• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2019.tde-24012019-100229
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Zanotti Tavares de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Iannini, Carlos Arturo Navas (Presidente)
Flôres, Danilo Eugênio de França Laurindo
Garcia, Marco Antonio Rada
Gomes, Fernando Ribeiro
Título em português
Escolha de micro-habitat termal por Rhinella ornata (Spix, 1824)(Anura: Bufonidae)
Palavras-chave em português
Anfíbios
Buffer termal
Mata Atlântica
Termorregulação
Resumo em português
A escolha de micro-habitats termais é um processo altamente importante nas linhagens de animais ectotérmicos, que exibem termorregulação. Nas famílias destes animais estão englobadas algumas espécies de anfíbios pequenos, que pelo seu pequeno tamanho, apresentam limitada capacidade de manter temperaturas corporais endógenas independentes do meio ambiente. A regulação da temperatura corporal, nesse sentido, pode exigir comportamentos ativos de escolha de micro-habitats termais incluindo a exploração da paisagem termal, a detecção das temperaturas microambientais (em diferentes localidades), a definição de preferências termais, além de aprendizado e memória de onde estão os locais selecionados para termorregular. Nesta ordem de ideias, o objetivo central da presente dissertação de mestrado foi o de definir o comportamento de escolha de micro-habitat termal por parte do anuro Rhinella ornata, dentro de uma paisagem termal artificial complexa, testando as seguintes hipóteses: (1) Se há preferência termal em um ambiente termal complexo não linear; (2) Havendo preferências, se essas são efetivadas mesmo quando é necessário se expor à condições distantes da preferencial; (3) Quando se explora um ambiente termal mais complexo do que os típicos gradientes lineares, os animais voluntariamente se expõem a temperaturas distantes das chamadas "preferenciais". Para testar as hipóteses foi desenhada uma passagem termal artificial de quatro BODs com temperaturas fixas (4.1+1°C, 11.1+1°C, 15.7+1°C e 24.7+1°C), interconectadas por uma arena central. Catorze indivíduos de R. ornata (um por vez, realizando três repetições por indivíduo) foram colocados na areia central e foi filmado todo o comportamento de escolha de micro-habitat durante 72 horas, analisando posteriormente a presença dos indivíduos nas diferentes BODs ao longo dos experimentos. Neste experimento foi encontrado que dentro de uma paisagem termal complexa, quando forem ofertadas as quatro temperaturas fixas, R. ornata apresenta uma preferência termal por locais com temperaturas intermédias (15,7+1°C e 11,1+1°C), sendo que esta preferência foi definida em menos de 12 horas, mas não limito a exploração continua dos outros locais termais. O presente estudo apoia a ideia de que R. ornata "aprende" a definir os refúgios termais em menos de 12 horas quando chega em um local novo, e o uso de substratos termais preferidos vai aumentando, mesmo que exista um contínuo forrageio termal do ecossistema
Título em inglês
Thermal microhabitat seletion of Rhinella ornata (Spix, 1824) (Anura: Bufonidae)
Palavras-chave em inglês
Amphibians
Atlantic rainforest
Thermal buffer
Thermorregulation
Resumo em inglês
The choice of thermal microhabitats is a highly important process for ectothermic animal which exhibit thermoregulation. Within this group of animals are comprised several species of small amphibians, which limited capacity to maintain endogenous body temperatures independent of the environment. The regulation of body temperature, in this sense, may require active behaviors related with choice of thermal microhabitats, what it includes the exploration of the thermal landscape, the detection of micro-environmental temperatures (in different locations), the definition of termal preferences, as well as learning and memory of where the selected thermoregulate sites are located. The main goal of this thesis was define the behavior of the choice of thermal microhabitat by the anuran Rhinella ornata within an artificial complex thermal landscape, testing the following hypotheses: (1) If there is thermal preference in a complex non-linear termal environment; (2) If there are preferences, if these are effective even when it is necessary to expose oneself to conditions that are far from preferential; (3) When exploring a more complex thermal environment than the typical linear gradients, the animals voluntarily expose themselves to temperatures far from the so-called "preferential" ones. To test the hypotheses, an artificial thermal labyrinth of four BODs with fixed temperatures (4.1 ± 1 °C, 11.1 ± 1 °C, 15.7 ± 1 °C and 24.7 ± 1 °C) was constructed and interconnected by a central division. Fourteen individuals of R. ornata (one at a time, performing three replications per individual) were placed in the central division and all behaviors of choice of microhabitat was filmed for 72 hours, analyzing later the presence of the individuals in the different BODs along the experiments. In these experiments were founded that in a complex thermal landscape, when the four fixed temperatures are offered, R. ornata presents thermal preference for locations with intermediate temperatures (15.7 ± 1° C and 11.1 ± 1°C respectively), and this preference was set in less than 12 hours but did not limit the continued exploration of other thermal microhabitats. The presente study supports the idea that R. ornata "learns" to define thermal refuges in less than 12 hours when it arrives in a new location, and the use of preferred thermal substrates is increasing, even though he continues the termal foraging of the ecosystem
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-01-23
Data de Publicação
2019-02-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.