• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2014.tde-27012015-162536
Documento
Autor
Nome completo
José Eduardo Tomé Paes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Costa, Rogério Luiz Moraes (Presidente)
Iazzetta, Fernando Henrique de Oliveira
Schaub, Stéphan Olivier
Título em português
Processos mentais subjacentes à improvisação idiomática
Palavras-chave em português
base cerebral da criatividade
base de conhecimento
cognição musical
criatividade espontânea
expertise, constraints
Improvisação
improvisação idiomática
Resumo em português
O presente trabalho propõe pesquisar a relação entre processos mentais, improvisação musical e performance. Realiza essa investigação partindo da perspectiva da psicologia cognitiva das décadas de 1980 e 1990 que concebe a improvisação musical enquanto um sistema de expertise. Incorpora à pesquisa as novas abordagens fundamentadas em princípios da neurociência realizadas na primeira década do século XXI, que investigam a improvisação enquanto um comportamento criativo espontâneo e, através de experimentos com neuroimagem funcional, buscam as possíveis bases cerebrais para a criatividade. O objetivo deste estudo é apropriar-se de parte do conhecimento produzido pela psicologia cognitiva e pela neurociência acerca dos mecanismos psicológicos e neurobiológicos que geram a improvisação, a fim de sugerir possíveis interfaces entre esse conhecimento, as rotinas de estudo do músico improvisador e as estratégias pedagógicas do professor de improvisação.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
expertise, constraints
idiomatic improvisation
improvisation
knowledge base
music cognition
neural correlates of the creative process
spontaneous creative
Resumo em inglês
This paper intends to research the relationship between mental processes, musical improvisation and performance. The investigation starts from the cognitive psychology perspective in the 1980s and 1990s, considered a system of expertise, and go forward on new approaches, based on principles of neuroscience from the first decade of this century, that understood the cognitive psychology as a creative and spontaneous behavior. Through experiments with functional neuroimaging, the study reffered here in seeks the possible cerebral basis for creativity. The aim of this study is to appropriate part of the knowledge, produced by cognitive psychology and neuroscience, about the psychological and neurobiological mechanisms that generate improvisation. The research suggests, eventually, possible interfaces between cognitive psychology and neuroscience, the routines of study for an improvising musician and the pedagogical strategies of a teacher of improvisation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.