• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2015.tde-19062015-144944
Documento
Autor
Nome completo
Ligia Maria Lima Andreatta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mondelli, Rafael Francisco Lia (Presidente)
Bombonatti, Juliana Fraga Soares
Prakki, Anuradha
Título em português
Variação da temperatura no interior da câmara pulpar em função de diferentes fontes de luz e camadas de resina composta. In vitro
Palavras-chave em português
Câmara pulpar
Resinas compostas
Temperatura
Resumo em português
Este estudo in vitro avaliou a variação da temperatura no interior da câmara pulpar durante a fotoativação do sistema adesivo e incrementos de resina composta em função de diferentes fontes de luz, testando as hipóteses nulas de que estes fatores não interferem na temperatura intra câmara pulpar. Foram selecionados 10 incisivos bovinos, seccionados na região radicular 3 mm além da junção amelocementária. Uma cavidade retangular (10X8mm) foi confeccionada no centro da face vestibular, com espessura padronizada do remanescente dentinário da parede axial em 1 mm. A câmara pulpar foi preenchida com pasta térmica e o sensor termopar tipo K foi introduzido na câmara em contato com o remanescente dentinário. A elevação da temperatura foi aferida durante 40s de fotoativação do sistema adesivo (SBMP) e dos 3 incrementos consecutivos de 1mm de resina composta (Z250), com diferentes fontes de luz. As fontes utilizadas foram: Luz Halógena 755mW/cm2 (Curing Light XL 3000 3M), Luz emitida de diodo (LED) de baixa densidade de potência 400 mW/cm2 (OptiLight LD Max - Gnatus), e LED de alta densidade de potência 1500mW/cm2 (VALO Ultradent). O LED de alta densidade de potência proporcionou os maiores aumentos de temperatura, seguido da luz halógena e do LED de baixa densidade de energia. A polimerização do sistema adesivo seguido do primeiro incremento de resina determinou os maiores aumentos de temperatura. A partir do segundo incremento da resina composta, o material restaurador atuou como isolante térmico reduzindo o aumento de temperatura. Independente da fonte de luz e etapa restauradora, o aumento no tempo de polimerização foi determinante no aumento de temperatura, rejeitando as hipóteses nulas testadas.
Título em inglês
In vitro temperature variation inside the pulp chamber regard different light sources and composite layers
Palavras-chave em inglês
Composites
Pulp chamber
Temperature
Resumo em inglês
This In vitro study evaluated the temperature variation inside the pulp chamber during the curing of the adhesive and composite layers with different light sources, testing the null hypothesis that these factors do not affect the temperature of the intra pulp chamber. Ten bovine incisors were selected and sectioned beyond the root region at 3 mm of the cementoenamel junction. A rectangular cavity (10x8mm) was made in the center of the buccal surface, with the remaining 1mm dentin thickness standardized at the axial wall. The pulp chamber was filled with thermal paste and a type K thermocouple sensor was introduced into the chamber in contact with the remaining dentin. The temperature was measured for 40s during the curing of the adhesive system (SBMP) and 3 consecutive layers of 1mm composite resin (Z250) was applied with three different light sources. The sources used were: Halogen Light 755mW/cm2 (Curing Light XL 3000 - 3M), Light emitted diode (LED) low power density 400 mW/cm2 (Optilight LD Max - Gnatus), and high power density LED 1500mW/cm2 (VALO Ultradent). For all light sources, the temperature readings decreased as the cavity was filled, with statistically significant differences until the second layer of composite resin. The high power density LED showed a significantly higher temperature average (42.78+1.56oC) than the other light sources, and the lowest was the average of the low power density LED (37.81+0.12oC). It could be concluded that both the light source, and the number of layers interfered with the temperature variation, rejecting the null hypotheses tested.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.