• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.42.2007.tde-29012008-163503
Documento
Autor
Nome completo
Marcio Yuiti Tomiyoshi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Barbuto, Jose Alexandre Marzagao (Presidente)
Câmara, Niels Olsen Saraiva
Pinto, Frederico Azevedo da Costa
Título em português
A influência do convívio com parceiro doente sobre parâmetros fisiopatológicos de células dendríticas.
Palavras-chave em português
Baço.
Células dendríticas
Comportamento animal
Estresse
Neuroimunomodulação
Psiconeuroimunologia
Resumo em português
A comunicação entre sistema nervoso e imune contribui para a homeostasia. Em humanos, a convivência com portadores de doenças crônicas ("caregiving") é agente causador de alterações inclusive imunológicas. Modelos animais podem contribuir para a compreensão dos mecanismos aí envolvidos. Avaliamos aqui, em fêmeas sadias, as alterações decorrentes do convívio com parceira singenêica (C57/Bl6) portadora do melanoma B16F10. Os resultados mostraram que esta convivência, por 20 dias: 1) alterou o comportamento, sem modificar a concentração sérica de corticosterona; 2) aumentou a expressão de CD80 nas populações MHCII+CD11c+, no baço, mas não nos linfonodos; 3) diminuiu o percentual de células MHCII+CD80+ após cultura de medula óssea, por sete dias em meio com GM-CSF, IL-4 e LPS; 4) inibiu, parcialmente, a indução de uma reação de hipersensibilidade tardia; 5) não modificou o estabelecimento do melanoma. Assim, este modelo pode, com cautela, ser usado para o estudo das alterações imunes observadas em "caregivers".
Título em inglês
The influence of cohabitation with a sick cage mate on physiopathological parameters of dendritic cells.
Palavras-chave em inglês
Animal Behavior
Dendritic cells
Neuroimmunomodulation
Psychoneuroimmunology
Spleen
Stress
Resumo em inglês
The communication between the nervous and immune systems contributes to the homeostasis. In humans, living with chronic disease bearers (caregiving) is the causing agent of alterations including the immunological ones. Animal models can contribute for understanding the involved mechanisms. Herein, we evaluated, in healthy females, the alterations caused by cohabiting with a syngeneic (C57Bl/6) partner bearing the B16F10 melanoma. The results showed that such cohabitation for 20 days: 1) altered the behavior without modifying the corticosterone seric level; 2) increased the CD80 expression on MHC+CD11c+ cells at the spleen, but not those at the lymph node; 3) decreased the percentage of MHCII+CD80+ bone marrow cells cultured for 7 days in a GM-CSF, IL-4 and LPS medium. 4) partially inhibited the induction of a delayed type hypersensitivity; 5) did not modified the melanoma establishment. So forth, this model may cautiously be taken as a means for the study of immune alteration observed in caregivers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-02-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.