• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2005.tde-11082005-115432
Documento
Autor
Nome completo
Marcos dos Reis Pereira Janson
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2004
Orientador
Banca examinadora
Pinzan, Arnaldo (Presidente)
Dainesi, Eduardo Alvares
Freitas, Marcos Roberto de
Título em português
Influência das características cefalométricas na proporção de sucesso do tratamento da Classe II com extrações de dois e de quatro pré-molares
Palavras-chave em português
cefalometria
maloclusão de angle classe II
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi comparar as características e as alterações cefalométricas dos casos de Classe II, divisão 1, completa, tratados com a extração de 2 e 4 pré-molares e verificar a influência das características cefalométricas nos resultados oclusais, avaliados pelo IPT. A amostra constituiu-se de telerradiografias iniciais e finais de 98 pacientes, que apresentavam Classe II completa bilateral e que foram tratados com uma das duas formas propostas. Esses pacientes foram divididos em dois grupos. O grupo 1 foi composto por 55 pacientes sendo 31 do gênero masculino e 24 do gênero feminino, com idade média de 12,97 anos que foram tratados com a terapêutica utilizando extrações dos dois pré-molares superiores. O grupo 2 foi constituído por 43 pacientes, 25 do gênero masculino e 18 do feminino, com idade média de 12,98 anos, e foram tratados com extrações de quatro prémolares. Como a presença de apinhamento ântero-inferior pode influenciar na decisão de extrações no arco inferior, os grupos foram divididos em subgrupos que não apresentavam apinhamento ao início do tratamento. A comparação entre os grupos e subgrupos foi realizada por meio do teste t. Compararam-se as variáveis cefalométricas ao início, suas alterações com o tratamento e ao término, entre os dois grupos. O grupo com extração de 4 pré-molares apresentou menor comprimento das bases apicais, padrão facial mais vertical e perfis ósseo e tegumentar mais convexos. Para avaliar se o padrão de crescimento, o relacionamento ântero-posterior e o comprimento das bases ósseas apicais apresentavam relação com os resultados oclusais obtidos, foi realizado o teste de correlação de Pearson. No grupo com extração de 4 prémolares houve maior extrusão dos incisivos superiores e os incisivos inferiores sofreram maior retrusão e inclinação lingual. O relacionamento ântero-posterior interdentário obtido foi melhor no grupo com extração de dois pré-molares. O perfil facial nos dois grupos se assemelhou ao final do tratamento. A presença ou não de apinhamento dentário não influenciou os resultados do relacionamento ântero-posterior interdentário. O padrão facial, a convexidade facial e o comprimento das bases ósseas apresentado no início do tratamento não apresentaram correlação com a proporção de sucesso oclusal obtido.
Resumo em inglês
The purpose of this investigation was to compare the cephalometric characteristics and changes of Class II, division I malocclusion patients treated with either two or four premolar extractions, and to evaluate the influence of the initial cephalometric characteristics in the occlusal results, as evaluated with the TPI. Group 1 consisted of 55 patients treated with two premolar extractions, with a mean age of 12.97 years and group 2 consisted of 43 patients treated with four premolar extractions, with a mean age of 12.98 years. These groups were also subdivided in non-crowded groups because crowding can influence the extraction decision in the mandibular arch. Group and subgroup pre-reatment, posttreatment and the treatment changes of the variables were compared by means of the t test. Correlation between facial pattern, anteroposterior relationship and apical base length with the oclusal results were investigated with Pearson´s correlation coefficient. Group 2 presented smaller apical base length, more vertical growth pattern and more convex bone and soft tissue profiles. It also presented a greater extrusion of the maxillary incisors and the mandibular incisors had a greater retrusion and lingual inclination. Group 1 presented a better anteroposterior interdental relationship. Facial profile was similar between both groups at the end of treatment. The absence of crowding did not influence the interdental anteroposterior relationship. Facial pattern and convexity and apical base length were not correlated with the occlusal success rate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.