• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.1988.tde-27092012-095302
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Roberto dos Santos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1988
Orientador
Banca examinadora
Campos, Antonio Carlos Rocha (Presidente)
Fulfaro, Vicente Jose
Neves, Benjamim Bley de Brito
Petri, Setembrino
Thomaz Filho, Antonio
Título em português
Facies e evolução paleogeográfica do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana (Neopaleozoico) na Bacia do Paraná, Brasil
Palavras-chave em português
Bacia do Paraná
Estratigrafia
Neopaleozoico
Paleogeografia
Paleontologia
Resumo em português
A presente tese constitui um ensaio de abordagem ao problema da reconstituição da evolução paleoambiental e paleogeográfica do Subgrupo ltararé/Grupo Aquidauana, através da anáIise das facies sedimentares e sua distribuição espacial , em subsuperfície, na bacia do Paraná. A pesquisa leva em conta a possibilidade de correlação regional mais pormenorizada do pacote sedimentar representado pelas duas unidades acima, com base no esquema palinobioestratigráfico do Neopaleozóico da bacia do Paraná proposto por DAEMON & QUADROS (1970). Pesquisas posteriores realizadas pela PETROBRÁS e pelo PAULIPETRO vieram a demonstrar a aplicabilidade prática do zoneamento palinológico acima, que constitui o único arcabouço de correlação ainda dlsponível para o Neopaleozóico da bacia do Paraná. Segundo o esquema de DAEMON & QUADROS (1970), os sedimentos do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana correspondem aos intervalos bioestratigráficos G, H e I, este último subdividido adicionalmente nos subintervalos 'I IND.1' e 'I IND.2'+'I IND.3'+'I IND.4'. A cronologia das subdivisões acima em termos da escala de tempo internacional para o Neopaleozóico é ainda controvertida. Palinologicamente os autores acima citados correlacionaram-nos com o intervalo de tempo do Carbonífero Superior (ESTEFANIANO) ao Permiano Inferior (KUNGURIANO). A interpretação da idade com base em outros fósseis associados (megaplantas e invertebrados), contudo sugere um intervalo menor para a sedimentação do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana, até, provavelmente, o SAKMARIANO (Permiano Inferior). A premissa fundamental da presente tese é que, pelo menos no âmbito da bacia do Paraná, os limites entre os intervalos bioestratigráficos são, grosso modo, isocrônicos, delimitando; desse modo, pacotes depositados penecontemporaneamente. O mapeamento sucessivo de cada intervalo, através das técnicas de análise de litofacies, deveria portanto, fornecer uma visão mais detalhada da evolução paleoambiental e paleogeográfica da bacia, particularmente do importante episódio glacial documentado pelos sedimentos do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana. Os dados de subsuperfície utilizados na presente pesquisa foram obtidos através do exame de 101 perfis de poços perfurados pela PETROBRÁS S/A (71), e posteriormente pelo CONSÓRCIO PAULIPETRO (30), na bacia do Paraná. O trabalho de coleta de dados envolveu: a) a seleção dos intervalos a serem mapeados, tendo em conta a sua distribuição mais ampla na bacia e a consistência dos seus Iimites; b) compilação de informações sobre espessura total e das diversas litofacies selecionadas dentro de cada intervalo; c) construção de mapas de litofacies diversas; d) interpretação com base nos modelos disponíveis na literatura sobre sedimentaçäo glacial , A reconstituição ambiental e paleogeográfica apresentada incorpora ainda, informações derivadas de estudos das faixas aflorantes do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana, e dizem respeito à: a) distribuição de facies reconhecidas nas seções expostas nas faixas leste e oeste de afloramento na bacia do Paraná; b) informações paleontológicas; c) feições direcionais resultantes da abrasão glacial sobre o embasamento mais antigo, ou introformacionalmente; d) direções de transporte sedimentar através de medição de paleocorrentes; e e) caracterização e distribuição de