• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Carolina de Oliveira Franco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ursi, Suzana (Presidente)
Leal, Sergio Henrique Bezerra de Sousa
Silva, João Rodrigo Santos da
Título em português
Aspectos do conhecimento pedagógico do conteúdo (PCK) de Botânica de professores de Biologia após formação continuada em Educação a Distância
Palavras-chave em português
Avaliação em EaD
Conhecimento pedagógico do conteúdo
Ensino de botânica
Formação de professores
Prática docente
Resumo em português
Este trabalho visou ampliar os conhecimentos sobre avaliação em longo prazo de cursos de formação continuada para docente em Educação a Distância (EaD), enfocando Ensino de Botânica e percepção de professores da rede pública estadual de São Paulo sobre aspectos do Conhecimento Pedagógico do Conteúdo (PCK). O objetivo específico foi avaliar a percepção dos docentes participantes de uma disciplina de Botânica, inserida no curso de especialização para professores de Biologia (EspBio), pertencente ao programa REDEFOR (Rede São Paulo de Formação Docente), em relação às influências de tal disciplina na prática docente atual, sobre alguns aspectos relacionados ao PCK, segundo o modelo de Rollnick et al. (2008): 1. Conhecimento Específico de Botânica; 2. Importância da Botânica no Ensino Médio; 3. Escolha de Práticas de Ensino, Estratégias e Materiais Didáticos; 4. Seleção dos Conteúdos Específicos; 5. Dificuldades dos Alunos em relação à aprendizagem de Botânica. Visando atingir tais objetivos, utilizamos como instrumento de coleta de dados questionários virtuais distribuídos para todos os participantes (cerca de 800) das duas versões (2010/2011 e 2011/2012) do curso, onde obtivemos retorno de 75 deles, ou seja, uma taxa de resposta de 9,3%. As respostas das oito questões foram submetidas à análise de conteúdo segundo Bardin (2009), onde os dados foram agrupados em cinco Eixos de Análises (EA), correspondentes aos aspectos do PCK destacados nos objetivos específicos. Os principais achados referentes a esses eixos são: EA1. 93% dos participantes declararam que houve ampliação em seu conhecimento específico sobre Botânica a partir da disciplina e destacaram, principalmente, o aprimoramento conceitual e a influência positiva em suas práticas docentes, que se tornaram mais dinâmicas, contextualizadas, motivadoras e com caráter mais prático, bem como se tornaram mais confiantes para ensinar a temática; EA2. A importância de ensinar Botânica, principalmente associada a relação das plantas com nosso cotidiano e com as questões ambientais e ecológicas, foi amplamente reconhecida pelos professores (93%), bem como a influência da disciplina nessa valorização (67%). Porém, 33% não declarou tal influência, visto que já possuíam esta ideia antes da disciplina; EA 3. Grande parte dos professores (76%) destacou a influência da disciplina na prática docente atual, tanto por utilizar recursos e estratégias disponibilizados na mesma (72%), quanto por ter obtido inspiração para novas abordagens (63%), como aulas mais práticas, dinâmicas e contextualizadas. 17% dos professores tiveram dificuldades para implementar as propostas apresentadas pela disciplina, principalmente devido a entraves do contexto de ensino. EA 4. A influência da disciplina Botânica na seleção de conteúdos conceituais foi relatada por 64% dos professores, que descreveram mudanças relacionadas com as formas de trabalhar os conteúdos (estratégias, recursos e abordagens), e não relacionadas à sua seleção propriamente dita, mas destacaram a melhora no conhecimento de Botânica, que permitiu mudanças positivas na seleção e abordagem desses conteúdos em sala de aula. Já 29% dos docentes não relataram mudanças após a disciplina e isso foi, em grande parte, justificado pela pouca flexibilidade curricular no contexto de alguns professores ou por condições ruins de trabalho docente. EA 5. 73% dos participantes declararam que a disciplina os ajudou a refletir sobre as dificuldades específicas que os alunos enfrentam ao estudar Botânica, onde relatos foram destacados para diminuir as dificuldades de seus alunos, buscando um processo de ensino e aprendizagem mais dinâmico e contextualizado, que valorize as concepções iniciais dos estudantes. Quanto aos temas específicos: evolução, filogenia, fotossíntese e ciclos reprodutivos foram considerados pelos professores como aqueles de aprendizagem mais difícil. Assim, pudemos detectar, nos diferentes EA, elementos ligados às manifestações presentes no modelo de PCK de Rollnick et al. (2008), principalmente Estratégias Instrucionais de um Conteúdo Específico, Representações e Saliência Curricular, indicando que os conhecimentos docentes foram mobilizados prática docente. Nosso estudo aponta a necessidade de valorizar e investir no aprimoramento do PCK de Botânica em cursos de formação continuada de professores no contexto brasileiro, sendo a EaD uma alternativa viável e importante. O professor necessita de outros conhecimentos associados, além do específico, como o conhecimento dos alunos, do contexto e pedagógico geral, para ter melhores condições de desenvolver e refletir sobre sua prática docente
