• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2004.tde-23032006-090421
Documento
Autor
Nome completo
Maria Fernanda Martins e Ortiz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2004
Orientador
Banca examinadora
Taveira, Luis Antonio de Assis (Presidente)
Esberard, Roberto Miranda
Francischone, Telma Regina da Cunha Gobbi
Janson, Guilherme dos Reis Pereira
Weinfeld, Ilan
Título em português
"Influência dos bisfosfonatos na movimentação dentária induzida, na freqüência e nas dimensões das reabsorções radiculares associadas"
Palavras-chave em português
cemento dentário
dentina
patologia bucal
Resumo em português
Os bisfosfonatos constituem reconhecidamente potentes inibidores da reabsorção óssea. O presente estudo objetivou testar a hipótese de que a incorporação dos bisfosfonatos à dentina e ao cemento, durante a odontogênese e a rizogênese, aumentaria a resistência às reabsorções dentárias. Administrou-se o alendronato na dosagem de 1mgP/Kg, duas vezes por semana, por via oral, em 89 ratos da linhagem Wistar (Rattus norvegicus, albinus), divididos em quatro grupos submetidos à movimentação dentária induzida por 0, 3, 5 e 7 dias, previamente à morte dos animais. O aparelho ortodôntico consistiu em uma mola fechada ancorada aos incisivos superiores, movimentando mesialmente o primeiro molar superior esquerdo. Submeteram-se cada um dos grupos a diferentes protocolos de medicação antes da instalação do dispositivo ortodôntico, que assim constituíram-se: Grupo Controle, não recebeu o bisfosfonato; Grupo Experimental, submetido à medicação com alendronato desde a concepção e fase intrauterina até o final do experimento, aos três meses de vida; Grupo Ensaio 1, submetido ao alendronato desde a concepção e fase intrauterina até o segundo mês de vida, quando se interrompeu a medicação, um mês previamente à data da morte dos animais deste grupo e Grupo Ensaio 2, submetido ao alendronato no quarto mês de vida, já na idade adulta, por um período de três meses e meio. Realizou-se a análise microscópica por meio de cortes longitudinais dos molares destes murinos, sendo que na região cervical da raiz mesial observa-se os fenômenos produzidos por uma força suave ou moderada e na região cervical da raiz distal, os fenômenos produzidos por força intensa. Esta análise microscópica utilizando escores, os resultados dos testes estatísticos Quiquadrado, Kruskal-Wallis, Dunn e índice Kappa nos permitiram as seguintes constatações: a) os níveis de reabsorções radiculares apresentaram-se significantemente reduzidos; b) não se observaram influências destes medicamentos no tecido ósseo, nos fenômenos celulares, teciduais ou no ligamento periodontal durante o movimento ortodôntico. Deste modo pudemos concluir que: 1. quando da administração dos bisfosfonatos, do tipo alendronato, desde o início da odontogênese, ou mais especificamente durante a rizogênese, a incorporação deste medicamento à dentina e ao cemento pode aumentar a resistência radicular às reabsorções radiculares associadas a movimentação dentária induzida e, por extensão, às promovidas pelos traumatismos dentários; 2. a medicação prolongada e supervisionada com bisfosfonatos, do tipo alendronato, não altera a movimentação dentária induzida, mesmo quando da sua incorporação no tecido ósseo, pois não modifica as propriedades mecânicas do osso.
Título em inglês
The influence of bisphosphonates on induced tooth movement and root resorption
Resumo em inglês
Bisphosphonates are a class of drugs acknowledged for their ability to prevent bone resorption. The presented study tested the following hypothesis: Could bisphosphonates prevent root resorption once incorporated into dentin or cementum? 89 Wistar rats (Rattus norvegicus, albinus) with and without bisphosphonate medication, alendronate, at a dosage of 1mgP/Kg twice-weekly, were submitted to induced tooth movement for 0, 3, 5 and 7 days. The orthodontic appliance consisted of a coil spring moving the fist left molar foreword supported by the incisor. The rats were divided into 4 groups and submitted to different protocols of medication. The Control Group received no medication whatsoever; Experimental Group 1 was submitted to alendronate intake since intrauterine life until the end of the experiment; Experimental Group 2 received alendronate during intrauterine life until the 60th day of life. A month after medication interruption the molars were moved prior to rats sacrifice. Experimental Group 3, consisted of a group of adult rats alendronate treated after the third month of life until the seventh, when dental movement took place. Microscopic and statistical analysis revealed that animals submitted to alendronate therapy presented significantly reduced amounts of root resorption. There was no further influence of alendronato on bone structure during induced tooth movement. These results allow us to conclude that the use of bisphosphonates, alendronate, to be more specific, may increase the resistance to root resorption during induced tooth movement or even due to traumatisms.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.