• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2014.tde-29092014-115124
Documento
Autor
Nome completo
Maya Romano Maia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Gomes, Fernando Ribeiro (Presidente)
Andrade, Denis Otavio Vieira de
Mauro, Patricia Izar
Título em português
Variação intra e interespecífica na escolha de microambientes e sua relevância para a manutenção do balanço hídrico em anuros
Palavras-chave em português
Anfíbios
Ecofisiologia
Microambiente
Resumo em português
Desde o início a ecofisiologia tenta entender como o comportamento dos animais tampona os desafios ambientais. Anfíbios perdem água através da pele em taxas elevadas e assumem riscos quando buscam por água. Testamos se cinco espécies de anfíbios arborícolas diferem em na adoção de estratégias na busca de água e se diferenças interespecíficas na fisiologia e no comportamento se correlacionam com distribuição temporal e escolha microhabitat na atividade reprodutiva. Estratégias de busca de água foram classificadas como direta ou energética errática de acordo com a atividade de busca de água dos indivíduos em um labirinto. Foram registradas, também, a atividade reprodutiva dos machos durante um ano e sua associação com condições microambientais e de distribuição temporal relacionadas com a disponibilidade de água em um mesmo charco. Observamos grandes diferenças interespecíficas na atividade de busca de água. As espécies do gênero Hypsiboas demonstraram uma clara tendência para a estratégia direta, levando mais tempo para encontrar a fonte de água, em contraposição foram mais precisas. A estratégia das espécies do gênero Scinax foi classificada como energética errática, pois costumavam encontrar a fonte de água mais rápido por meio de uma busca ativa e errática. A espécie Hypsiboas bandeirantes, no entanto, tem um comportamento generalista, exibindo ambas as estratégias. A análise discriminante indicou que a estratégia tinha maior poder discriminativo quando associado à distribuição temporal da atividade reprodutiva (96.24% de classificação correta, 100% de confiabilidade na validação cruzada), sendo que espécies tímidas são mais dependentes da temporada de chuva. Dentro de variáveis de microhábitat, a estratégia energética errática poderia ser diferenciadas por ocupar microhabitats com maior umidade relativa. Estes resultados sugerem que, embora as espécies de estratégia direta concentrem sua atividade no pico da estação chuvosa, elas são independentes das condições do microambiente. Por outro lado, espécies energéticas erráticas se reproduzem quando a umidade relativa é muito alta, independente da temporada. A variação interespecífica na variável fisiológica de resistência da pele à perda de água (RPA) também pode ser discriminada com base na distribuição temporal (89.4% de classificação correta, 94.5% de confiabilidade na validação cruzada). Os valores mais baixos de RPA (H. albopunctatus < S. crospedospilus < S. hayii) são diretamente proporcionais à dependência a estação chuvosa e parece refletir tanto a adaptação à disponibilidade de água no ambiente quanto a herança filogenética, particularmente em espécies caracterizadas por baixo RPAE que tende a vocalizar em períodos de alta disponibilidade de água. Testes em mais espécies serão necessários para confirmar esses padrões
Título em inglês
Intra- and interspecific variation in microhabitats selection and its relevance to the maintenance of water balance in anurans
Palavras-chave em inglês
Amphibians
Ecophisiology
Microenvironment
Resumo em inglês
A longstading question in ecophysiology is how behavior buffers environmental challenges in animals. Amphibians loose water at high rates through skin and assume risks when searching for water. We tested if five species of treefrogs differ in water search strategy and whether differences in physiology and in behavior would correlate with temporal distribution and microhabitat choice for reproductive activity. We classified strategies as direct or energetic erratic according to individuals' activity finding water in a maze. Temporal distribution and microenvironmental conditions related to water availability were recorded associated to males reproductive activity during a year in a same pond. We observed high interspecific differences in treefrogs activity in search for water. Species from genus Hypsiboas demonstrated a clear trend towards direct strategy, taking longer to find water source but being more accurate. Species from Scinax genus were energetic erratic, finding water source sooner by an erratic-active search. Hypsibos bandeirantes, however, had a generalist behavior, exhibiting both strategies. Discriminant analysis indicated that water search strategies had higher discriminative power when associated to temporal distribution of reproductive activity (96.24% correct classification, 100% cross-validated results), with higher dependence of species from direct search strategy to wet season. Within microhabitat variables, energetic erratic strategies could be differentiated by occupying microhabitats with higher humidity. These results suggest that while species with the direct strategy concentrate activity at the wet season peak regardless of microenvironment conditions, energetic erratic species opportunistically call when UR% is very high, independent of the season. Interspecific variation in the physiological variable, the skin resistance to water loss (RWL), can also be discriminated on the basis on temporal distribution (89.4% correct classification, 94.5%. cross-validated results). The lower RWL values (H. albopunctatus < S. crospedospilus < S. hayii) are directly proportional to their dependence to wet season and seems to reflect both adaptation to environmental water availability and phylogenetic inheritance, particularly with species characterized by low RWL tending to call at periods of high water availability. Tests on more species are necessary to confirm this pattern
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Maya_Maia.pdf (1.29 Mbytes)
Data de Publicação
2014-10-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.