• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Fernandes Matuck
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Sousa, Suzana Cantanhede Orsini Machado de (Presidente)
Corrêa, Luciana
Rodrigues, Maria Fernanda Setúbal Destro
Tobouti, Priscila Lie
Título em português
Expressão de E-caderina e Beta-catenina na área carcinomatosa do carcinoma ex-adenoma pleomórfico
Palavras-chave em português
Beta-catenina
Carcinoma ex adenoma pleomórfico
E-caderina
Imunohistoquímica
Transição epitelio mesênquima
Resumo em português
O carcinoma ex-adenoma pleomórifoco (CXAP) é a contraparte maligna do Adenoma pleomórfico (AP), sendo sua malignização descrita em 10% dos AP. Histológicamente o CXAP apresenta grande variação morfológica vista a capacidade do componente maligno se originar de diferentes estruturas do componente misto do AP. Nota-se que grande parte dos CXAP apresentam caráter infiltrativo, metástase linfonodal e metástase tardia. Para que as células neoplásicas adquiram um fenótipo com maior capacidade infiltrava é necessário que passem por um processo de transição de um fenótipo epitelial para mesenquimal. Este processo é conhecido como Transição epitélio-mesênquima (TEM). Tal processo é visto em situações fisiológicas, tais quais, migração de células ectodérmicas durante o período embriológico, reparação e cicatrização e também em processos neoplásicos. O objetivo deste trabalho é avaliar a presença de proteínas inerentes ao processo de transição epitélio mesênquima e comparar a expressão destas proteínas com achados histopatológicos sugestivos de invasão e mestástase. A análise das proteínas E-caderina e Beta-catenina em células neoplásicas de CXAP foi realizada de forma semi-quantitativa conforme sugerido pela literatura. Os casos foram subdividos de acordo com a positividade da reação de imunohistoquímica. Onde houve ausência de células positivas o caso recebeu escore 0, casos onde houve <10% de células positivas o escore foi 1, casos onde 10- 75% de células positivas escore 2 e consequentemente 3 para casos em que >75% das células eram positivas. Tais achados foram relacionados com presença de invasão angiolinfática, perineural, metástase tardia, recorrência e metástase linfonodal. De um total de 16 casos de CXAP, o sitio mais acometido foi a parótida e 53% da nossa amostra era composta por homens, a idade média foi de 52,9 anos e a parótida foi o sitio mais acometido. A análise histopatológica demonstrou que quando havia marcação para E-caderina a mesma se dava em membrana celular. 12,5% ausência de marcação, 50% dos casos com marcação fraca 31,25% dos casos com expressão moderada e 6,25% dos casos com marcação intensa. Já para Beta-catenina um caso apresentou marcação citoplasmática e os restantes em membrana celular.18,75% ausente de marcação, 25 % com marcação fraca, 50% dos casos com marcação moderada e 6,25 dos casos com marcação intensa. A imuno-marcação estava distribuída de forma difusa tanto no front de invasão quanto no parênquima do carcinoma. Casos com maior presença de E-caderina apresentaram mais metástases linfonodais, p=0,035. Para outros critérios de invasão nenhuma relação estatística significante foi observada. Sugere-se que E-caderina e Beta-catenina não fazem parte do processo de invasão e metástase de CXAP nem são fatores relacionados a invasão dos tecidos adjacentes.
Título em inglês
e-caderin and b-catenin expression in carcinoma ex-pleomorphic adenoma carcinomatous area
Palavras-chave em inglês
B-catenin
Carcinoma ex pleomorphic adenoma
E-caderin
Epithelial-mesenchymal transiction
Immunohistochemistry
Resumo em inglês
Carcinoma ex-pleomorphic adenoma (CXAP) is the malignant counterpart of pleomorphic adenoma(PA), although malignant transformation of PA is unusual occurring in 10% of the PA cases. The CXAP histologically presents an intense morphologic variation due to the ability of the malignant tissue to originate from any structure of de mixed component. A significant number of CXAPs show an infiltrative behavior, lymph node metastasis and late metastasis. The cell component must undergo a morphologic alteration changing the epithelial phenotype to a mesenchymal one. That development process is known as epithelial-mesenchymal transiction (MET). This process is seen in physiologic situations, like cell migration on embryologic ectodermal evolution, tissue repair and int neoplastic processes. The main objective of this study was to evaluate immunohistochemical expression of epithelial-mesenchymal transiction proteins, e-caderin and beta-catenin in malignant areas of CXAP and correlate with pathologic parameters that indicates migration, like perineural and angiolymphatic invasion and metastasis as suggested by the literature. Immunohistochemical analysis was performed semiquantitatively according to the scores 0 (no positive cell), 1 (<10% positive cells), 2 (10-75% of cells positive, and 3 (>75% positive cells). These results were also correlated with pathological parameters of neoplastic aggressiveness using the Fisher's exact test. Of the16 cases, the parotid gland was the most involved site and men were affected in 53.8 % of our sample. The mean age was 52.9 year. The histopathological analysis showed that in all cases in which e-caderin was positive, the immunoreaction was of the cell membrane 12,5% of the cases showed absent of e-caderin expression, 50% showed weak expression, 31,25% showed moderate expression and 6,25 show strong one. In the other hand, b-catenin showed cytoplasmic expression in one case, all other cases showed protein in cell membrane. 18,75 showed absent expression, 25% showed weak expression, 50% showed moderate and 6,25% showed intense one. The immunohistochemical reaction was diffuse and presented itself in invasion front as well as in the carcinoma parenchyma. Cases presenting high expression of e-caderin developed more lymph node metastasis, p=0,035. For the others invasion parameters there was no statistic summary observed. This work suggest that e-caderin and b-catenin have no relation to CXAP carcinogenesis or invasion process
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.