• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2012.tde-08012013-111620
Documento
Autor
Nome completo
Alvaro Hafiz Cury
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2012
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Jose Carlos (Presidente)
Atta, Maria Teresa
Machado, Maria Aparecida de Andrade Moreira
Sene, Fabio
Sgavioli, Claudia de Almeida Prado e Piccino
Título em português
Efeito potencial de uma goma de mascar experimental com cimento de ionômero de vidro em sua formulação
Palavras-chave em português
Ensaio clínico
Flúor salivar
Goma de mascar
Resumo em português
O objetivo desse estudo é o de avaliar o potencial efeito de uma goma de mascar (chiclete) experimental, que contém Cimento de Ionômero de Vidro (CIV), na prevenção da doença cárie. Metodologia: seleção de quinze crianças/adolescentes, com idade entre 06 e 19 anos, que necessitam da adoção de medidas de tratamento e prevenção à cárie. Após expresso Termo de Consentimento Livre e Esclarecido em participar, os sujeitos da pesquisa foram divididos aleatoriamente em três grupos distintos: Grupo A: goma de mascar experimental; Grupo B: goma de mascar neutra (placebo); Grupo C: selamentos convencionais não invasivos. Para a avaliação do potencial efeito preventivo à cárie foram realizadas repetidas avaliações clínicas e coleta de saliva total estimulada, para análises de pH, fluxo, capacidade tampão e concentração de flúor. Inspeções nas superfícies oclusais de molares e/ou prémolares foram realizadas por meio de minucioso exame clínico, documentação fotográfica com luz convencional, com luz fluorescente (Quantitative Light Fluorescence) e microscopia eletrônica de varredura, por meio de réplicas com silicona de adição, a fim de se constatar a presença de CIV nas áreas de cicatrículas e fissuras. Adicionalmente, foram aplicados questionários de perguntas e respostas aos responsáveis e aos próprios sujeitos da pesquisa, com objetivo de avaliar a aceitação da goma de mascar como veículo de finalidade terapêutica. Todas as análises foram feitas por pesquisadores independentes (exame cego). Resultados: as avaliações clínicas e fotográficas não demonstraram qualquer tipo de selamento das cicatrículas e fissuras de molares e/ou pré-molares bem como a análise de réplicas em microscopia eletrônica de varredura. No período avaliado, não foram identificadas áreas de remineralização com o uso de luz fluorescente. Os resultados laboratoriais demonstraram sinais favoráveis ao processo de remineralização dos tecidos dentários. Teste estatístico não paramétrico Kruskal-Wallis indicou significante aumento no fluxo e na capacidade tampão salivar, após o uso de uma goma de mascar e significante aumento da concentração de íons flúor salivar para os grupos A e C (p<0,05). De modo geral, os grupos A e B obtiveram boa receptividade. Conclusão: resultados apontam importantes indícios de um potencial remineralizante da goma com CIV. Esse atributo implica realização de futuros trabalhos com o veículo de liberação flúor utilizado nesse trabalho, especialmente se considerado o apelo comercial, a faixa etária média dos habituais usuários, a frequência e o tempo médio de permanência de uma goma de mascar na cavidade oral. Trabalhos em que os sujeitos da pesquisa tenham maior frequência de utilização (e não somente uma única ocorrência de uso), maior tempo de observação (estudo longitudinal), em diferentes apresentações e concentrações (diversos tipos de fluoretos), podem demonstrar que o uso de gomas de mascar, como veículo de liberação de flúor para a cavidade oral, é uma alternativa promissora às medidas de prevenção à cárie no potencial grupo de pacientes/consumidores.
Palavras-chave em inglês
Chewing gum
Clinical trial
Salivary fluoride
Resumo em inglês
The aim of this study is to evaluate the potential effect of a chewing gum containing experimental Glass Ionomer Cement (GIC) in preventing caries. Methodology: fifteen children / adolescents aged between 06 and 19 years old in need of treatment and prevention of dental caries were selected. After formal agreement to take part in the research, the participants were divided randomly into three groups: Group A: experimental gum; Group B: neutral gum (placebo); Group C: conventional noninvasive sealing. To assess the potential preventive effect on caries, repeated clinical assessments were carried out, as well as a collection of stimulated saliva for analysis of pH, flow, buffering capacity and fluoride concentration. In order to verify the presence of GIC in the areas of pits and fissures, inspections on the occlusal surfaces of molars and / or premolars were conduced by thorough clinical examination, photographic documentation with conventional light, fluorescent light (Quantitative Light Fluorescence) and scanning electron microscopy, using replicas with addition silicone. Additionally, volunteers and researchs staff were submitted to extensive questionnaires, aiming to evaluate the acceptance of chewing gum as a vehicle for therapeutic purposes. All analyses were conducted by independent researchers (blind review). Results: neither clinical and photographic assessments, nor analyses of replicas in scanning electron microscopy showed any kind of sealing pits and fissures of molars and / or premolars. During the specified period, any kind of remineralization was identified with the use of fluorescent light. Nevertheless, laboratory results showed favorable signs in the process of remineralization of dental tissues. Nonparametric statistical test Kruskal-Wallis indicated a significant increase in flow and buffering capacity of saliva after the use of chewing gum, and a significant increase in salivary fluoride concentration for groups A and C (p<0.05). As a general rule, groups A and B showed good responsiveness. Conclusion: the results showed significant evidence that gums containing GIC present a significant remineralizing potential. This attribute implies the realization of further researches making use of this vehicle for fluoride release, especially if we consider its commercial appeal, the average age of regular users, the frequency and mean duration of a chewing gum in the oral cavity. Works in which the subjects have a higher frequency of use (and not just a single instance of use), a longer observation time (longitudinal study), in different concentrations and presentations (different types of fluoride), demonstrate that the use of chewing gum as a vehicle for fluoride release into the oral cavity is a promising alternative for the prevention of tooth decay in a potential group of patients/consumers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.