association of granitic gneisses and metapelitic to quartzose schists prominently tectonized, also including probable equivalents of rocks of the adjoining Central and Western sectors. The Eastern Sector represents a parautochtonous to allochtonous, E-to-W transported block, structured and amplaced in the course of the younger orogenic processes of the Proterozoic mobile belst. Progressive regional metamorphism from W to E in this sector is medium grade and reached - in the extreme E in this sector - maximum conditions, transitional from medium to upper amphibolite facies. The main regional matallotects are the Metabasic Volcano-Sedimentary Sequence of greenstone-belt characteristics and the Differentiated Layered Cu anomalies and an inferred potentiality for gold and base metals. The latter shows traces of platinum minerals in heterogeneous Cr-richer gabbros and an inferred potentiality for stratiform chromities and magmatic sulphides of the Ni-Cu-Fe type, among others, related to basic-ultrabasic and ultramafic lower portions of the intrusion. The Precambrian geotectonic evolution comprises four major events including three orogenic cycles: 1)-formation of the polymetamorphic TTG-gneisses and possibly the intrusive TTG-metagranitoids in the course of one or more Archean processes of high-grade metamorphism and crustal anataxis; 2)-generation and tectiono-metamorphic collapse of the oceanic (possibly back-arc) basin of the Metabasic Volcano-Sedimentary Sequence of greenstone-belt characteristics of Archean or Palaeoproterozoic age; 3)-emplacement and magmatic evolution of the layered intrusion of the Serra da Alegria in a period of crustal stability and tectonic calm of Paleo- to Mesoproterozoic age, including perhaps, as a final stage, the acid metavolcanics, and (4)-regional mobile belt development of the Alto Tererê Metamorphic Association affecting mainly the rocks of the Eastern Sector of the study area, with a Mesoproterozoic minimum age (of 1.7-1.6 Ga), as reported in geochronological studies in the literature.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Silva_Mestrado.pdf (23.60 Mbytes)
Data de Publicação
2015-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.