• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Celio Roberto Jonck
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pellizari, Vivian Helena (Presidente)
Gomez, José Gregorio Cabrera
Hoffmann, Christian
Silva, Aline Maria da
Sluys, Marie Anne van
Título em português
Ecologia microbiana de riachos influenciados pela exploração de petróleo no Brasil.
Palavras-chave em português
Comunidades microbianas
Diversidade taxonômica
Indicadores ecológicos
Indústria do petróleo
Potencial funcional
Resumo em português
Atividades humanas podem causar degradação e impedir que serviços ambientais cheguem á sociedade. Evitá-la demanda constante monitoramento, que pode ser realizado com indicadores ambientais. Buscamos selecionar indicadores da exploração de petróleo nas comunidades microbianas de riachos da Amazônia, Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga. Avaliamos as diversidades taxonômica (Sequenciamento 16S) e funcional (GeoChip 5.0M) e comparamos os resultados de amostras de água, sedimento, biofilme e solo das margens de riachos influenciados por campos de petróleo com áreas de referência. Todas as estações apresentaram alta riqueza, baixa similaridade taxonômica e alta similaridade funcional. Impactos da atividade de exploração de petróleo foram relacionados ao uso do solo e não à contaminação por hidrocarbonetos, já que as estações não tinham histórico de vazamentos. Os indicadores identificados não foram atreldos a grupos taxonômicos ou atividades metabólicas específicas, sendo mais promissora a utilização de um conceito baseado em sequencias genéticas indicadoras.
Título em inglês
Microbial ecology of streams influenced by petroleum exploration in Brazil.
Palavras-chave em inglês
Ecological indicators
Functional diversity
Microbial communities
Petroleum industry
Taxonomic diversity
Resumo em inglês
Human activities can cause degradation and prevent environmental services from reaching society. Avoid it demand constant monitoring, which can be carried out with environmental indicators. We sought to select indicators of oil exploration in the microbial communities of streams in the Amazon, Atlantic Forest, Cerrado and Caatinga morphoclimatic domains. We evaluated taxonomic (16S Sequencing) and functional (GeoChip 5.0M) diversity and compared the results from water, sediment, biofilm and soil (from the margins of streams) samples influenced by oil fields with reference areas. All of them presented high richness, low taxonomic similarity and high functional similarity. Impacts of the oil exploration activity are related to the use of soil and not to hydrocarbon contamination, since the sampling stations we choose are historically not affected by oil spills. The indicators we identified are not related to taxonomic groups or specific metabolic activities, and the use of a concept based on indicator sequences is more promising.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2020-04-16
Data de Publicação
2018-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.