• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2004.tde-09082005-152503
Documento
Autor
Nome completo
Thaise Graziadio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Zilbovicius, Mauro (Presidente)
Marx, Roberto
Rachid, Alessandra
Salerno, Mario Sergio
Zawislak, Paulo Antonio
Título em português
Estudo comparativo entre os fornecedores de componentes automotivos de plantas convencionais e modulares.
Palavras-chave em português
cadeia de suprimento
estratégia de produção
estratégia modular
externalização
gestão de cadeia produtiva
indústria automobilística
Resumo em português
O objetivo desta tese é verificar se, e como a Estratégia Modular implementada por uma montadora de automóveis influencia os fornecedores de componentes que ocupam o 2º. nível da cadeia de suprimento modular. A estratégia visa aumentar a eficiência e a rentabilidade da produção e do negócio, e integra ações para reduzir custos e aumentar a produtividade através de montagem final em módulos, e para reduzir riscos do investimento via externalização de atividades de produção e projeto para os fornecedores. O método estudo de caso foi utilizado na análise de duas cadeias produtivas (mesma montadora), uma convencional e outra modular, e que produzem carros semelhantes. Foram selecionados dois módulos de cada carro: suspensão e cockpit. Em cada cadeia, foram estudados dois níveis de fornecedores: 1º. (ou sistemistas) e 2º. (fornecedores de componentes). Comparada à convencional, a organização modular se caracteriza pelo fluxo físico consolidado (de conjuntos e módulos), pela redução de número de fornecedores diretos da montadora, e criação de um nível intermediário, o do sistemista (fornecedor de módulo), entre outros. De modo amplo, os fornecedores sistemistas assumem atividades da produção, projeto e gestão de fornecedores, antes exclusivas da montadora, além de se instalarem perto da linha final. Entretanto, a pesquisa revelou dois tipos de sistemistas: montador, que gerencia compras de peças, monta os módulos e os entrega na linha final participação (atuação em projeto muito limitada) e o integrador que participa do projeto dos componentes (desde o conceito do produto até a produção), coordena técnica e comercialmente os fornecedores para que preços, prazos de entregas e qualidade estejam em conformidade, e garante a funcionalidade do módulo. A estratégia modular da montadora afeta, embora menos, os fornecedores nível 2, sendo que as mudanças são mais fortes para os que fornecem para o sistemista integrador pois a chance de perder contato direto com a montadora é maior e, junto, se perde acesso a novos projetos, melhorias tecnológicas e oportunidades rentáveis. O maior valor agregado ao produto do sistemista e a externalização causam várias mudanças de produto, processo e relações de suprimento entre o integrador e o nível 2. Quanto ao fornecedor do sistemista montador, as mudanças se concentram basicamente em logística e gestão da qualidade.
Título em inglês
A comparative study between the suppliers of automotive components to conventional and to modular plants.
Palavras-chave em inglês
automotive industry
modular strategy
operations management
outsourcing
supply chain management
Resumo em inglês
The objective of this dissertation is to verify and to understand how does the modular strategy being implemented by the car assembler influences the suppliers in the 2nd. level of the automotive chain. Modular strategy is conceptually based on modularity (more added value to components as they become modules) and outsourcing (suppliers’ involvement in activities usually made only by the assembler). Method case was used in the analysis of two productive chains of a single assembler, one is conventional and the other is modular, producing similar subcompact cars. We studied two modules of each car: suspension and cockpit. Each chain is composed of one car assembler, some 1st. tier suppliers (also called systemists or module suppliers) and some 2nd. tier suppliers (the components producers). The modular organization characterizes for the consolidated physical flow (assemblies and modules), the reduction of direct suppliers to the assembler, and the new role of the module suppliers. We found two kinds of modular supplier: first one is the 'assembler systemist' and it basically purchases the components of the module, assembles it and deliveries it at the final assembly line. The other type is the 'integrator systemist', to whom the changes are more significant. The 'integrator systemist' assumes relative responsibilities for development and many responsibilities for production and supply management. Generally speaking, the second tier suppliers (producers of components) are not very influenced by the Modular Strategy but when we consider the differences among the module suppliers, several points are distinguished. Effects of modularization and outsourcing are more intense on the second tier suppliers that work for the 'integrator systemist', since they face changes in the components development, in commercial practices, in productive processes and also in the supply system.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseThaiseGraziadio.pdf (890.90 Kbytes)
Data de Publicação
2005-08-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.