• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2014.tde-27022015-162354
Documento
Autor
Nome completo
Júlia Zanlorenzi Tygel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Lacerda, Marcos Branda (Presidente)
Bortz, Graziela
Ikeda, Alberto Tsuyoshi
Mello Filho, Silvio Ferraz
Moreira, Adriana Lopes da Cunha
Título em português
Béla Bartók e Heitor Villa-Lobos: abordagens composicionais a partir de repertórios tradicionais
Palavras-chave em português
-
Resumo em português
Este trabalho apresenta reflexões sobre as abordagens composicionais de Béla Bartók e Heitor Villa-Lobos ao incorporarem elementos de repertórios de tradição oral ou popular de seus países às suas linguagens musicais. O estudo baseou-se na comparação musical analítica entre obras selecionadas - peças das col. For Children e Bagatelles de Bartók, o 2o movimento do Choros n. 10, com alguma incursão em peças da col. Cirandas de Villa- Lobos - e registros das melodias tradicionais nas quais foram inspiradas. Tais registros consistem em fonogramas e transcrições recolhidos ou acessados pelos próprios compositores. Procuramos evidenciar processos recorrentes de transformação impingidos a esses "originais" pelos compositores, trazendo à luz possíveis interpretações sobre suas formas de escuta e arranjo desses materiais. Embasaram essas discussões estudos biográficos dos compositores, com ênfase nas relações que estabeleceram com os movimentos nacionalista e modernista, e os vínculos sociais que tiveram com os povos ou grupos sociais produtores dos repertórios que os inspiraram. Tivemos como pano de fundo reflexões, advindas especialmente do campo da antropologia, sobre as profundas transformações paradigmáticas que caracterizaram a primeira metade do século XX em relação às formas de olhar (ou ouvir) um outro definido pela alteridade cultural. Nossos estudos indicaram que Bartók e Villa-Lobos encontraram soluções muito diferentes para problemáticas semelhantes, relacionadas tanto às suas abordagens individuais como aos contextos nos quais desenvolveram suas linguagens musicais. Partindo do corpus musical razoavelmente restrito e coeso dos repertórios tradicionais húngaros, a abordagem estruturalista de Bartók pressupõe o estudo aprofundado desses repertórios para a construção de sistemas de composição abstratos a partir de seus elementos musicais, dialogando de forma pioneira com estudos da mesma época no campo da antropologia e da linguística. Antagonicamente, em um país multicultural e de dimensões continentais, Villa-Lobos parte de uma vivência empírica com a música popular urbana, e de uma abordagem romântica em relação à livre apropriação aos repertórios tradicionais, o que acarreta esteticamente um uso menos sistemático e mais alusivo de seus elementos, que se superpõem e coexistem em sua obra. Paradoxalmente, a postura villalobiana permite olharmos para sua obra a partir de um viés pós-moderno sobre o entendimento da cultura
Título em inglês
Béla Bartók & Heitor Villa-Lobos: compositional approaches based on traditional repertoires
Palavras-chave em inglês
-
Resumo em inglês
This dissertation investigates the compositional approaches of Béla Bartók and Heitor Villa-Lobos as they make use of oral tradition or popular repertoires from their own countries to develop their musical languages. The research consisted on a comparative analysis involving selected works - pieces from For Children and Bagatelles collections by Bartók, the Choros n. 10 second movement and pieces from Cirandas collection - and the original sources from which they were inspired. These sources consist in phonograms and musical transcriptions collected or accessed by the composers themselves. Our main objective was to bring forward the recurring transformational processes instilled to these 'original' sources by the composers, suggesting possible interpretations for their ways of listening and adapting these sources. Such considerations were based on biographical studies of the composers, emphasizing their connections with the nationalistic and modernist artistic movements of their countries, and the social relations they established with the people and social groups originating the repertoires that inspired them. We especially sourced our assumptions on anthropological debates about the profound paradigmatic transformations which characterized the first half of the twentieth century as relating to the ways of seeing (or listening) to an other defined by cultural alterity. Our studies indicated that Bartók and Villa-Lobos found very different solutions for similar obstacles, related both to their individual approaches as well as to the contexts in which they developed their musical languages. Making use of the relatively narrow and restricted Hungarian traditional repertoires as a starting point, Bartók's structural approach involves the in-depth study of these repertoires to create abstract compositional systems based on their musical elements, adding his own voice to the studies developed concomitantly in the fields of anthropology and linguistics. Oppositely, living in a multicultural and immensely vast country, Villa-Lobos enjoyed an empirical experience with the urban popular music, and assumed a romantic outtake toward the random appropriation of elements from the traditional repertoires. This approach brings forward a less systematic and more allusive use of these musical elements, which superimpose and coexist in his work. Paradoxically, this way of working allows an interpretation of his work in dialogue with post-modern concepts about culture.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.