• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2015.tde-01062015-160814
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Henrique Leite
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Sousa, Mauro Wilton de (Presidente)
Lins, Guilherme Ranoya Seixas
Nakamura, Ricardo
Rosa, Almir Antonio
Silva, João Paulo Amaral Schlittler
Título em português
Efeitos especiais digitais na imagem técnica: a desocultação da arte
Palavras-chave em português
arte
artemídia e fotografia
cinema
efeitos especiais
efeitos especiais digitais
estética
imagem digital
imaginário
modernidade
pós-modernidade
técnica
tecnologia
virtualidade
Resumo em português
O objeto do estudo deste trabalho são as imagens de efeitos especiais digitais em computação gráfica (Computer Graphic Image - CGI) inseridas em narrativas cinematográficas da atualidade, principalmente a partir dos anos 1990, com a pluralidade de novas formas de viabiliza-lás baseadas em simulação e no contexto de uma sociedade em mutação nas formas de criação e reprodução técnica do audiovisual. A indagação proposta é identificar se os efeitos especiais simulados por CGI e as imagens decorrentes são apenas reconfiguração de velhas práticas e técnicas modernizadas tecnologicamente, ou estão neles embutidos novos modelos de compreensão do mundo na atualidade, se há um regime visual rearticulando o imaginário na pós-modernidade com nova relação entre representação e simulação. Essas articulações podem abrir espaços para se repensarem as relações atuais com as imagens digitais em um contexto entre a razão e a técnica, na óptica moderna, e o tempo presente e o prazer, na dimensão pós-moderna. O objetivo do presente estudo é estabelecer um diálogo com os efeitos especiais de segunda geração ou Digital Visual Effect (DVFx) para além de sua aplicabilidade prática somente como ferramenta para a linguagem narrativa em filmes mas desenvolver novas articulações entre o visível e o dizível, as possíveis visibilidades dos efeitos especiais como um novo regime visual na arte cinematográfica. O estudo avança para além de uma historicidade ao entender que as possibilidades trazidas pela tecnologia de computação gráfica (CG) produziram uma significativa renovação das possibilidades visuais no cinema contemporâneo, o que com certeza reflete e refletirá ainda mais na forma de consumo dos produtos audiovisuais produzidos a partir da ampliação do uso dessas tecnologias digitais e seu paralelo com estética, a arte e a cultura. A desocultação do processo criativo presente na técnica abre portas para a compreensão renovada do imaginário social e especialmente às formas de sua manifestação no campo das artes e da cultura. A metodologia empregada neste estudo será baseada em dados secundários desde livros e autores, pequenos trechos de filme, frames e até aplicações tecnológicas para demonstrar as configurações trazidas pelos efeitos especiais em computação gráfica (CG). * frames: é cada um dos quadros ou imagem fixa de um produto audiovisual.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
aesthetics
art
digital image
digital special effects
film
imaginary
media art and photography
modernity
postmodernity
special effects
technology
virtual
Resumo em inglês
The object of study are the images of digital special effects in computer graphics (Computer Graphic Image - CGI) inserted in film narratives of today, mainly from the 1990s, with the plurality of new ways to make them viable based on simulation and in the context of a changing society in ways of creating and technical audiovisual playback. The proposed inquiry is to identify whether the special effects simulated by CGI and the resulting images are just rewriting practices and old techniques technologically upgraded, or are embedded in them new models of understanding the world today, if there is a visual scheme rearticulating the imaginary postmodern with new relationship between representation and simulation. These joints can open spaces to rethink the current relations with the digital images in a context between reason and the technique in modern optics, and the present time and pleasure, in the postmodern dimension. The aim of this study is to establish a dialogue with the special effects of second generation or Digital Visual Effect (DVFx) in addition to its practical applicability only as a tool for narrative language in movies but develop new links between the visible and the speakable, the possible visibility of special effects as a new visual regime in cinematic art.). The study goes beyond a historicity to understand that the opportunities brought about by computer graphics technology (CG) produced a significant renewal of visual possibilities in contemporary cinema, which certainly reflects and further reflected in the form of consumption of the produced audiovisual products from the expanded use of these digital technologies and its parallel with aesthetics, art and cultura.A unblinding of the creative process in this technique opens the door to a renewed understanding of the social imaginary and especially the forms of its manifestation in the arts and culture. The methodology used in this study is based on secondary data from books and authors, small snippets of film, frames and even technological applications to demonstrate the settings brought by special effects in computer graphics (CG). * Frames: is each of the frames or still image of an audiovisual product.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.