• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2018.tde-20082018-170457
Documento
Autor
Nome completo
Luis Fabiano Soares Smarra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Silva, Eloiza Helena Tajara da (Presidente)
Castrucci, Ana Maria de Lauro
Polachini, Giovana Mussi
Toporcov, Tatiana Natasha
Título em português
Análise do perfil metabólico e epidemiológico de portadores de carcinoma epidermoide de cavidade oral
Palavras-chave em português
Câncer de cavidade oral
Epidemiologia
Metabólitos
Resumo em português
O carcinoma epidermoide de cavidade oral (CECO) é um dos tumores mais comuns em câncer de cabeça e pescoço, com aproximadamente 300.000 novos casos e 145.000 mortes em todo o mundo. Apesar da intensa pesquisa e dos avanços recentes no diagnóstico e terapia, a taxa de sobrevivência dos pacientes ainda é baixa. Os estudos da metabolômica levaram a uma melhor compreensão do metabolismo do câncer, no seu desenvolvimento e progressão. Essas descobertas possibilitaram a identificação de biomarcadores metabólicos que podem auxiliar na identificação de doenças e tratamentos. O presente estudo buscou três objetivos: (1) Identificar e quantificar os metabólitos plasmáticos em portadores de CECO e em controles, utilizando técnicas de ressonância magnética nuclear (RMN); (2) Comparar a concentração plasmática de metabólitos de pacientes com CECO com a de seus controles estratificados por variáveis clínicas, patológicas, sociodemográficas e características de estilo de vida; (3) Avaliar se as concentrações de metabólitos estão relacionadas com a presença da doença (CECO), ajustadas pelas variáveis epidemiológicas e características de estilo de vida. Para a análise dos metabólitos, amostras de plasma sanguíneo de 47 casos e de 49 controles foram identificadas, quantificadas e comparadas com variáveis clínicas, patológicas, sociodemográficas e características de estilo de vida por meio de análises estatísticas. Os resultados mostram que todos os indivíduos portadores de CECO estiveram expostos em algum momento da vida aos fatores de risco (álcool, tabaco e má higiene bucal). Além disso, as variáveis mostraram interferir na concentração dos metabólitos, estes que apresentaram-se alterados, principalmente os que possuem relação com as vias metabólicas de obtenção de energia, sugerindo que o metabolismo de pacientes com CECO difere dos indivíduos sem a doença (controles)
Título em inglês
Analysis of the metabolic and epidemiological profile of patients with squamous cell carcinoma of the oral cavity
Palavras-chave em inglês
Epidemiology
Metabolites
Oral cavity cancer
Resumo em inglês
Squamous cell carcinoma of the oral cavity (SCCOC) is one of the most common tumors in head and neck cancer, with approximately 300,000 new cases and 145,000 deaths worldwide each year. Despite intense research and recent advances in diagnosis and therapy, the patient's survival rate is still low. Metabolism studies have led to a better understanding of the metabolism of cancer in its development and progression. Theses findings allowed the identification of metabolic biomarkers that may aid to identificate diseases and treatments. This current study aimed at three objectives: (1) To identify and quantify plasma metabolites in SCCOC patients and controls using nuclear magnetic resonance (NMR) techniques; (2) To compare plasma concentration of metabolites of patients with SCCOC and its stratified controls by clinical, pathological, sociodemographics, and lifestyle characteristics; (3) To evaluate whether the metabolic concentrations are related to the presence of SCCOC, adjusted by epidemiological variables and lifestyle characteristics. In order to analyze the metabolites, blood plasma samples from 47 cases and 49 controls were identified, quantified and compared with clinical, pathological, sociodemographic, and lifestyle variables by means of statistical analysis. The results show that all subjects with SCCOC were exposed eventually to risk factors (alcohol consumption, smoking and bad oral hygiene). Furthermore, the variables showed to interfere in the concentration of metabolites, which have been altered, especially those that are related to metabolic pathways of obtaining energy, suggesting that the metabolism of patients with SCCOC differs from the individuals without the disease (controls)
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.