• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.1997.tde-01082001-083840
Documento
Autor
Nome completo
Marco Antonio Portugal Luttembarck Batalha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1997
Orientador
Banca examinadora
Mantovani, Waldir (Presidente)
Coutinho, Leopoldo Magno
Martins, Fernando Roberto
Título em português
Análise da Vegetação de ARIE Cerrado Pé-de-Gigante (Santa Rita do Passa Quatro, SP).
Palavras-chave em português
cerrado
fenologia
fitossociologia
florística
savana
Resumo em português
No presente trabalho, estudamos uma área de vegetação natural, composta principalmente por cerrado, com 1269 ha, situada no munícipio de Santa Rita do Passa Quatro, estado de São Paulo (21 36-44 S e 47 34-41 W). O levantamento florístico da área foi efetuado em 18 excursões de coleta mensais, com duração de 3 ou 4 dias cada, entre setembro de 1995 e fevereiro de 1997. Em cada uma das formações e fisionomias de cerrado existentes (cerradão, cerrado sensu stricto, campo cerrado, campo úmido, mata ciliar, floresta estacional semidecídua), o material em fase florífera ou frutífera ou de formação de esporos foi coletado e, posteriormente, prensado e identificado em nível específico. Coletamos 1944 exsicatas, representando 499 espécies, 317 gêneros e 107 famílias. As famílias que se destacaram foram: Asteraceae, Fabaceae, Poaceae e Rubiaceae. A comparação das formações e fisionomias de cerrado através de índice de similaridade ressaltou a unidade florística do cerrado. Para auxiliar a identificação das espécies coletadas, construimos chaves baseadas em caracteres vegetativos para as formações de cerrado sensu lato, campo úmido, mata ciliar e floresta estacional semidecídua. Para estudar a estrutura da comunidade vegetal, lançamos aleatoriamente parcelas nas fisionomias de cerrado e na floresta estacional semidecídua, cujos tamanhos e critérios de inclusão foram diferentes em função de variações no componente lenhoso. A biomassa, estimada pelo volume cilíndrico total, aumentou do campo cerrado à floresta estacional semidecídua, com valores intermediários no cerrado sensu stricto e no cerradão. O cerrado, em suas três fisionomias, apresentou não só grande diversidade alfa, como também altas diversidades beta e gama. A partir dos dados do levantamento florístico, estudamos as variações fenológicas das espécies, procurando analisá-las como estratégias adaptativas. A proporção de espécies anemo e autocóricas foi maior no componente herbáceo-subarbustivo, ao contrário das zoocóricas, mais freqüentes no componente arbustivo-arbóreo. As espécies arbustivo-arbóreas floresceram principalmente no início da estação chuvosa, enquanto que as herbáceo-subarbustivas produziram flores, de modo geral, apenas no final da estação úmida, após período de acúmulo de carboidratos. A proporção de espécies anemo e autocóricas em frutificação foi maior na estação seca, quando sua dispersão é mais eficiente. Já as espécies zoocóricas frutificaram principalmente durante toda a estação quente e chuvosa, quando seus frutos carnosos podem se manter atraentes por mais tempo.
Título em inglês
Vegetation analysis of the Pé-de-Gigante Reserve (southeastern Brazil)
Palavras-chave em inglês
floristics
phenology
phytosociology
savanna
Resumo em inglês
We studied a natural vegetation area, composed mainly by cerrado, with 1269 ha, located at Santa Rita do Passa Quatro municipality, São Paulo State, southeastern Brazil (21 36-44 S e 47 34-41 W). We carried out a floristic survey in 18 field trips, each one with 3 or 4 days, from September 1995 to February 1997. On each existing vegetation types (three cerrado physiognomies, floodplain grassland, gallery forest, and seasonal semidecidous forest), all vascular plants in reproductive stage were collected and then pressed and identified in species level. A total of 499 species, representing 317 genera and 107 families, was found. The most important families were: Asteraceae, Fabaceae, Poaceae and Rubiaceae. The comparison of all vegetation types and cerrado physiognomies through similarity index emphasized the cerrado floristic unity. To help the species identification, we constructed four indented keys based on vegetative characters, one for each vegetation type (cerrado, floodplain grassland, gallery forest, and seasonal semidecidous forest). To study the plant community structure, we placed randomly quadrats in the cerrado physiognomies and in the seasonal semidecidous forest, with different sizes and inclusion criteria according to its woody component. Biomass, estimated by total cylindric volume, increased from campo cerrado to seasonal semidecidous forest, with intermediate values in cerrado sensu stricto and cerradão. Cerrado, on its three physiognomies, showed high alpha diversity as well as beta and gamma ones. Based on the data collected during the floristic survey, we studied the phenological variations, analysing them as adaptive strategies. The ratio of anemo and autochorous species was greater in the herbaceous component. The zoochorous ones, on the other hand, were more frequent in the woody component. The woody species flowered mainly at the beginning of the rainy season, while the herbaceous ones produced flowers generally at the end of that season, after a period of carbohydrate accumulation. The anemo and autochorous species produced fruits principally at the dry season, when its dispersion is more efficient. The zoochorous ones fruited along the whole rainy and warm season, when its fruits become attractive for longer time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Batalha.pdf (2.68 Mbytes)
Data de Publicação
2005-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.