• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1994.tde-11062015-101017
Documento
Autor
Nome completo
Jefferson de Lima Picanço
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1994
Orientador
Banca examinadora
Tassinari, Colombo Celso Gaeta (Presidente)
Basei, Miguel Angelo Stipp
Oliveira, Marcos Aurelio Farias de
Título em português
Aplicação das sistematicas Sm/Nd e Rb/Sr no Maciço Itatins (SP)
Palavras-chave em português
Brasil
Geocronologia
Geologia
São Paulo
Resumo em português
O maciço Itatins, no sul-sudeste do Estado de São Paulo, é uma região composta por rochas cujos protólitos foram incorporados à Crosta por volta de 2,5 Ga. e que sofreram a ação de episódios de metamorfismo de alto grau e fusão parcial. Compreende as rochas do complexo Costeiro, representadas Suite Itatins e pela Sequência Cachoeira, as rochas graníticas da Suite Granitóide de Fácies Migmatítica e uma extensa área de rochas migmatíticas intermediárias entre estas duas (Complexo Gnaissico-Migmatítico). A Suite Itatins compreende dois tipos principais de granulitos: Os granulitos tipo Azeite apresentam um comportamento geoquímico empobrecido em litófilos, com baixas razões 'Rb POT. 87'/'Sr POT. 86' e os granulitos Guaraú, mais restritos em área, apresentando um comportamento geoquímico enriquecido em litófilos. Ambas as litologias tiveram seu sistema Rb/Sr afetados pela granulitização, gerando diagramas isocrônicos sem significação geológica. As rochas da sequência Cachoeira tiveram seu sistema Rb/Sr menos alterado. Os Kinzigitos da Ponta da Prainha indicaram idades pré-brasilianas que podem significar uma idade de metamorfismo, ou então idades intermediárias entre a provável geração dos protólitos e o metamorfismo granulítico. Os paragnaisses Itariri indicaram idades brasilianas . Os migmatitos de Ana Dias forneceram uma idade em torno de 720 Ma, interpretados como idade de migmatização. A paragênese mineral destas rochas é compatível com a formação de fundidos anatéticos em fácies granulito, e a idade obtida reflete a idade da migmatização em fácies granulito. O sistema SM/Nd apresentou -se mais sensível ao metamorfismo, através de uma isócrona mineral-rocha total em granulitos tipo Azeite, em paragênese equilibrada em fácies granulito, a qual obteve um resultado por volta de 607 Ma. Uma segunda isócrona mineral-rocha total, em paragnaisses próximas a Itariri, obteve 580 Ma. As idades modelo Sm/Nd (TDM) para rocha total nos granulitos Azeite revelaram idades arqueanas (2,52 Ga). Para os paragnaisses, o parâmetro TDM forneceu uma idade de 1.4Ga, interpretada como uma provável idade de mistura de material das áreas-fonte dos protólitos. As idades de resfriamento K/Ar obtidas para estas rochas estiveram em torno de 580 Ma para as biotitas e 656 Ma para os anfibólios. As idades Rb/Sr de 530 Ma, obtidas para os Migmatitos de Mongaguá representam são idades de migmatização em facies anfibolito. Uma determinação em biotita nestas rochas forneceu valores de 512 Ma. Na datação geocronológica aplicada às rochas granulíticas e associadas que ocorrem no Maciço Itatins, o sistema Rb/Sr revelou-se pouco eficaz na datação de rochas granulitizadas após longa vivência crustal. Já o sistema Sm/Nd em minerais-rocha total mostrou-se bastante apto para datar as paragêneses minerais. Na maioria dos casos envolvendo isócronas granada/rocha total, as idades obtidas são de resfriamento. Desta forma, idades obtidas nestas isócronas possuem a mesma significação que isócronas Rb/Sr rocha total.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The Itatins Massif, in the southeast of São Paulo State, comprises the main geological units: a)The granulitic Itatins Suite, subdivided in Azeite granulites, enderbitic-charnoenderbitic, LIL-depleted, and the Guaraú granulites, charnockitic, LIL-enriched; b) The Cachoeira Sequence, composed by kinzigites, kinzigitic gnaisses, anfibolites and calciosilicatic rocks; c)Regional granitic-migmatitic rocks. The Itatins Granulites have strongly disturbed isotopic sistems, with great scatter in the analytical points. The Ponta da Prainha Kinzigites record a prebrazilian age of 1.4 Ga in Rb/Sr Whole-rock isochron. The Itariri Kinzigitic gneisses have 601 My-old Rb/Sr Whole-rock isochron. The Ana Dias Migmatites record a 720 Ma Rb/Sr WR isochron, which gives the age of migmatisation. The mesossoma of these granulites, equilibrated in granulite- facies suggests that age is related to the regional metamorphism in granulite-facies conditions.The Mongaguá Migmatites have a Rb/Sr WR isochron age of 532 Ma. They are located in the Costeiro Block and record a significantly low isochronic age if compared with Itatins Massif ones. Biotite K/Ar ages of these rocks record 512 Ma. The K/Ar cooling ages of the Itatins Massif are 590 Ma in biotites and 656 Ma in hornblende. Two Sm/Nd mineral -WR isochrons have been obtained. The piroxene-plagioclase-biotite-WR isochron recorded 607+/-136 Ma the Azeite Granulites, With Sm/Nd model ages 2,52 Ga. The garnet-plagioclase-biotite-WR isochron has 580+/-22 Ma. These ages have been interpreted as an cooling ages of that paragenesis from the granulites with previous crustal history after granulitization than the Rb/Sr Whole-rock isochrons.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Picanco_Mestrado.pdf (4.70 Mbytes)
Data de Publicação
2015-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.