• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2003.tde-15032005-164318
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Cardoso de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2003
Orientador
Banca examinadora
Granjeiro, Jose Mauro (Presidente)
Duarte, Marco Antonio Hungaro
Garcia, Roberto Brandao
Título em português
"Avaliação microscópica e bioquímica comparativa da membrana de osso cortical bovino desmineralizado, tratada ou não com tetraciclina, implantada em subcutâneo de ratos"
Palavras-chave em português
osso e ossos
periodonto de inserção
periodonto de proteção
regeneração tecidual guiada
Resumo em português
O tratamento de defeitos ósseos tem sido um grande obstáculo para as áreas de ortopedia e odontologia, motivando inúmeros estudos na busca por técnicas ou substitutos ósseos adequados. Especificamente na odontologia, um problema comum é o crescimento do epitélio juncional da gengiva, que possui velocidade de proliferação maior que os tecidos constituintes do periodonto de sustentação (osso alveolar, ligamento periodontal e cemento), prejudicando a regeneração desses tecidos. No sentido de contornar essa dificuldade foi proposto a utilização de membranas ou barreiras biológicas para impedir o epitélio de proliferar e ocupar o espaço onde se deseja a regeneração periodontal, caracterizando a técnica denominada de Regeneração Tecidual Guiada (RTG). Nosso propósito foi avaliar histológica e bioquimicamente a resposta celular e absorção da membrana obtida de osso cortical bovino desmineralizado, impregnada ou não com tetraciclina, colocada em subcutâneo de ratos. Os períodos analisados foram de 1, 3, 7, 15, 30 e 60 dias após a colocação do material, usando um total de 120 animais. Os resultados histológicos mostraram para ambas membranas, uma resposta inflamatória de moderada à intensa nos períodos iniciais (1 e 3 dias), moderada nos períodos de 7 e 15 dias, e que diminuiu marcadamente nos dois períodos finais (30 e 60 dias). A reabsorção da membrana foi observada à partir de 15 dias pós-implantação, sendo que após 60 dias, apenas resquícios foram detectados em alguns animais. Os resultados da atividade enzimática mostrou diferenças entre os dois grupos nos períodos iniciais (1, 3 e 7 dias) indicando que a tetraciclina influenciou a resposta celular à membrana modificando a atividade das enzimas lisossomais. Concluímos que a membrana Gen-derm® mostrou-se bem tolerada pelos tecidos sendo completamente reabsorvida após 30-60 dias por células mononucleadas e células gigantes multinucleadas que desaparecem ao final do processo. A impregnação da membrana com tetraciclina não provocou nenhuma mudança histológica aparente, mas modificou significativamente a atividade específica das enzimas analisadas nos períodos iniciais, em particular das enzimas lisossomais.
Resumo em inglês
Guided tissue regeneration, the procedure in witch a barrier is used to keep the epithelium away from root surfaces, has been shown to partially regenerate lost periodontal tissue with new bone, periodontal ligament, and cementum. Several materials, both nonabsorbable and biosorbable barriers have been develop in an attempt to achieve complete periodontal regeneration. More recently, the membrane barriers have also been applied for regenerating bone surrounding peri-implant defects, in the so-called guided bone regeneration. Despite the actual knowledge on the collagen-derived membranes, little information about cellular response to bovine demineralized bone membranes is available. The aim of this study was to evaluate the cellular response and to verify the enzymatic active to organic membrane derived from bovine bone implanted in rat subcutaneous. 120 rats were killed 1, 3, 7, 15, 30 and 60 days post membrane implantation. Microscopic analysis focused the inflammatory response and the membrane integrity during the experimental time. At 7 and 15 days after implantation was observed a moderate inflammatory response, which decreased to the end of experiment. Membrane bioabsorption started 15 days post implantation and just few small pieces last after 60 days. Sparse multinucleated macrophages were observed during the periods, almost disappearing after 60 days. Lisossomal enzyme markers (lisossomal acid phosphatase, arylsulfatase and b-hexosaminidase) and alkaline phosphatase were more active during the first 3 days post-implantation and are not involved in the membrane aborption. The membrane derived from demineralized bovine bone did not induce an immunologic or allergic response and was almost completely absorbed after 60 days.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.