• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2003.tde-18032005-154702
Documento
Autor
Nome completo
Nádia da Rocha Svizero
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2003
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ricardo Marins de (Presidente)
Atta, Maria Teresa
Daher, Maria Cecilia Veronezi
Título em português
Infiltração marginal em restaurações classe V de resina composta: influência da base e da técnica de fotoativação
Palavras-chave em português
infiltração dentária
restauração com material estético
Resumo em português
Avaliou-se a infiltração marginal em cavidades classe V restauradas com resina composta, utilizando-se diferentes bases de cimentos de ionômero de vidro e diferentes técnicas de fotoativação. As cavidades foram confeccionadas na face vestibular da raiz de 120 dentes bovinos, apresentando 4mm de altura, 3mm de largura e 1,5mm de profundidade. Os dentes foram divididos em 12 grupos, de acordo com o tipo de base (cimento de ionômero de vidro modificado por resina ou convencional) e com a técnica de fotoativação (convencional, rampa, pulso e alta intensidade). Grupos 1, 4, 7 e 10- Single Bond + Z100; grupos 2, 5, 8 e 11- CIVMR (Vitrebond) + Single Bond + Z100; grupos 3, 6, 9 e 12- CIV convencional (Ketac Bond) + Single Bond + Z100. Os grupos 1, 2 e 3 foram fotoativados pela técnica convencional e os demais grupos pelas técnicas em rampa (4, 5 e 6), por pulso (7, 8, 9) e alta intensidade (10, 11, 12). A base de cimento de ionômero de vidro apresentou-se com 0,5mm de espessura e a resina composta foi inserida em um único incremento. As técnicas de fotoativação, com diferentes intensidades de luz, foram empregadas da seguinte forma: 450mW/cm2 por 40s (convencional), 100 a 800mW/cm2 por 15s + 800mW/cm2 por 25s (rampa); 200mW/cm2 por 3s + 3 minutos espera + 30s a 600mW/cm2 (pulso); 1600mW/cm2 por 3s (alta intensidade). Após o acabamento e polimento das restaurações, os espécimes foram submetidos à termociclagem (500 ciclos a 5oC e 55oC, 60s em cada banho) e imersos em fucsina básica a 0,5% por 4h. As restaurações foram seccionadas e, após a seleção do corte de maior infiltração, as imagens foram digitalizadas para a avaliação da penetração do corante, em milímetros, através do programa de computação Image Tool. A análise estatística, realizada pela ANOVA a dois critérios e pelo teste de Tukey, não mostrou diferença estatisticamente significativamente entre as técnicas de fotoativação convencional e graduais (rampa e pulso). A técnica de alta intensidade revelou maior infiltração marginal, quando comparada às técnicas convencional, rampa e pulso. Não foi observada diferença significante entre as duas bases de cimento de ionômero de vidro utilizadas, porém, na sua ausência, observaram-se índices significativamente maiores de infiltração. Concluiu-se que as técnicas de fotoativação gradual (rampa e pulso) não foram capazes de minimizar a infiltração marginal, quando comparadas à técnica convencional. A utilização de uma base de cimento de ionômero de vidro sob a resina composta minimiza a infiltração marginal, enquanto que o emprego da técnica de fotoativação com alta intensidade de luz proporciona uma maior infiltração, não contribuindo para uma adequada integridade marginal em restaurações classe V de resina composta, com margens localizadas em dentina.
Título em inglês
Marginal leakage in class V resin composite restorations: influence of the liner and the curing technique
Resumo em inglês
The purpose of this in vitro study was to evaluate the influence of different glass ionomer cement liners and curing techniques on the microleakage of resin composite restorations. Class V root cavities were prepared in the buccal surfaces of 120 bovine incisors. The specimens were divided into twelve groups of ten each, according to the liner and to the curing technique employed. Group 1- Single Bond + Z100; group 2- RMGIC (Vitrebond) + Single Bond + Z100; group 3- conventional GIC (Ketac Bond) + Single Bond + Z100, which were light cured by conventional technique; the other groups were restored similar to groups 1, 2 and 3, respectively; although, they were light cured by ramp technique (groups 4, 5, 6); pulse technique (groups 7, 8, 9) and high intensity (10, 11, 12). The thickness of the liner was 0.5mm and the resin composite was inserted in one increment. The four curing techniques were applied with different light intensities as follows: 450mW/cm2/ 40s (conventional), 100 - 800mW/cm2 /15s + 800mW/cm2/ 25s (ramp); 200mW/cm2/ 3s + 3 minutes delay + 600mW/cm2/ 30s (pulse); 1600mW/cm2/ 3s (high intensity). After 7 days, the teeth were thermocycled (500 cycles at 5oC - 55oC with a dwell time of 60 seconds) and immersed in aqueous solution of 0.5% basic fuchsin for 4h. Then, they were sectioned and the dye penetration was measured in millimeters by means of a computer program (Image Tool). Data were analyzed by two-way ANOVA and Tukey test. There were no significant differences among conventional, ramp and pulse techniques. The high intensity technique showed significant dye penetration when compared with others curing techniques. There were no significant differences in marginal leakage between the liners (conventional GIC and resin modified GIC), but the microleakage was significantly higher in the groups restored with no liner. No relationship between filling techniques and light curing methods was observed. It can be concluded that sandwich restorations were efficient in microleakage prevention, while the high intensity curing technique may lead to the highest dye penetration values in dentin cavities restored with resin composites.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.