• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2014.tde-07012015-084624
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Germano Gejão
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2014
Orientador
Banca examinadora
Lamonica, Dionisia Aparecida Cusin (Presidente)
Dutka, Jeniffer de Cassia Rillo
Fukuda, Marisa Tomoe Hebihara
Machado, Maria Aparecida de Andrade Moreira
Pinato, Luciana
Título em português
Habilidades do desenvolvimento infantil em crianças com Doença Falciforme: enfoque na linguagem
Palavras-chave em português
Anemia Falciforme
Avaliação
Desenvolvimento da linguagem
Desenvolvimento infantil
Resumo em português
A Doença Falciforme é uma alteração hemolítica hereditária do tipo autossômica recessiva com grande variabilidade clínica e importância epidemiológica envolvendo afrodescendentes. As complicações agudas estão relacionadas geralmente a vaso-oclusão, acarretando dores osteomioarticulares e abdominais e comprometimento crônico de múltiplos órgãos e sistemas. Estas complicações envolvem o sistema nervoso central, provocando acidentes vasculares encefálicos ou infartos cerebrais silenciosos. Há evidências de que o efeito cumulativo destas complicações, associado à fatores socioambientais e ao genótipo interferem no desempenho cognitivo, linguístico, pessoal-social e motor, levando a diminuição do rendimento acadêmico em idade escolar e repercutindo na qualidade de vida destes indivíduos. Os objetivos deste trabalho foram: verificar as habilidades do desenvolvimento infantil, com enfoque na linguagem, em pré-escolares com Doença Falciforme sem AVE comprovado em comparação com crianças saudáveis para a doença; verificar a influência dos aspectos motores, pessoais-sociais e cognitivos no desenvolvimento da linguagem; e verificar a influência de fatores socioambientais no desenvolvimento infantil. Trinta e quatro crianças (17 com Doença Falciforme - GDF e 17 saudáveis para a doença - Grupo controle: GC) com idade entre um ano e cinco anos e 11 meses, submeteram-se à avaliação das habilidades motoras, cognitivas, pessoais-sociais, linguísticas e psicolinguísticas por meio da aplicação dos seguintes instrumentos, de acordo com sua faixa etária: Teste de Screening do Desenvolvimento de DENVER-II; Early Language Milestone Scale; ABFW Teste de Linguagem Infantil Parte A (fonologia); Teste de Vocabulário por Imagem Peabody; e Teste Illinóis de Habilidades Psicolinguísticas. As crianças foram pareadas quanto à idade em anos e meses, sexo, nível socioeconômico e afrodescendência. Para análise estatística utilizou-se os Teste de Correlação de Spearman, de Mann-Whitney e de Fisher. O GDF apresentou resultados significativamente inferiores em habilidades de linguagem e psicolinguísticas relacionadas à fonologia, morfossintaxe, semântica, metalinguagem e memória de trabalho auditiva e visual, em relação ao GC. O vocabulário receptivo não apresentou alteração. Os resultados nas habilidades pessoal-social, motora grossa e motora fina-adaptativa demonstraram tendência de desempenho inferior para o GDF e correlação com o desempenho em habilidades de linguagem, indicando a influência dessas áreas no desenvolvimento de habilidades comunicativas. Déficits atencionais foram observados durante a realização das avaliações. Dados como idade no início da produção das primeiras palavras, número de internações, presença em pré-escola, independência em atividades de vida diária, nível socioeconômico e idade na avaliação tiveram correlação com o desempenho nas habilidades do desenvolvimento infantil, vocabulário receptivo, fonologia e habilidades psicolinguísticas, mostrando a influência dos fatores socioambientais no desenvolvimento destas crianças. As alterações observadas neste estudo, associadas às condições de saúde, podem acarretar prejuízos ao longo da vida desses indivíduos, com implicações negativas para o aprendizado escolar, vida profissional e qualidade de vida. Estudos longitudinais são importantes para acompanhar e prevenir os efeitos deletérios das Doenças Falciformes.
Título em inglês
Child development skills in sickle cell disease: focus on language
Palavras-chave em inglês
Child development
Evaluation
Language development
Sickle cell anemia
Resumo em inglês
The Sickle Cell Disease is an inherited autosomal recessive hemolytic alteration with great clinical variability and epidemiological importance involving african descent. Acute complications are usually related to vascular occlusion, causing musculoskeletal and abdominal pain and chronic involvement of multiple organs and systems. These complications involve the central nervous system, causing strokes or silent cerebral infarcts. There is evidence that the cumulative effect of these complications associated with environmental factors and genotype interfere with cognitive, language, personal-social and motor performance, leading to decreased academic performance at school age and reflecting on the quality of life of these individuals. The objectives of this study were to verify the child development skills, with a focus on language, in preschool children with sickle cell disease without proven stroke compared to healthy children for the disease; verify the influence of motor, personal-social and cognitive aspects on language development; and verify the influence of environmental factors on child development. Thirty-four children (17 with Sickle Cell Disease - SCDG and 17 without the disease - Control Group: CG) with chronological age between one and five years and 11 months, underwent assessment of motor, cognitive, personal-social, linguistic and psycholinguistic skills through the following instruments, according to their age: DENVER-II Developmental Screening Test; Early Language Milestone Scale; ABFW Teste de Linguagem Infantil- Part A (phonology); The Peabody Picture Vocabulary Test; and Illinois Test of Psycholinguistic Abilities. The children were matched for age in years and months, sex, socioeconomic status and african ancestry. It was used the Spearman correlation, Mann-Whitney and Fish tests for the statistical analysis. The SCDG, compared with the CG, showed significantly lower results in language and psycholinguistic skills related to phonology, morphosyntax, semantics, metalanguage, and verbal and visual work memory. The receptive vocabulary doesnt showed alterations. The results in personal-social, gross motor and fine-adaptive motor skills showed tendency to underperform for SCDG and correlation with the performance in language skills, indicating the influence of these areas in the development of communication skills. Attentional deficits were observed during the conduct of evaluations. Data such as age at first words production onset, number of hospitalizations, attendance at pre-school, independence in daily living, socioeconomic status and age at assessment activities were correlated with performance on the child development skills, receptive vocabulary, phonology and psycholinguistic skills, showing the influence of environmental factors in the development of these children. The changes observed in this study, associated with health conditions, can cause damage throughout the life of these individuals, with negative implications for school learning, work and quality of life. Longitudinal studies are important to monitor and prevent the deleterious effects of sickle cell disease.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.