• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.42.2002.tde-02122004-094234
Documento
Autor
Nome completo
Miriam de Souza Macre
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Andrade Junior, Heitor Franco de (Presidente)
Ferreira, Marcelo Urbano
Rizzo, Luiz Vicente
Título em português
"Avaliação da quantificação da avidez dos anticorpos maternos na abordagem laboratorial da toxoplasmose congênita"
Palavras-chave em português
Avidez
ELISA
gravidez
Infecção congênita
Toxoplasmose
Resumo em português
A toxoplasmose é uma infecção mundial que é transmitida por carne contendo cistos teciduais, água ou legumes crus contaminados com oocistos, contato com felinos, ou transmissão vertical. A toxoplasmose é usualmente assintomática, mas pode causar doença severa no feto quando transmitida durante fase aguda na mãe. O rastreamento da toxoplasmose congênita é normalmente executado durante o pré-natal, pela detecção de anticorpos IgM específico ou pela demonstração de aumento dos títulos de anticorpos IgG para T.gondii. Neste trabalho, 160 mães IgM positivas em rastreamento externo foram avaliadas para IgM, IgG, IgA e avidez dos anticorpos IgG em ensaios usando Uréia e NH4SCN como agente caotrópico, e extrato salino e uma proteína recombinante ROP2 como antígeno. A maioria das mães com resultado positivo de IgM eram negativas (124) quando retestadas, 16 negativas para todos os testes e somente 36 casos de IgM e IgG positivos. Nossa reação foi convalidada pelo Kit VIDAS Toxo IgG (Biomerieux), as 15 amostras aleatórias foram concordantes na maioria das amostras, incluindo as 3 de baixa avidez. A maioria das mães com IgG e IgM positivas confirmadas apresentaram índices intermediário e alto de avidez, e apenas 3 com índice baixo de avidez, que é sugestivo de infecção aguda. O uso de proteína recombinante Rop2 como antígeno resultou em muitos falsos negativos. O rastreamento de toxoplasmose congênita em áreas de alta prevalência induz uma baixa eficiência da sorologia, altos índices de pacientes tratados e baixa detecção. Ensaios de avidez são promissores, mas a sua padronização é obrigatória.
Título em inglês
Evaluation of avidity quatitation in maternal antibodies in the diagnostic appraisal in congenital toxoplasmosis.
Palavras-chave em inglês
avidity
congenital infection
ELISA
pregnancy
Toxoplasmosis
Resumo em inglês
Toxoplasmosis is a worldwide infection transmitted by meat containing tissue cysts, water or crude vegetables contaminated with oocysts, contact with feline or vertical transmission. Toxoplasmosis is usually asymptomatic, but it can cause severe disease to the fetus during acute mother infection. The screening of congenital toxoplasmosis is usually been performed during prenatal, by detecting specific IgM antibodies or by demonstration of a significant increase specific IgG antibodies. In this work, 160 confirmed IgM positive mothers by external screening were evaluated for IgM, IgG, IgA, and avidity by several approaches using Urea and NH4SCN as chaotropic agents, and saline extract and a recombinant protein Rop2 as antigen. Most mother (124) were IgM negative when retested, 16 negative for all T.gondii tests and only 36 IgM and IgG positive. Our avidity reaction was convalidated by Kit VIDAS Toxo IgG (Biomerieux), 15 aleatory samples were concordant in most samples, including the 03 low avidity. Most of confirmed IgG and IgM positive mothers presented intermediary or high avidity indexes, only 3 presenting low avidity index, sugestive of acute infection. Use of recombinant proteins Rop 2 as antigen resulted in high false negative. Screening congenital toxoplasmosis in high prevalent areas by IgM serology showed low efficiency, higher treatment rates and low detection of acute infection. Avidity assays are promising markers of recent infection, but false negatives could be frequent.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MiramPDF.pdf (848.13 Kbytes)
Data de Publicação
2005-04-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.