• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1985.tde-28092015-104631
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Helena de Mello e Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1985
Orientador
Banca examinadora
Suguio, Kenitiro (Presidente)
Castro, Joel Carneiro de
Fairchild, Thomas Rich
Título em português
Fáacies sedimentares das Formações Estrada Nova e Corumbataí no Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
São Paulo
Sedimentologia
Resumo em português
A Formação Estrada Nova, constituída dos membros Serra Alta (inferior) e Teresina (superior), aflora nas porções sudoeste e centro-sul do Estado de São Paulo. A Formação Corumbataí, presente no flanco nordeste do Estado, é considerada indivisa. O estudo de fáceis sedimentares propiciou, além da subdivisão litoestratigráfica acima citada, a reconstrução paleo-ambiental e o reconhecimento decompartimentação da Bacia do Paraná pelo Rio Tietê durante o Permiano Superior. Foram distinguidas nas formações Estrada Nova e Corumbataí, oito fácies e cinco subfácies, baseadas principalmente na associação de litologias e estruturas sedimentares primárias. As características das fácies sedimentares e as suas associações, levaram à identificação de depósitos de alto-mar (offshore), de zona de transição entre alto-mar (offshore) e face de praia (shoreface), de planície de maré, de barra de maré e lagunar. Na Formação Estrada Nova há um predomínio de sedimentos de alto- mar e de planície de maré, enquanto que a sedimentação da Formação Corumbataí teria ocorrido principalmente em zona detransição entre alto-mar e a face de praia. A deposição dessas formações teria ocorrido em mar epicontinental, em condições de estabilidade tectônica e aridez climática. A regressão do mar permiano é evidenciada pela gradação de sedimentos de alto-mar a planície de maré e de laguna costeira, pelo incremento de areias de cores avermelhadas e pela ocorrência de restos vegetais, tais como, Lycopodiopsis derbyi e Pecopteris spp.
Título em inglês
Not available.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The Estrada Nova Formation, composed of the Serra Alta (lower) and Teresina (upper) members, crops out in the southwest and central-southern regions of the State of São Paulo. The Corumbataí Formation, northeast São Paulo, is considered a lateral equivalent but is indivisible. On the basis of the study of sedimentary facies, lithostratigraphic subdivision, paleoenvironmental reconstruction and the recognition of the compartmentalization of the Paraná Basin during the late Permian, have been possible. Eight facies and five subfacies were distinguished in the Estrada Nova and Corumbataí formations, based mainly on lithological association and primary sedimentary structures. The properties of these features permits the identification of deposits of offshore, transitional offshore-shoreface, tidal flat, tidal bar and lagoon environments. In the Estrada Nova Formation, the offshore and tidal flat deposits are predominant, whereas in the Corumbataí Formation sedimentation occurred mainly in the transitional offshore and shoreface environment. These formations were deposited in an epicontinental sea under tectonically stable condition and an arid climate. Regression of the Permian sea is evidenced by the upward passage of offshore sediments to tidal flat and lagoon sediments, by the increase of red sands and by the presence of plant fossils, such as, Lycopodiopsis derbyi and Pecopteris spp. In the middle and upper parts of these formations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Sousa_Mestrado.pdf (55.37 Mbytes)
Data de Publicação
2015-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.