• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2003.tde-21032005-135504
Documento
Autor
Nome completo
Mariza Akemi Matsumoto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2002
Orientador
Banca examinadora
Taveira, Luis Antonio de Assis (Presidente)
Consolaro, Alberto
Kawakami, Roberto Yoshio
Nary Filho, Hugo
Sanches, Márcio Giampietro
Título em português
Avaliação da resposta tecidual frente a diferentes materiais de fixação em enxertos ósseos autógenos: análise microscópica morfológica
Palavras-chave em português
análise morfológica
enxerto ósseo
microscopia
Resumo em português
Os enxertos ósseos autógenos têm sido largamente empregados para a reconstrução de rebordos atróficos. A fixação destes enxertos é fundamental no fenômeno de reparação óssea, propiciando a incorporação ao leito receptor e rápida revascularização. Placas e parafusos sintéticos reabsorvíveis têm sido desenvolvidos na tentativa de minimizar alguns pontos negativos dos materiais metálicos rotineiramente utilizados para esta finalidade. O presente estudo avaliou comparativamente as condições ósseas locais de enxertos ósseos autógenos oriundos da região mentoniana quando em contato com parafusos de ácido poliglicólico (PGA)/ácido poli (L-láctico) (PLA) e de titânio. Para esta avaliação, participaram sete pacientes apresentando atrofias maxilar e mandibular severas, impossibilitando a reabilitação com implantes osteointegráveis. Após quatro meses das cirurgias de enxerto, as áreas onde se localizavam os parafusos de teste foram biopsiadas com brocas trefinas, obtendo-se os espécimes a serem submetidos a procedimento histotécnico de rotina e corados em H.E. e Tricrômico de Mallory para avaliação morfológica em microscopia óptica de luz. A partir desta análise observouse, adjacente aos parafusos de titânio, tecido ósseo viável, com eventuais áreas recobertas por células de revestimento e ausência de reabsorção. Adjacente aos parafusos reabsorvíveis, o tecido ósseo também apresentou viabilidade morfológica, porém, com presença de extensa faixa de tecido conjuntivo fibroso interposto, e eventuais células gigantes. Estes resultados sugerem que ambos os métodos de fixação proporcionaram condição de reparo no local de enxertos, contudo, os parafusos reabsorvíveis induziram reação inflamatória mais extensa que os de titânio, caracterizada por reação tipo corpo estranho.
Título em inglês
Evaluation of tissue response due to different fixation materials in autogenous bone grafts: microscopic morphological analysis
Resumo em inglês
Autogenous bone grafts have been largely used for the reconstruction of severely atrophic ridges. The fixation of these grafts plays an important role in bone graft repair, leading to the integration to the receptor bed and early revascularization. Resorbable plates and screws are being developed in an attempt to minimize some negative aspects of the metallic devices routinely used in this procedure. The present work evaluated comparatively local bone conditions of autogenous grafts retrieved from the chin, in contact with polyglicolic / poly (L-lactic) acid and titanium screws. Seven patients presenting severe maxillary atrophy, unabling rehabilitation with endosseous implants, participated in this study. After four months of the grafting, the regions containing the test screws were biopsied using trephine bur, the specimens retrieved undergone histological routine procedures, and stained with HE and Mallory Trichromic to be morphologically evaluated under light microscopy. From this analysis, viable bone tissue was noted around the titanium screws, eventually presenting lining cells with no signs of resorption. Around the resorbable screws, viable bone tissue was also observed, although, presenting a thick layer of connective tissue interposed between the screw and the bone, and eventual foreign body giant cells. These results suggest that both fixation method provided good condition of local repair, however, the resorbable screws induced a longer inflammatory phase than the titanium screws, characterized by foreign body reaction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarizaAMatsumoto.pdf (2.76 Mbytes)
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.