• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2018.tde-03102018-162143
Documento
Autor
Nome completo
Simone Denise Gardinali Navacinsk
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Nobre, Heloiza Helena Matos e (Presidente)
Kunsch, Margarida Maria Krohling
Neuberger, Waverli Maia Matarazzo
Oliveira, Roberto Joaquim de
Soares, Ismar de Oliveira
Soares, Murilo Cesar
Título em português
Comunicação Pública, Capital Social e Sustentabilidade: estudo etnográfico em uma OSCIP
Palavras-chave em português
Capital Social
Comunicação Pública
Flourishing
Organizações para o Interesse Público e Etnografia
Sustentabilidade e Complexidade
Resumo em português
O objetivo desta tese é analisar de que forma a Comunicação na perspectiva da Comunicação Pública poderá assumir a articulação e o debate para promover um novo paradigma em torno da sustentabilidade e de que forma o capital social está presente neste contexto. Adotamos como proposta para este estudo o pensamento complexo de Edgar Morin, que propõe uma abordagem transdisciplinar, propondo ver o mundo como um todo indissociável, no contexto, com traços inquietantes do emaranhado, da desordem, da ambiguidade, da incerteza, que para nós define as questões atuais referentes à Sustentabilidade. A pesquisa etnográfica nos permitiu observar no campo a presença de pressupostos da comunicação pública e de capital social e analisar as dinâmicas interativas e comunicativas no fato mais óbvio: o encontro e o relacionamento. Através da observação participante e de outros instrumentos de pesquisa aplicados com integrantes da OSCIP Rede Nossa São Paulo, foram colhidos os dados a fim de analisarmos a sua efetividade. A partir da constatação de que a problemática da sustentabilidade é de natureza políticoeconômica, acreditamos que a Comunicação Pública, regida pela força de múltiplos atores, se apresenta como uma nova proposta em torno da palavra-problema "sustentabilidade" e para a proposição de novas políticas públicas em torno dos problemas ou soluções concernentes a ela. O estudo pretende trazer contribuições para o avanço da área do conhecimento, prenchendo lacunas, a exemplo de novos estudos em torno do conceito de Flourishing, com o objetivo de ampliar as possibilidades de entendimento, crítica e alternativa diante do olhar reducionista e simplificador de como o problema da sustentabilidade vem sendo apresentado, além de trazer a possibilidade de reflexão acerca das práticas utilizadas pelas organizações do terceiro setor, que a partir do pressuposto de que estas têm a missão de ocupar o espaço público e dada a sua importância na condução do advocacy, possibilitam o debate em construção coletiva para problemas ligados ao interesse público e ao bem comum para o desenvolvimento da sustentabilidade. Assim, na Rede Nossa São Paulo nos deparamos com um modelo de comunicação pública e de capital social legítimos, modelo que poderá inspirar novos atores, organizações, instituições a revitalizarem o espaço público aberto para mudanças concretas, a partir de uma comunicação pública transparente, que promova a confiança, a cooperação, a reciprocidade e a participação a fim de encontrarmos respostas às grandes questões e complexidade que o termo sustentabilidade carrega.
Título em inglês
Public Communications, Social Capital, Sustainability: an ethnographic study in a Civil Society Organization of Public Interest (OSCIP).
Palavras-chave em inglês
Flourishing
Public Communication
Public Interest Organizations and Ethnography
Social Capital
Sustainability and Complexity
Resumo em inglês
The objective of this thesis is to analyse how Communication in the perspective of Public Communication can assume the articulation and debate to promote a new paradigm around sustainability and the way social capital is present in this context. We adopt as a proposal for this study the complex thought of Edgar Morin, who proposes a transdisciplinary approach, proposing to see the world as an indivisible whole, in the context, with disturbing traces of the entanglement, disorder, ambiguity, uncertainty that defines us the current issues related to Sustainability. The ethnographic research allowed us to observe in the field the presence of the presuppositions of public communication and social capital, and analyse the interactive and communicative dynamics in the most obvious fact: the encounter and the relationship. Through participatory observation and other applied research instruments with the members of the OSCIP Rede Nossa São Paulo, we collected data with the objective of analysing its effectiveness. Based on the fact that the issue of sustainability is political and economic in nature, we believe that Public Communication, governed by the force of multiple actors, is presented as a new proposal around the problem word "sustainability" and the proposition of new public policies around the problems or solutions concerning it. The study intends to bring contributions for the advancements of the knowledge area, filling in gaps, as example of new studies around the concept of Flourishing, aiming at expanding the possibilities of understanding, critique and alternative towards the reductionists and simplistic view of how the issue of sustainability is being presented, besides bringing the possibility of reflection about the practices used by third sector organizations, based on the presupposition they have the mission of occupying public space and given its importance of leading the advocacy, enabling the debate under collective construction for problems related to the public interest and the common good for the development of sustainability. Therefore, at Rede Nossa São Paulo we faced an authentic model of public communication and social capital, model that can inspire new actors, organizations, institutions to revitalize the public space to concrete changes, having as starting point a transparent public communication, which promotes confidence, cooperation, reciprocity and participation in order to find answers to great questions and complexity that the term sustainability holds.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.