• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Laís Oliveira Dellacqua
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Antunes, Vagner Roberto (Presidente)
Bittencourt, Jackson Cioni
D'Avila, Kátia de Angelis Lobo
Moreira, Thiago dos Santos
Oliveira, Edilamar Menezes de
Título em português
Benefícios cardiovasculares do treinamento físico aeróbio em ratos espontaneamente hipertensos em envelhecimento.
Palavras-chave em português
envelhecimento
exercício físico e controle neural da circulação
Hipertensão
Resumo em português
Introdução: O quadro hipertensivo pode ser agravado quando associado ao envelhecimento, e a prática do exercício físico está relacionada a uma melhora do quadro hipertensivo. Métodos: Foram utilizados ratos SHR e WKY com 12 meses de idade, divididos em dois grupos: treinados (T) e sedentários (S). Resultados: O desempenho na esteira dos animais WKY e SHR treinados foi maior na quarta na oitava semana. Não houve diferença no peso corporal dos animais. A PAS, PAD e PAM dos animais SHR treinados por 2 e 8 semanas foi menor do que a encontrada nos animais sedentários de 8 semanas . O componente HF foi maior nos animais treinados por 8 semanas, em comparação aos grupos sedentários . O exercício físico não foi capaz de modificar a contagem de neurônios positivos para ChAT e TH, tanto nos animais SHR quanto nos animais WKY. Conclusão: O exercício físico foi capaz de melhorar o desempenho em esteira, diminuir a pressão arterial sistólica, diastólica e média, melhorar a sensibilidade barorreflexa e aumentar o componente HF para o coração.
Título em inglês
Cardiovascular benefits of aerobic exercise training in aging spontaneously hypertensive rats.
Palavras-chave em inglês
Aging.Exercise training
Hypertension
Neural control of circulation
Resumo em inglês
Introduction: The hypertension can be aggravated when associated with aging, and the practice of physical exercise is related to an improvement of the hypertensive picture. Methods: Twelve-month-old SHR and WKY rats were divided into two groups: trained (T) and sedentary (S). Results: The performance of WKY and SHR trained animals was higher in the fourth and eighth week. There was no difference in the body weight of the animals. The SBP, DBP and MAP of SHR animals trained for 2 and 8 weeks was lower than that found in sedentary animals of 8 weeks. The HF component was higher in trained animals for 8 weeks compared to sedentary groups. Physical exercise was not able to modify the number of ChAT and TH positive neurons in both SHR and WKY animals. Conclusion: Physical exercise was able to improve treadmill performance, decrease systolic, diastolic and mean blood pressure, improve baroreflex sensitivity and increase the HF component to the heart.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2019-10-03
Data de Publicação
2017-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.