• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2002.tde-27112004-101143
Documento
Autor
Nome completo
Fabrício Pinelli Valarelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2001
Orientador
Banca examinadora
Janson, Guilherme dos Reis Pereira (Presidente)
Cuoghi, Osmar Aparecido
Pinzan, Arnaldo
Título em português
Estabilidade a longo prazo do tratamento sem extração da mordida aberta anterior, na fase da dentadura permanente
Palavras-chave em português
cefalometria (Odontologia)
mordida aberta
Resumo em português
O objetivo desse estudo foi avaliar cefalometricamente a estabilidade do tratamento sem extração da mordida aberta anterior realizado na dentadura permanente, após um período médio de 5 anos do término do tratamento. O grupo experimental consistiu de 21 pacientes que foram tratados com aparelho fixo, técnica de Edgewise, e que foram radiografados em três períodos: no início do tratamento (T1); imediatamente após o término do tratamento (T2); e após 5 anos, em média, do término do tratamento (T3). Foram utilizados dois grupos controle. O primeiro, em idade compatível ao grupo experimental no início do tratamento, serviu apenas para caracterizá-lo. O segundo grupo controle, de oclusão normal, apresentava um acompanhamento longitudinal, compatível ao período pós-tratamento, que foi utilizado para comparação das alterações entre ambos, nesse intervalo de tempo. As diferenças ocorridas entre as fases intra-grupo experimental foram analisadas pelo teste t pareado e as alterações pós-tratamento foram comparadas com as alterações do segundo grupo controle pelo teste t independente. Os resultados demonstraram uma recidiva estatisticamente significante da mordida aberta ao final do período pós-tratamento. Os principais fatores que contribuíram para a recidiva foram o menor desenvolvimento vertical dos incisivos superiores e inferiores, no período póstratamento. Entretanto, 61,9% dos casos tratados apresentaram resultados da correção da mordida aberta “clinicamente estáveis”. Nem a magnitude inicial da mordida aberta anterior, nem a quantidade total de correção da má oclusão, mostraram-se correlacionadas com a recidiva do tratamento.
Título em inglês
Stability of anterior open bite non-extraction treatment in the paermanent dentition
Palavras-chave em inglês
cephalometry (dentistry)
open bite
Resumo em inglês
The purpose of this study was to cephalometrically evaluate the longterm stability of anterior open bite non-extraction treatment in the permanent dentition after a mean period of 5 years. The experimental group consisted of 21 patients who had undergone orthodontic treatment with fixed appliances from whom cephalometric headplates were obtained at the pretreatment (T1), posttreatment (T2) and postretention (T3) stages. Two control groups were employed. The first, with a compatible age to the experimental group before treatment, was used only to characterize it. The second control group, with normal occlusion, was longitudinally followed, in a time period compatible to the posttretention period and was used for comparison of the changes between them, during this period. The differences between the observation stages in the experimental group were analyzed with paired t tests and the postretention changes were compared to the changes of the second control group with independent t tests. Results demonstrated a statistically significant relapse of the open bite at the end of the postretention period. The primary factors that contributed for the relapse were the smaller vertical development of the maxillary and mandibular incisors in the postretention period. However, 61,9% of the sample presented a “clinically stable” open bite correction. Neither the pretreatment anterior open bite amount or the magnitude of correction were associated with the long-term stability of the final treatment results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FabricioValarelli.pdf (1.10 Mbytes)
Data de Publicação
2004-12-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.