• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2008.tde-31032008-175900
Documento
Autor
Nome completo
Milton Guilherme Forestieri Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Mesquita, Marco Aurélio de (Presidente)
Santoro, Miguel Cezar
Zwicker, Ronaldo
Título em português
Simulação de estratégias de reposição de estoques em uma cadeia de suprimentos com dois estágios.
Palavras-chave em português
Cadeia de suprimentos
Controle de estoques (modelagem; simulação)
Resumo em português
Este estudo foca a gestão de estoques em cadeias de suprimentos. São construídos modelos de simulação para investigar diferentes estratégias de reposição de estoques em uma cadeia de suprimentos com dois estágios. São utilizadas técnicas de simulação por dinâmica de sistemas para o desenvolvimento dos modelos. Para tanto, analisa-se uma cadeia de suprimentos formada por dois agentes, um varejista e um fornecedor. Estes agentes devem tomar as decisões de reposição de estoques, definindo quantidades e momentos em que os materiais são adquiridos. Os objetivos principais do trabalho são: levantar na literatura quais são as principais estratégias para a gestão de estoques na cadeia de suprimentos, desenvolver modelos de simulação para as estratégias mais significativas, identificar qual das estratégias analisadas é a mais atraente para o fabricante, para o varejista e para a cadeia de suprimentos como um todo e ilustrar como a metodologia de simulação pode ser utilizada no estudo de estratégias de gestão de estoques. Três estratégias principais são identificadas na literatura e modeladas. Na primeira estratégia, os agentes tomam decisões independentemente e não compartilham informações. Na segunda estratégia, os agentes compartilham informações, mas as decisões continuam a ser tomadas independentemente. Na terceira estratégia, as decisões de reposição de estoques são tomadas pelo fornecedor, que tem acesso a todas as informações sobre venda e estoque no varejista. Observa-se que a amplificação na variação dos pedidos de um estágio para outro se reduz com o compartilhamento de informações e a centralização das decisões, sendo que esta última estratégia se mostra como a mais eficiente. O método utilizado demonstra-se bastante eficaz e pode ser usado para simular outras estratégias de reposição de estoque que não estão sendo analisadas no presente estudo.
Título em inglês
Inventory replenishment strategies simulation in a two-echelon supply chain.
Palavras-chave em inglês
Inventory management
Supply chain
Systems dynamics
Resumo em inglês
This study focuses in the inventory management in supply chains. Simulation models are developed in order to investigate different inventory replenishment strategies in a two-echelon supply chain. Systems dynamics techniques are used to develop the models. Its analyzed a supply chain formed by two agents, a retailer and a supplier. These agents take inventory replenishment decisions, defining quantities and moments in which materials must be acquired. The main objectives of this work are: research in the literature the main inventory replenishment strategies for supply chains, develop simulation models for the main strategies, identify what strategy is more attractive for the supplier, the retailer and for the whole supply chain and illustrate how the simulation methodology can be used in the study of inventory management strategies. Three main strategies are identified in the literature and modeled. In the first strategy, the agents take decisions independently and dont share information. In the second strategy, the agents share information, but continue to take decisions independently. In the third strategy, the inventory replenishment decisions are taken by the supplier, which has access to all information about selling and inventory in the retailer. It is observed that the amplification in the supplier orders variation compared with the demand variation at the retailer are reduced with information share and decisions centralization, this last strategy being the more effective. It is demonstrated that the method is very effective and could be used to simulate other strategies that are not analyzed in this study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FERNANDES_M_G_F.doc (40.00 Kbytes)
Data de Publicação
2009-05-26
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • FERNANDES, M. G. F., e MESQUITA, M. A. O grau de colaboração na cadeia de suprimentos farmacêutica brasileira: resultados preliminares. In XXVI Encontro Nacional de Engenharia de Produção, ENEGEP, Fortaleza, CE, 2006. Anais do XXVI ENEGEP., 2006.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.