algumas facies específicas, como é o caso dos varvitos, carvões e diamictitos. Outro aspecto julgado de extrema pertinência para essa análise, refere-se à reconstituição do cenário fisiográfico da glaciação neopaleozóica da bacia do Paraná, que condicionou a sedimentação do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana. Incluem-se aqui aspectos relacionados com as caracteristicas do relevo, conformação da linha de costa, assim como a configuração e posicionamente das geleiras que atingiram a bacia do Paraná durante o NEOPALEOZÓICO. A reconstituição dos ambientes sedimentares e da paleogeografia, dentro do contexto glacial julgado predominante durante a sedimentação das unidades em estudo, levou em conta uma análise comparativa da maneira de disposição tridimensional das litofacies ocorrentes em regiões glaciadas atualmente, tanto no ambiente terrestre da glaciação como no gIácio-marinho. Nos moldes acima referidos, a análise da evolução paleoambiental e paleogeográfica do Subgrupo Itararé/Grupo Aquidauana, apoia-se na interpretação de uma série de mapas de isópacas, de litofacies, de porcentagens e de razões clásticas, para cada um dos intervalos bioestratigráficos em que aquelas seqüências sedimentares podem ser subdivididas. O total de mapas construídos é de 53. Essas informações servem de base para uma tentativa de síntese da evolução paleoambientaL e paleogeográfica do Subgrupo ltararé/Grupo Aquidauana, na bacia do Paraná, que incorpora não só os resultados do estudo de litofacies, como também os dados de afloramentos disponíveis, além dos paleontológicos acima aludidos .
Palavras-chave em inglês
Não informadas pelo autor.
Resumo em inglês
The present thesis constitutes an approach to attack the problem of reconstruction of paleoenvironmental and paleogeography evolution of the Itararé Subgroup / Aquidauana. Group through the analysis of sedimentary facies and special distribution in the subsurface of the Paraná Basin. The research takes into account the possibilíty of detailed correlation of this sedimentary portion of these two units mentioned above on the basis of palynostrat igraphic scheme of the Upper Pateozoic proposed by Daemon & Quadros (1970). The later research investigations carried out by PETROBRAS and PAULIPETRO demonstrate the practical applicabiIity of the above mentioned palynological zonation which constitutes the only framework of correlation available for the Upper Paleozoic sequence of the Paraná Basin. According to the scheme of Daemon & Quadros (op. cit.) the sediments of the Itararé Subgroup/Group Aquidauana correspond the bioestratigraphic intervals G, H & I, the last being subdivided additionally into 4 subdivisions namely 'I IND.1', 'l IND.2', 'I IND.3' and 'I IND.4'. The chronologic subdivisions of the Upper Paleozoic in terms of International Geologic Time Scale is still problematic. Palynologically the authors cited correlate within the Upper Carboniferous (Stefanian) and Lower Permian (Kungurian). But on the basis of other lines of fossil evidences like megaplants and invertebrates the deposition of .the sedimentary sequences under study is given a small interval of time i.e. Lover Permian (Sakmarian). The fundamental premise of the present thesis is that for the Paraná Basin the limits between the biostratigraphic lntervaLs, in a general way, are isochronous, thus delimiting, in this way, that the portions are deposited peneconteporaneously. The successive mapping of each interval through the techniques of lithofacies analysis must provide a better and detailed vision of the paleoenvironmentat and paleogeographlc evolution of this basin, particularly the important glacial episode documented by these sediments in question. The subsurface data utilized in the present work are obtained through the examination of 101 sections of the wells punctured by PETROBRAS (71) later on by PAULIPETRO (30) in the Paraná Basin. The collection of data includes: a) the selection of intervals which are to be mapped taking into view its greater distribution in the