• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2007.tde-15102007-113553
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Julianelli de Araújo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2007
Orientador
Banca examinadora
Bastos, José Roberto de Magalhães (Presidente)
Pereira, Antônio Carlos
Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales
Título em português
Avaliação da prevalência de desgaste dentário em pacientes portadores de transtornos alimentares
Palavras-chave em português
Erosão de dente
Prevalência
Transtornos da alimentação
Resumo em português
Os transtornos alimentares são definidos como desvios do comportamento alimentar que podem levar à caquexia ou à obesidade, entre outros problemas físicos e incapacidades. Corresponde aos diagnósticos de Anorexia Nervosa (AN), Bulimia Nervosa (BN) e o Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica (TCAP). Este estudo objetivou avaliar a prevalência e a severidade de desgaste dentário de pacientes atendidos pelo GRATA (Grupo de Assistência aos Transtornos Alimentares) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP (HCFMRP - USP). A amostra foi composta por 30 pacientes com transtornos alimentares atendidos no GRATA. O instrumento de coleta de dados utilizado foi um questionário com perguntas estruturadas dividido em duas etapas: a primeira contendo informações relacionadas à identificação dos pacientes; a segunda parte para identificar hábitos presentes na rotina diária dos pacientes, abrangendo questões sobre cuidados com higiene bucal, hábitos bucais e alimentares, a fim de detectar as associações com os diferentes graus de desgaste dentário, utilizando o índice IDD adaptado. Procedeu-se a análise estatística por meio de freqüências absolutas e relativas. O teste de Mann Whitney (p<0,05) foi utilizado para amostras independentes. Verificou-se neste estudo que todos os pacientes portadores de transtornos alimentares apresentaram algum grau de desgaste dentário, sendo que a superfície dentária mais acometida foi à superfície oclusal/incisal com uma severidade de desgaste dentário em dentina correspondendo a 66,7%. Com relação à superfície vestibular observou-se que 13,3% apresentaram desgaste dentário grau 4. Na superfície lingual apresentou uma prevalência de desgaste dentário com comprometimento pulpar de 13,4%. O fator ranger e apertar os dentes apresentou-se uma associação significativa com o desgaste dentário na superfície oclusal (p= 0,02 e p= 0,01 respectivamente). Assim, concluiu-se que pacientes portadores de transtornos alimentares podem apresentar desgaste dentário em diferentes graus. O cirurgião-dentista pode contribuir no diagnóstico, na prevenção e no tratamento de alterações dentárias, proporcionando benefícios à saúde bucal e geral destes pacientes.
Título em inglês
Evaluation of prevalence of tooth wear in patients with eating disorders
Palavras-chave em inglês
Eating disorders
Prevalence
Tooth erosion
Resumo em inglês
Eating disorders are defined as deviations in eating habits that may lead to cachexy or obesity, besides other physical problems and inabilities. It corresponds to diagnoses of Anorexia, Bulimia and Binge Eating Disorder. This study evaluated the prevalence and severity of tooth wear in patients assisted at GRATA (Group of Assistance to Eating Disorders) of the Clinics Hospital of Ribeirão Preto Medical School - USP (HCFMRP-USP). The sample included 30 patients with eating disorders assisted at GRATA. Data were collected with aid of a questionnaire containing structured questions, divided into two sections; the first contained information related to patient identification, and the second aimed to identify habits in the daily routine of patients, including questions on oral hygiene, oral and feeding habits, to investigate the association with different degrees of tooth wear, using the adapted tooth wear index (TWI). The results were statistically analyzed by absolute and relative frequencies. The Mann Whitney test for independent samples was applied (p<0.05). All patients with eating disorders in this study presented some degree of tooth wear; the occlusal/incisal tooth aspect was the most affected, with severity of tooth wear in dentine corresponding to 66.7%. Concerning the buccal aspect, 13.3% exhibited some tooth wear degree 4. The lingual surface presented prevalence of tooth wear with pulp involvement of 13.4%. The habit of tooth clenching and grinding had significant association with tooth wear on the occlusal aspect (p=0.02 and p=0.01, respectively). Thus, it was concluded that patients with eating disorders may present tooth wear of different degrees. The dentist may contribute with diagnosis, prevention and treatment of tooth alterations, providing benefits to the oral and general health of these patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.