• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2009.tde-25052009-154117
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Ramos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Antonio Carlos Silva Costa (Presidente)
Farah, João Pedro Simon
Giudici, Reinaldo
Título em português
Aplicações de modelagem molecular em engenharia química: investigação do mecanismo de degradação do fenol em processos oxidativos avançados.
Palavras-chave em português
Cinética (simulação)
Modelagem molecular (aplicações)
Oxidação (processos)
Resumo em português
O trabalho tem por objetivo a aplicação de técnicas de modelagem molecular como ferramenta de pesquisa em Engenharia Química, em particular no estudo das reações químicas envolvidas na degradação do fenol em processos oxidativos avançados. Os resultados obtidos para reações em fase gasosa mostram que o uso dessa ferramenta, no nível de teoria selecionado (B3LYP/6-31++G(d,p)), é adequado para descrever a maioria das reações do mecanismo proposto. As constantes cinéticas calculadas (através da Teoria do Estado de Transição), quando comparadas com os dados experimentais disponíveis, encontram-se dentro da mesma ordem de grandeza para a rota mais viável. A simulação de um par de reações paralelas mostra o mesmo perfil de queda do fenol encontrado para as constantes cinéticas experimentais. A comparação com resultados teóricos prévios mostra que a adição de efeitos de polarização das nuvens eletrônicas ao conjunto de base resulta em um aperfeiçoamento nos valores das constantes cinéticas. Os estudos do meio solvatado mostram que o modelo de solvatação implícita SM5.42R é adequado para descrever o sistema, por reproduzir bem o valor experimental da energia de solvatação do fenol. Entretanto, não é possível fazer comparações quanto aos radicais devido à ausência de dados experimentais. Dentre os modelos de solvatação explícita construídos, o modelo que conta com uma esfera de solvatação de 4 moléculas de água se mostrou melhor para o fenol. Já para o intermediário radicalar O1, o modelo mais adequado foi o que conta com 6 moléculas de água formando um ciclo sobre as hidroxilas ligadas ao anel. Com os resultados obtidos e suas comparações com valores experimentais discute-se a aplicabilidade de técnicas de Modelagem Molecular em estudos aplicados em Engenharia Química, reforçando a visão desta ferramenta como um instrumento importante no projeto de novos produtos e na otimização de processos de interesse tecnológico.
Título em inglês
Molecular modeling applications in chemical engineering: investigation of the mechanism of degradation of phenol in advanced oxidation processes.
Palavras-chave em inglês
Advanced oxidation processes
Kinetics
Molecular modeling
Resumo em inglês
This work has the main objetive of applying molecular modeling techniques as a research tool in Chemical Engineering particularly on the study of the chemical reactions involved in the degradation of phenol by Advanced Oxidation Processes. The obtained results for gas phase reactions show that the use of this tool, in the selected level of theory (B3LYP/6- 31++G(d,p)) is adequate to describe most of the reactions within the proposed mechanism. The calculated kinetic constants (through Transition State Theory), when compared with the available experimental data, were found to be within the same order for the most likely pathway. The simulation of a parallel reactions pair shows the same declining profile found for experimental kinetic constants. The comparison with previous theoretical results suggest that the addition of polarization effects on the basis set results in a higher accuracy of the kinetic constant values. The studies of the continuum show that the implicit solvation model SM5.42R is adequate to describe the system, since it reproduces well the experimental value of solvation energy for phenol. However, it is not possible to do comparisons for the radicals due to the absence of experimental data. Among the explicit solvation models constructed, the one which represents a solvation sphere of four water molecules has shown better accuracy to phenol. For the radical intermediate O1, the most suitable model found was the one with six water molecules joined in a cycle on the hydroxyls bonded to the ring. With the obtained results and their comparisons with experimental data, the applicability of Molecular Modeling techniques in Chemical Engineering studies is discussed, reinforcing the perspective of this tool as an important instrument for the design of new products and the optimization of technologically relevant processes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
B_Ramos_ME_Diss.pdf (5.35 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-06
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Ramos, B., and TEIXEIRA, A.C.S.C. Molecular-Scale Modeling of the Degradation of Phenol in Advanced Oxidation Processes Reaction Media. Computer-Aided Chemical Engineering, 2009, vol. 27, p. 285-290.
  • Ramos, B., FARAH, J. P. S., and TEIXEIRA, A.C.S.C. Estimating reaction constants by ab initio Molecular Modeling: a study on the oxidation of phenol to catechol and hydroquinone in Advanced Oxidation Processes. Brazilian Journal of Chemical Engineering , 2012, vol. 29, p. 113-120.
  • Ramos, B., e TEIXEIRA, A.C.S.C. Modelagem químico-quântica do mecanismo molecular de degradação do fenol em processos oxidativos avançados. In XI Encontro de Modelagem Computacional, Volta Redonda-RJ, 2008. Anais-CDROM., 2008.
  • Ramos, B., and TEIXEIRA, A.C.S.C. Theoretical study on the kinetics and mechanisms of the oxidation of phenol by advanced oxidation processes: some insights on QM calculations as applied to chemical engineering studies. In AIChE Annual Meeting, Nashville, 2009. Proceedings., 2009. Abstract.
  • Ramos, B., and TEIXEIRA, A.C.S.C. UV-Irradiated Photoreactor Modeling For Advanced Oxidation Processes Design. In 3rd International congress on Green process Engineering (GPE 2011), Kuala Lumpur, 2011. Anais., 2011. Abstract.
  • Ramos, B., e TEIXEIRA, A.C.S.C. Aplicações de Modelagem Molecular em Engenharia Química: Estudo do Mecanismo de Degradação do Fenol por Processos Oxidativos Avançados. In XVII Congresso Brasileiro de Engenharia Química, Recife, 2008. Anais., 2008.
  • Ramos, B., e TEIXEIRA, A.C.S.C. Sobre o Uso de Técnicas de Modelagem Molecular no Estudo de Processos Oxidativos Avançados. In V Encontro sobre Aplicações Ambientais de Processos Oxidativos Avançados (V EPOA), São Paulo, 2009. Livro de Resumos., 2009. Resumo.
  • Ramos, B., Rampim, G.A., and TEIXEIRA, A.C.S.C. Theoretical study of formic acid oxidation within the UV/H2O2 advanced oxidation process. In AIChE 2010 Annual Meetting, Salt Lake City, 2010. Proceedings.New York : American Institute of Chemical Engineers - Omnipress, 2010. Abstract.
  • Ramos, B., Rampim, G.A., e TEIXEIRA, A.C.S.C. Estudo teórico-experimental da cinética de degradação do ácido fórmico em processos oxidativos avançados. In XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Química COBEQ 2010, Foz do Iguaçu, 2010. Anais., 2010.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.