• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2015.tde-24112015-093233
Documento
Autor
Nome completo
Ilana Santos Ramalho
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Pegoraro, Luiz Fernando (Presidente)
Brandini, Daniela Atili
Oliveira, Pedro Cesar Garcia de
Título em português
Avaliação clínica dos fatores etiológicos das lesões cervicais não cariosas
Palavras-chave em português
Abrasão dentária
Desgaste dentário
Erosão dentária
Resumo em português
O propósito desta pesquisa foi investigar a influência de diferentes fatores etiológicos na formação das lesões cervicais não cariosas (LCNCs). Essas lesões foram identificadas e classificadas de acordo com o grau de severidade e correlacionadas com os seguintes fatores: presença/ausência de facetas de desgaste e de biofilme, idade, gênero, hábitos alimentares, história médica, hábitos de higiene oral e hábitos parafuncionais. Foram avaliados 33 estudantes de graduação e pós-graduação, com idade variando entre 18 e 30 anos. A avaliação clínica constou de aplicação de índice de biofilme dental, exame clínico para identificação de LCNCs e de modelos de gesso para identificação de facetas de desgaste e aplicação de questionário. Os resultados mostraram que 25 indivíduos (75,7%) apresentaram, pelo menos, uma LCNC, com maior prevalência nas faces vestibulares, sendo os primeiros molares com maior número de lesões, seguidos pelos primeiros pré-molares; os incisivos foram os dentes com menor número de lesões; os pré-molares foram os dentes que apresentaram lesões com maiores escores de severidade; encontrou-se correlação direta entre a severidade das lesões e a idade (p=0,04; r=0,350) e entre facetas de desgaste e lesões (p<0,05; r=0,605). Dos 250 dentes com lesões cervicais, 217 (86,8%) apresentaram facetas de desgaste e 33 (13,2%) não apresentaram facetas, o que sugere a existência de relação significativa entre a presença de facetas e de lesões (p<0,05); foi encontrada, também, correlação inversa entre a presença de biofilme e o número e a severidade das lesões (p=0,02,r=-0,403; p=0,02; r=-0,426, respectivamente). Os fatores gênero, hábitos alimentares, história médica, hábitos de higiene oral e hábitos parafuncionais não foram diferenciais com relação à presença de LCNCs. Os resultados obtidos reforçam a teoria multifatorial para a etiologia dessas lesões.
Título em inglês
Clinical evaluation of etiological factors of noncarious cervical lesions
Palavras-chave em inglês
Tooth abrasion
Tooth erosion
Tooth wear
Resumo em inglês
The purpose of this research was to investigate the influence of different etiological factors in the formation of noncarious cervical lesions (NCCLs). These lesions were identified and classified according to the degree of severity and correlated with the following factors: presence/absence of wear facets and biofilm, age, gender, dietary habits, medical history, oral hygiene habits and parafunctional habits. Thirty-three undergraduate and graduate students were evaluated, with ages ranging from 18 to 30 years. Clinical evaluation consisted of dental biofilm index application, clinical examination to identify NCCLs and stone casts for identification of wear facets and questionnaire. The results showed that 25 individuals (75.7%) had at least one NCCL, with higher prevalence in buccal surfaces, the first molars with the higher number of lesions, followed by the first premolar; incisors were teeth with fewer lesions; premolars were teeth that had lesions with higher severity scores; direct correlation was found between severity of lesions and age (p=0.04, r=0.350), and between wear facets and lesions (p<0.05, r= 0.605); from 250 teeth with cervical lesions, 217 (86.8%) had wear facets and 33 (13.2%) had no facets, which suggests the existence of a significant relationship between the presence of facets and NCCLs (p<0.05); inverse correlation was found between the presence of plaque and the number and severity of NCCLs (p=0.02, r=- 0.403; p=0.02, r=-0.426, respectively). Gender, dietary habits, medical history, oral hygiene habits and parafunctional habits showed no significant differences regarding to the presence of NCCLs. The results support the multifactorial theory for the etiology of these lesions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.