• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2003.tde-03112003-142622
Documento
Autor
Nome completo
Juan Ricardo Cruz-Moreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Fleury, Afonso Carlos Correa (Presidente)
Amato Neto, Joao
Furtado, João Eduardo de Morais Pinto
Garcia, Renato de Castro
Guimaraes, Nadya Araujo
Título em português
Industrial upgrading nas cadeias produtivas globais: reflexões a partir das indústrias têxtil e do vestuário de Honduras e do Brasil.
Palavras-chave em português
Brasil
cadeias produtivas globais
Honduras
indústrias têxtil e do vestuário
progressão industrial
Resumo em português
O estudo apresenta uma análise sobre as trajetórias de Progressão Industrial em empresas/setores produtivos de países em desenvolvimento que participam de cadeias globais de formação de valor. Para isto são estudadas as cadeias produtivas do complexo têxtil-vestuário em Honduras e no Brasil. A análise usa as abordagens de Cadeias de Formação de Valor - Global Commodity Chains, assim como os modelos de Industrial Upgrading e a tipologia de Modernização Industrial. Estas abordagens julgaram-se complementares para a construção do referencial teórico do estudo. Em Honduras a pesquisa focalizou o caso das empresas maquiladoras de roupa, no Brasil estudaram-se as cadeias lideradas por empresas brasileiras que atuam no mercado nacional e internacional. “Estudos de Casos Múltiplos” foi a metodologia escolhida para a realização da pesquisa de campo, em função da necessidade de estudar casos complexos em contextos diferenciados. A reflexão final conclui que há diversos caminhos de inserção nas cadeias produtivas globais para as empresas dos países em desenvolvimento. Os avanços em termos Progressão Industrial para as empresas que participam dessas cadeias são limitados não só por aspectos tecnológicos ou de habilidades da força de trabalho local se não também pelas regulamentações do comércio internacional. Os acordos preferenciais e as barreiras comerciais são fundamentais para determinar as relações entre as empresas líderes e as subcontratadas, assim como a estrutura e a governance das cadeias produtivas globais. Mas também conclui-se que é possível uma inserção no mercado internacional menos dependente das empresas dos países centrais, que é através de cadeias lideradas por empresas dos países em desenvolvimento, utilizando para isso estratégias de inovação tecnológica, de gestão e em design e investimentos na valorização de marcas, atividades que geram maior valor agregado e permitem sua apropriação.
Título em inglês
INDUSTRIAL UPGRADING IN GLOBAL PRODUCTIVE CHAINS: REFLECTIONS ON THE TEXTILE AND APPAREL INDUSTRIES OF HONDURAS AND BRAZIL. (English) / AVANCE INDUSTRIAL EM LAS CADENAS PRODUCTIVAS GLOBALES: REFLEXIONES A PARTIR DE LAS INDUSTRIAS TEXTIL Y DEL VESTIDO DE HONDURAS Y DE BRASIL. (Español)
Palavras-chave em inglês
Brazil
Cadenas productivas globales
global productive chains
Honduras
Industrial upgrading
Industrias textil y del vestido
Textile and apparel industries
Resumo em inglês
Abstract: The thesis is an analysis about the ways of the industrial upgrade in productive companies/sectors of developing countries which are included in global value chains. It was selected the productive chains of the textile/apparel sector in Honduras and Brazil. The analysis uses the approaches of global value chains and global commodity as well as the patterns (models?) of industrial upgrading and the typology of industrial modernization. These approaches were considered important to the theoretical references of the study. In Honduras, the research focus was on the dressing “maquilas”. In Brazil the focus was on those chains leaded by Brazilian companies acting both in the national and international market. It was chosen the multiple study case methodology to the field research due to the complexity of the cases in different environments. It was concluded that there are several ways for a developing country company to be inserted in the productive global chains. It is limited the development in terms of industrial upgrading for those companies which participate in these chains, not only by technological and manpower aspects but by the international commerce regulatory framework. The commercial barriers and the preferential agreements are fundamental to determine the relations between the leading companies and the sub-contracted ones as well as the structure and the governance of the global productive chains. Otherwise, the study shows that by using strategies as: technological and management innovation; design and investments in the valuation of trademarks, the companies from developing countries can get international markets because these strategies aggregate more value and facilitate their appropriation. Resumem: Este estudio presenta el análisis de las trayectorias de Avance Industrial en empresas y sectores productivos de países en desarrollo que participan de cadenas globales de formación de valor, para el cual se estudian las cadenas productivas del complejo industrial textil-vestido en Honduras e en Brasil. Para la construcción del marco teórico se utilizan los modelos de Cadenas de Formación de Valor - Global Commodity Chains, de Industrial Upgrading y la topología de Modernización Industrial. En Honduras se investigaron las empresas maquiladoras de ropa y en Brasil las cadenas lideradas por empresas brasileñas que actúan en el mercado nacional y en el internacional. Se escogió la metodología de “Estudios de Casos Múltiples” para realizar la investigación de campo, debido a la necesidad de analizar casos complejos en diferentes contextos. Se concluye finalmente que hay diversos caminos para la participación de las empresas de los países en desarrollo en cadenas productivas globales y que los avances en términos de Avance Industrial para estas empresas son limitados, no solo por aspectos tecnológicos o por la falta de habilidades de la fuerza laboral local, sino además por las leyes del comercio internacional. Los tratados de preferenciales y las barreras comerciales son determinantes fundamentales de las relaciones entre las empresas líderes y las subcontratadas, de la composición y de la estructura de poder en dichas cadenas productivas globales. Pero se concluye además, que hay posibilidades de participar en el mercado internacional de forma menos dependiente de las empresas de los países desarrollados y que esto puede ser alcanzado en cadenas productivas lideradas por empresas de los países en desarrollo, si estas implementan estrategias de innovación tecnológica y de gestión, con inversión en diseño y en la valorización de marcas originales pues son estas, pues son estas las actividades que generan mayor valor agregado y posibilitan su apropiación
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2003-11-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.