basin and consistency of their llmits; b) compilation of information on the total thickness of the diverse lithofacies selectioned within each interval; c) construction of different lithofacies maps; d) interpretation on the basis of available models in the literature on the glacial sedimentation. In addition, the paleoenvironmetal and paleogeographic reconstruction incorporates informations derived from the outcrop zones of Itararé Subgroup/Group Aquidauana and concern: a) distribution of know facies in the outcrop sections in the east and west portions in the Paraná Basin; b) paleontological informations; c) directional features resulting from the glacial abration on the older basement and country rocks or intraformationally; d) sedimentary transport direction through paleocurrents; and e) characterization and distribution of some specific facies like the varvites, coals and diamictites. Other aspect considered to be lmportant and relevant for the physiographic analysis refers to the reconstruction of the physiographic scenary of Upper Paleozoic glaciation of the Paraná Basin which conditioned the sedimentation of Itararé Subgroup /Aquidauana Group. Included here are related aspects such as characteristics of relief, coastal outlines fittlng and the configuration and position of glaciers which reached the basin during the Upper Paleozoic. The paleoenvironmental and paleogeographlc reconstruction within the glacial context during the deposition of the units under study took into account a comparative analysis of manner of deposition of occuring lithofacies in glaciated region in the terrestrial environmental as well as the marine environmental. In the above mentioned models the paleogeographlc and paleoenvironmental evolution of Itararé Subgroup /Aquidauana Group is based on the interpretation of series of maps like that of isopachs, litofacies maps, percentage and ratios of clastics in each bioestratlgraphic intervals in which sedimentary sequences can be subdivided. The total number of maps constructed is 53. These information serve as the basis for a tentative synthese of the paleoenvironmental and paleogeographic evolution of Itararé Subgroup/Aquidauana Group in the Paraná Basin. These incorporate not only the results of facies study but also data on the available outcrops in addition to the paleotological data mentioned.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Anexo_1.JPG (733.87 Kbytes)
Anexo_10.JPG (669.74 Kbytes)
Anexo_11.JPG (671.58 Kbytes)
Anexo_12.JPG (716.58 Kbytes)
Anexo_13.JPG (532.54 Kbytes)
Anexo_14.JPG (625.74 Kbytes)
Anexo_15.JPG (583.41 Kbytes)
Anexo_16.JPG (599.13 Kbytes)
Anexo_17.JPG (639.17 Kbytes)
Anexo_18.JPG (578.83 Kbytes)
Anexo_19.JPG (575.33 Kbytes)
Anexo_2.JPG (732.76 Kbytes)
Anexo_20.JPG (540.02 Kbytes)
Anexo_21.JPG (596.39 Kbytes)
Anexo_22.JPG (569.90 Kbytes)
Anexo_23.JPG (624.58 Kbytes)
Anexo_24.JPG (601.81 Kbytes)
Anexo_25.JPG (671.12 Kbytes)
Anexo_26.JPG (644.90 Kbytes)
Anexo_27.JPG (611.83 Kbytes)
Anexo_28.JPG (632.09 Kbytes)
Anexo_29.JPG (753.57 Kbytes)
Anexo_3.JPG (609.52 Kbytes)
Anexo_30.JPG (553.35 Kbytes)
Anexo_31.JPG (637.15 Kbytes)
Anexo_32.JPG (609.09 Kbytes)
Anexo_33.JPG (663.15 Kbytes)
Anexo_34.JPG (614.21 Kbytes)
Anexo_35.JPG (617.50 Kbytes)
Anexo_36.JPG (643.06 Kbytes)
Anexo_37.JPG (659.90 Kbytes)
Anexo_38.JPG (670.06 Kbytes)
Anexo_39.JPG (616.15 Kbytes)
Anexo_4.JPG (657.06 Kbytes)
Anexo_40.JPG (705.41 Kbytes)
Anexo_41.JPG (770.48 Kbytes)
Anexo_42.JPG (619.15 Kbytes)
Anexo_43.JPG (571.20 Kbytes)
Anexo_44.JPG (536.06 Kbytes)
Anexo_45.JPG (516.61 Kbytes)
Anexo_46.JPG (496.36 Kbytes)
Anexo_47.JPG (552.46 Kbytes)
Anexo_48.JPG (591.66 Kbytes)
Anexo_49.JPG (618.40 Kbytes)
Anexo_5.JPG (665.90 Kbytes)
Anexo_50.JPG (660.61 Kbytes)
Anexo_51.JPG (556.85 Kbytes)
Anexo_52.JPG (698.69 Kbytes)
Anexo_53.JPG (829.56 Kbytes)
Anexo_6.JPG (706.24 Kbytes)
Anexo_7.JPG (617.17 Kbytes)
Anexo_8.JPG (642.98 Kbytes)
Anexo_9.JPG (598.46 Kbytes)
Santos_Doutorado.pdf (6.72 Mbytes)
Data de Publicação
2012-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.