• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2009.tde-26052009-104802
Documento
Autor
Nome completo
Maria Carolina Vaz Goulart
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Lara, Vanessa Soares (Presidente)
Hanemann, João Adolfo Costa
Taveira, Luis Antonio de Assis
Título em português
Hiperplasia papilar: análise quantitativa de Candida albicans no revestimento epitelial e sua correlação com as características microscópicas
Palavras-chave em português
Candida albicans
Estomatite sob prótese
Hiperplasia
Mucosa bucal
Resumo em português
A Hiperplasia Papilar (HP) é considerada uma forma de candidose bucal, em especial uma forma de estomatite por dentadura, tipo III segundo a classificação de Newton (1962), a qual obedece a critérios clínicos e microscópicos. Sua etiologia é ainda pouco esclarecida, mas diversos fatores têm sido associados, tais como próteses dentárias mal adaptadas, má higiene oral, material utilizado na confecção das próteses resultando em hipersensibilidade, trauma, imunodeficiência e o fungo Candida albicans. A aderência e a invasão deste fungo no tecido epitelial já foram comprovadas e relatadas na literatura, entretanto ainda não há trabalhos que identifiquem a presença e a localização exata do fungo C. albicans no revestimento epitelial das lesões de HP. Os linfócitos T e os macrófagos são as principais células envolvidas no mecanismo de defesa do hospedeiro contra leveduras do gênero Candida, contudo é necessário estabelecer uma relação entre a presença do fungo e as alterações epiteliais, bem como o tipo e intensidade do infiltrado inflamatório presente nas HPs. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a presença de Candida albicans no revestimento epitelial de lesões de HP, por meio de imunofluorescência, e correlacionar os valores quantitativos obtidos com as características demográficas, do epitélio e do infiltrado inflamatório subepitelial. Mucosa palatal normal foi utilizada como controle. A análise estatística comparativa múltipla entre o número médio de fungos nos diferentes grupos experimentais (Grupo HP e Grupo controle) foi obtida pelo teste de Mann Whitney, e a correlação do número médio de Candida albicans imunomarcadas com as características do revestimento epitelial e do infiltrado inflamatório subepitelial por meio do teste de Spearman. Em ambos os testes, foram adotados o nível de significância de 5% (p<0,05). Apenas as lesões de HP demonstraram a presença de C. albicans, e o número médio foi de 14 C. albicans/mm2. Não se observou correlação entre o número médio de C. albicans e as diferentes características epiteliais ou do infiltrado inflamatório subjacente ou ainda as características demográficas.
Título em inglês
Papillary hyperplasia: quantitative analysis of Candida albicans in the lining epithelium and its correlation with the microscopic characteristics.
Palavras-chave em inglês
Candida albicans
Denture stomatitis
Hyperplasia
Mouth mucosa
Resumo em inglês
The papillary hyperplasia (PH) is considered a form of oral candidosis, in particular a form of denture stomatitis, type III according to the classification of Newton (1962), which fulfills the clinical and microscopic criteria. Its etiology is still unclear, but several factors have been associated, such as prostheses poorly adapted, poor oral hygiene, material used in the manufacture of prostheses resulting in hypersensitivity, trauma, immune and fungus Candida albicans. The adhesion and invasion of this fungus in the epithelial tissue have been demonstrated and reported in the literature, however there is not a work to identify the presence and exact location of the fungus C. albicans in the epithelial lining of the lesions of PH. T-lymphocytes and macrophages are the main cells involved in host defense mechanism against the yeast of Candida, however it is necessary to establish a relationship between the presence of the fungus and the epithelial changes, and the type and intensity of inflammatory infiltrate present in PHs. This study aimed to evaluate the presence of Candida albicans in the epithelial lining of lesion of PH, by immunofluorescence and to correlate the quantitative values obtained with the demographic characteristics, the epithelium and the subepithelial inflammatory infiltrate. Normal palatal mucosa was used as control. Comparative statistical analysis between the multiple number of fungi in different experimental groups (PH group and Control group) was obtained by Mann Whitney test, and correlation of the average number of Candida albicans immunomarked with the characteristics of the epithelial lining and subepithelial inflammatory infiltrate by Spearman test. In both tests were used a significance level of 5% (p <0.05). Only the lesions of PH demonstrated the presence of C. albicans, and the average number was 14 C. albicans/mm2. There was no correlation between the average number of C. albicans and the different characteristics of epithelial or underlying inflammatory infiltrate or demographic characteristics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-06-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.