• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2002.tde-30032004-123234
Documento
Autor
Nome completo
Elizabeth de Souza Lorenzotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Campedelli, Samira Youssef
Fernandes, Terezinha Fátima Tagé Dias
Mine, Elza Assumpcao
Título em português
"Do artístico ao jornalístico: vida e morte de um Suplemento - Suplemento literário de O Estado de S. Paulo (1956 a 1974)"
Palavras-chave em português
jornalismo
O Estado de S Paulo
suplemento cultural
suplemento literário
Resumo em português
O Suplemento Literário de O Estado de S. Paulo, idealizado por Antonio Candido de Mello e Souza e dirigido durante dez anos por Décio de Almeida Prado (1956-1966) viria a ser considerado o modelo de todos os cadernos culturais que o sucederam. Uma publicação independente e autônoma, não-jornalística, mas artística e literária inserida em um jornal, é um desafio ao entendimento do processo histórico do jornalismo brasileiro. Desde 1966 e até o fim, em 1974, a publicação foi editada por Nilo Scalzo. Ingerências conjunturais – o golpe militar de 64 e a ditadura --; profissionais (rivalidades entre críticos e jornalistas da redação), mas especialmente as transformações tecnológicas, a partir dos anos 70, que começaram a revolucionar a forma de se fazer jornal, contribuíram para a morte do Suplemento. Depois, vieram o Suplemento Cultural, o Cultura e o Caderno 2. Os novos tempos, velozes e imersos no consumo de massas, não comportam uma publicação não-jornalística, apensa a um jornal, com a tradição da crítica reflexiva e formativa.
Título em inglês
"From artistic to journalistic: life and death of a Supplement - Literary Suplement of O Estado de S. Paulo (1956 /1974)"
Palavras-chave em inglês
journalism
literary suplement
literature
O Estado de S Paulo
Resumo em inglês
The literary supplement of O Estado de S. Paulo, idealized by Antonio Candido de Mello e Souza and run for ten years by Décio de Almeida Prado (1956-1966), would become the standard to all cultural supplements that followed. An independent and autonomous publication, non-journalist but artistic and literary, inserted in a newspaper is a challenge to the understanding of the historical process of Brazilian journalism. Circumstantial interventions such as the military coup in 1964 and the dictatorship that followed; rivalry between journalists and critics, but specially the technological advances that started to appear in the seventies and that revolutionized the process of making a newspaper, contributed to the death of the supplement, in 1974. The new times, fast and emerged on the mass consumption, do not comport a non-journalistic publication with the tradition of being critical and reflexive.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Artjor.pdf (359.67 Kbytes)
Data de Publicação
2004-04-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.