Título em inglês
Aspects of pedagogical knowledge of content (PCK) of Botany of Biology teachers after continuing education in the modality Distance Education
Palavras-chave em inglês
Distance education
Pedagogical knowledge of content (PCK)
Teacher training
Teaching botanic
Teaching practice
Resumo em inglês
This dissertation aimed to broaden the knowledge about the long-term evaluation of continuing courses for Distance Education, gathering Botanical teaching and the perception of teachers of public São Paulo state network schools about the aspects of Pedagogical Content Knowledge (PCK). The specific objective was to evaluate the perception of these teachers who participated in the Botanical discipline - part of the specialization course of Biology teaching (EspBio) and also part of the program REDEFOR (Rede São Paulo de Formação Docente) - about the influence of such discipline in their current teaching practice, analyzed through the aspects related to PCK, according to Rollnich et al. (2008) model: 1. Specialized knowledge of Botanic; 2. The importance of Botanical teaching in high school; 3. Choice of Teaching Practices, Strategies, and Didactic Materials; 4. Selection of Specific Contents; 5. Difficulties of the Students related to Botanic learning. In order to achieve these objectives, we used virtual questionnaires given to all participants (about 800) of the two versions (2010/2011 and 2011/2012) of the course, and we obtained a return of 75 participants, a response rate of 9.3%. The responses of the eight questions were submitted to the content analysis according to Bardin (2009), where the data were grouped into five Analysis Axes (EA), corresponding to the aspects of the PCK highlighted in the specific objective above. The main findings regarding these axes are: EA1. 93% of the participants declared that there was an increase in their knowledge about Botanic after they did the discipline, mainly, in the conceptual improvement and positive influence in their teaching practices, which became more dynamic, contextual, motivating and more practical, as well as they become more confident to teach the subject; EA2. The importance of teaching Botanic, mainly associated with the relation of plants to our daily life and with the environmental and ecological issues, was widely recognized by teachers (93%), as well as the influence of the discipline in this valorization (67%). However, 33% did not declare such influence, since they already had this idea before the discipline; EA 3. A big portion of the teachers (76%) emphasized the influence of the discipline in their current teaching practice, both for using resources and strategies already available in this discipline (72%), and for having been inspired by its new approaches (63%), such as had more practical, dynamic and contextualized teaching classes. 17% of the teachers had difficulties in implementing the proposals presented by the discipline, mainly due to obstacles in the teaching context. EA 4. The influence of the Botanic discipline on their selection of conceptual content was reported by 64% of the teachers and they described these changes related to the way of working contents (strategies, resources and approaches), not related to their selection, but also noticed the improvement in their Botanical knowledge, which allowed positive changes in the selection and approach of these contents in the classroom. 29% did not report changes after taking the discipline and this was, for the most part, justified by their lack of curricular flexibility in the context of some teachers or poor conditions of teaching work. EA 5. 73% of the participants stated that the discipline helped them to think about the specific difficulties students may face when studying Botanic, where reports were highlighted to reduce the difficulties of their students, seeking a more dynamic and contextualized teaching and learning process, that values the learning concepts of their students. Specific subjects like evolution, phylogeny, photosynthesis and reproductive cycles were considered by teachers as those of more difficult learning process. Thus, we could detect, in the different AE, elements linked to the manifestations present in the PCK model of Rollnick et al. (2008), mainly Instructional Strategies of a Specific Content, Representations and Curriculum Outline, indicating that teaching knowledge was in fact mobilized. Our study points out the need to value and invest in the improvement of Botanic PCK model for continuing teaching courses in the Brazilian context, and the EaD is a viable and valuable alternative path. The teacher needs other associated knowledge, as well as specific knowledge, such as students' knowledge, context, and general pedagogy, in order to have better conditions to develop and influence their teaching practice
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.