• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Alfredo Leonardo Porfirio de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Lahr, Daniel José Galafasse (Presidente)
Silva, Maria Fernanda Laranjeira da
Vaz, Aline Bruna Martins
Título em inglês
Elucidating the molecular machinery of an evolutionary novelty: Single-cell transcriptomics of Arcella intermedia and characterization of gene expression during shell formation
Palavras-chave em inglês
Amoebozoa
Arcellinida
Evolutionary novelty
Molecular model
Rab GTPases
Thecagenesis
Resumo em inglês
The present dissertation aims to shed light on the molecular machinery involved in the process of shell formation (thecagenesis) in Arcella (Arcellinida : Amoebozoa). Arcellinida are single-celled testate amoebae organisms, characterized by the presence of an outer shell (test or carapace); it is a monophyletic lineage of Amoebozoa, sister group to a naked amoeboid lineage. No homologous structure to shell is present in the sister group of Arcellinida, thus it is considered an evolutionary novelty. The origin and evolution of the shell in Arcellinida are currently open questions; deciphering its formation process is a key step to address these questions. During each reproductive process by budding division, these organisms build a new shell. In the span of more than a century, several authors have described the thecagenesis process on Arcellinida, primarily focusing on the genus \textit, based on cyto-morphological evidence. Conversely, the absence of molecular data has impaired advances on describing the molecular aspects of shell formation. In this study, we designed and applied a molecular framework to identify candidate genes and develop a molecular model for the shell formation process in Arcella; we based this framework on single-cell RNA-sequencing, gene expression profiling, Gene Ontology analysis, and comparative analysis of cyto-morphological with newly generated molecular data. We identify and propose a set of 539 genes as the candidate genes for shell formation, based on expression profiling and biological process assignment. We propose a model for the the shell formation process, which describes the mechanistic aspect of this process, hypothetically based on a molecular machinery conserved in Eukaryotes. Additionally, we identified a massive expansion of the Rab GTPase family, a protein likely to be involved on the process of shell formation. In the lights of the present study, we briefly discuss possible evolutionary scenarios involved on the origin and evolution of the shell and present future perspectives; we propose the shell of Arcellinida as a prosperous model to study the origin and evolution of evolutionary novelties, as well as other evolutionary questions
Título em português
Elucidando a maquinaria molecular de uma novidade evolutiva: transcriptomica single-cell de Arcella intermedia e caracterização da expressão gênica durante a formação de teca
Palavras-chave em português
Amoebozoa
Arcellinida
Modelo molecular
Novidade evolutiva
Rab GTPase
Tecagênese
Resumo em português
A presente dissertação tem como objetivo lançar luz sobre a maquinaria molecular envolvida no processo de formação de teca (tecagênese) em \textit (Arcellinida: Amoebozoa). Arcellinida são amebas tecadas unicelulares, caracterizadas pela presença de uma teca (carapaça ou concha) externa; é uma linhagem monofilética de Amoebozoa, grupo irmão de alguns organismos amebóides nus. Nenhuma estrutura homóloga à carapaça está presente no grupo irmão de Arcellinida, sendo considerada como uma novidade evolutiva. A origem e evolução da carapaça em Arcellinida são questões em aberto; Decifrar seu processo de formação é um passo fundamental para abordar essas questões. Durante todo processo reprodutivo, por divisão por brotamento, estes organismo constroem uma nova concha. No decorrer de mais de um século, vários autores descreveram o processo de tecagênese nestes organismos, focando principalmente no gênero \textit, baseados em evidências cito-morfológicas. Enquanto isso, a ausência de dados moleculares impede avanços na descrição dos aspectos moleculares da formação de conchas. Neste estudo, projetamos e aplicamos uma \textit molecular para identificar genes candidatos e desenvolver um modelo molecular para o processo de formação de teca em \textit; Baseamos este \textit em sequenciamento de RNA \textit, perfil de expressão gênica, análise de \textit{Gene Ontology} e análise comparativa de dados cito-morfológicos e moleculares. Nós identificamos e propomos um conjunto de 539 genes como genes candidatos para a formação de carapaça, com base no perfil de expressão e na atribuição de processos biológica. Propomos um modelo para o processo de formação de carapaça, que descreve o aspecto mecanicista deste processo, hipoteticamente baseado em um mecanismo molecular conservado em Eucariotos. Além disso, identificamos uma expansão maciça da família gênica das Rab GTPase, gene provavelmente envolvida no processo de formação de carapaça. À luz do presente estudo, discutimos brevemente possíveis cenários evolutivos envolvidos na origem e evolução da teca e apresentamos perspectivas futuras; propomos a teca dos Arcellinida como próspero modelo para estudar a origem e evolução das novidades evolutivas, bem como outras questões evolutivas
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-05-06
Data de Publicação
2019-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.