• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2008.tde-12122008-103654
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Manzoni Vieira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Migotto, Alvaro Esteves (Presidente)
Haddad, Maria Angélica
Marques, Antonio Carlos
Título em português
Sistemática e distribuição dos briozoários marinhos do litoral de Maceió, Alagoas
Palavras-chave em português
Bryozoa
Distribuição
Taxonomia
Resumo em português
Os briozoários compreendem um Filo de invertebrados geralmente coloniais, com aproximadamente 5.500 espécies descritas no mundo e apenas 346 relatadas para o Brasil. O presente trabalho trata do conhecimento sobre a diversidade de briozoários marinhos de águas rasas do Município de Maceió, Estado de Alagoas, incentivado pela carência de estudos na costa Nordeste do Brasil. Com os objetivos redescrever os táxons encontrados em Maceió e estudar suas variações morfológicas e distribuição espacial de acordo com o substrato ocupado pelas colônias, espécimes de briozoários foram coletados em 9 pontos no litoral de Maceió, em diferentes épocas do ano, durante períodos de marés baixas de sizígia. As colônias foram retiradas de diferentes substratos: seixos, rochas, algas, hidróides, ascídias, corais, poríferos, conchas, tubos de poliquetas, cracas e e construções antropogênicas. A identificação dos espécimes foi baseada em literatura específica e na comparação com materiais provenientes de outras regiões do Atlântico. Os espécimes foram estudados morfológica e morfometricamente quanto a caracteres macro e microscópicos, utilizando microscopia óptica e microscopia eletrônica de varredura. Foram encontradas 65 espécies, classificadas em 44 gênero e 36 famílias, com apenas dois táxons identificados no nível de família ou superior (uma espécie de Schizoporellidae e uma espécie de Lepraliomorpha). Duas espécies tiveram classificação incerta (Bowerbankia ?maxima e Bowerbankia aff. gracilis), e outras 20 espécies (32,5%) foram classificadas até o nível de gênero: Jellyella(1), Biflustra (1), Nellia (1), Bugula (2), Beania (1), Scrupocellaria (2), Puellina (1), Hippothoa (1), Trypostega (1), Reptadeonella (1), Celleporaria (1), Parasmittina (1), Hippoporina (1), Stylopoma (2), Cosciniopsis, (1), (1), e Trematooecia (1). Duas espécies foram registradas pela primeira vez na costa brasileira: Synnotum pembaense Waters, 1913 e Chlidonia pyriformis (Bertoloni, 1810). Um novo táxon foi descrito (VIEIRA et al., 2007), que representa também o primeiro relato do gênero Vasignyella Gordon, 1989 para o Atlântico. Entre os táxons encontrados, 1/3 compreendem formas conhecidas apenas no Atlântico e aproximadamente 1/3 são formas desconhecidas em outras localidades do Atlântico. Aproximadamente 50% das espécies ocorreram em somente um tipo de substrato e os principais substratos utilizados foram algas e rochas
Título em inglês
Systematic and distribution of marine bryozoans from coast of Maceió, Alagoas
Palavras-chave em inglês
Bryozoa
Distribution
Taxonomy
Resumo em inglês
Bryozoans are a mostly marine invertebrate phylum, generally colonial, comprising approximately 5.500 recent species worldwide, of which only 346 species are recorded for the Brazilian coast. Motivated by the lack of knowledge about the biodiversity of marine invertebrates on the northeastern Brazil, the goal of this study is to provide information about the systematics and distribution of marine bryozoans in shallow waters along the cost of Maceió, Alagoas state. The specimens were collected in 9 stations along the coast of Maceió, during spring tides and in different times of the year, and studied according to their morphological variation, distribution, and substratum occupied by the colonies. Colonies were collected in different substrata: rocks, algae, hydroids, ascidians, corals, sponges, mollusk shells, tube of worms, barnacles and anthropogenic surfaces. The identification of specimens was carried out using the literature available and through comparison with other samples from other localities in the Atlantic. The specimens were morphologically and morphometrically analyzed utilizing macro- and microscopic characters employing optical and scanning electron microscopy. Sixty five species were found, belonging to 44 genera and 36 families, of which two were only identified to a taxonomic rank at family level or higher (Schizoporellidae and Lepraliomorpha). Two species were considered incertae sedis (Bowerbankia ?maxima e Bowerbankia aff. gracilis), and other 20 species (32,5%) were determined only at genus level:Jellyella (1), Biflustra (1), Nellia (1), Bugula (2), Beania (1), Scrupocellaria (2), Puellina (1), Hippothoa (1), Trypostega (1), Reptadeonella (1), Celleporaria (1), Parasmittina (1), Hippoporina (1), Stylopoma (2), Cosciniopsis (1), Fenestrulina (1) and Trematooecia (1). Two species were recorded for first time on the Brazilian coast: Synnotum pembaense Waters, 1913 and Chlidonia pyriformis (Bertoloni, 1810). A new species was described (VIEIRA et al., 2007), being the first record for the genus Vasignyella Gordon, 1898 in Atlantic waters. Among the taxa found, 1/3 was restricted in distribution to the Atlantic, and another ~1/3 was not yet recorded for this ocean. About 50% of species were found only on one type of substratum, being algae and rocks the main substrata for the colonies studied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LMVieira_completo.pdf (2.48 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-09
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • LEANDRO, M Vieira, MIGOTTO, Alvaro E., e WINSTON, Judith E.. Synopsis and annotated checklist of Recent marine Bryozoa from Brazil. Zootaxa [online], 2008, vol. 1810, p. 1-39. [acesso 2011-11-01]. Disponível em : <http://mapress.com/zootaxa/2008/f/z01810p039f.pdf>
  • VIEIRA, Leandro M., and GORDON, Dennis P.. Eutaleola, a replacement name for the homonym Euteleia (Bryozoa : Pasytheidae) [doi:10.1590/S1984-46702010000400012]. Zoologia (Curitiba, Impresso) [online], 2010, vol. 27, n. 4, p. 646-648.
  • VIEIRA, Leandro M., GORDON, Dennis P., e CORREIA, Monica D.. First record of a living ditaxiporine catenicellid in the Atlantic, with a description of Vasignyell. Zootaxa [online], 2007, vol. 1582, p. 49-58. [acesso 2011-11-01]. Disponível em : <http://mapress.com/zootaxa/2007f/z01582p058f.pdf>
  • VIEIRA, Leandro M., MIGOTTO, Alvaro E., e WINSTON, Judith E.. Marcusadorea, a new genus of lepralioid bryozoan from warm waters. Zootaxa [online], 2010, vol. 2348, p. 57-68. [acesso 2011-11-01]. Disponível em : <http://mapress.com/zootaxa/2010/f/z02348p068f.pdf>
  • VIEIRA, Leandro M., MIGOTTO, Alvaro E., e WINSTON, Judith E.. Shallow-water species of Beania Johnston, 1840 (Bryozoa, Cheilostomata) from the tropical and subtro. Zootaxa [online], 2010, vol. 2550, p. 1-20. [acesso 2011-11-01]. Disponível em : <http://mapress.com/zootaxa/2010/f/z02550p020f.pdf>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.