• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2019.tde-14032019-163104
Documento
Autor
Nome completo
Liana Fattori Abati
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Rino Neto, José (Presidente)
Abrao, Jorge
Normando, Antonio David Corrêa
Paiva, João Batista de
Título em português
Avaliação da aceleração do movimento dentário produzido pelas microosteoperfurações nos casos orto-cirúrgicos durante a fase de retração dos dentes anteriores: um ensaio clínico randomizado
Palavras-chave em português
Fechamento de espaço ortodôntico
Ortodontia
Técnicas de movimento dentário
Resumo em português
O objetivo deste ensaio clínico foi avaliar a velocidade do movimento dentário durante o fechamento dos espaços das extrações dos pré-molares com a mecânica de deslize e avaliar tridimensionalmente as diferenças entre os grupos que foram submetidos à mecânica tradicional ou às micro-osteoperfurações para aceleração do movimento. Foram selecionados 24 pacientes, com idades entre 18 e 36 anos, portadores de discrepância maxillomandibular indicativa à cirurgia ortognática, que possuíam todos os dentes e apresentavam boa saúde e higiene oral, não fumantes, e que não usavam corticoides ou bifosfonatos. Os pacientes foram alocados aleatoriamente aos grupos controle e experimental. A retração anterior para o fechamento dos espaços foi realizada com a mecânica de deslize ativada sobre dispositivos de ancoragem temporária e a intervenção para aceleração do movimento, as microosteoperfurações, realizada nas sessões de ativação enquanto houvesse espaço disponível e seguro para as mesmas. Moldagens foram realizadas a cada uma das sessões de ativação até o fechamento completo dos espaços. Exames de tomografia computadorizada do feixe cônico foram feitos ao início do tratamento e ao fechamento do espaço das extrações. Para a avaliação da taxa de fechamento dos espaços, os modelos de gesso foram digitalizados e medida linear entre os dentes canino e segundo pré-molar foram feitas no programa de código aberto SlicerCMF. Para a avaliação tridimensional, modelos de superfície foram confeccionadas a partir de reconstruções 3D por meio de mapas coloridos, em seguida foram feitas sobreposições destes modelos entre os tempos, para avaliar os deslocamentos obtidos com o tratamento. Os dados foram analisados usando teste paramétrico t- Student e foi aplicado modelo linear ANCOVA para avaliar a dependência entre as variáveis. Dezoito pacientes completaram o estudo, incluindo 11 do sexo feminino e 7 do sexo masculino, com idade média de 25 anos. Os participantes do grupo experimental eram mais velhos que os do grupo controle (20,4 anos e 27,8 anos, respectivamente). O tempo médio para fechamento dos espaços foi de 247 dias. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes (p=0,492) na comparação entre as taxas de fechamento dos espaços das extrações (0,614 mm/mês para o grupo controle e 0,672 mm/mês para o experimental). Na análise tridimensional, o grupo controle apresentou maior movimentação coronária para mesial nos segundos pré-molares (direito p=0.024 e esquerdo p=0.018); já o grupo experimental apresentou maior movimentação coronária para o incisivo central direito (p=0,006). Não se observou resultado estatisticamente significante para as outras variáveis analisadas. Neste ensaio clínico a hipótese nula foi aceita, as microosteoperfurações não induziram a aceleração do movimento dentário durante a retração anterior com a mecânica de deslize. Na análise tridimensional, foram encontradas diferenças entre os grupos para os segundos pré-molares, que apresentaram maior movimentação coronária para a mesial no grupo controle, e para o incisivo central direito, que teve maior movimentação coronária para o grupo experimental.
Título em inglês
Assessment of three-dimensional differences and rate of tooth movement between patients who were designated for pre-molar extraction and decompensation with conventional sliding mechanics vs micro-osteoperforations: a non-blinded randomized clinical trial
Palavras-chave em inglês
Orthodontics
Orthodontics space closure
Tooth movement techniques
Resumo em inglês
The objective of this "2-arm parallel" trial was to assess the rate of tooth movement and three-dimensional differences between patients who were designated for premolar extraction and decompensation and sliding mechanics for anterior retraction with conventional procedure or micro-osteoperforations for accelerated orthodontics. Patients assigned for ortho-surgical treatment and pre-molar extraction were randomly allocated to anterior retraction performed with conventional implant-assisted sliding mechanics or with micro-osteoperforations performed previously to the anterior retraction. CBCT was done pre-treatment and after space closure for threedimensional analysis; Dental impressions were performed every activation session and plaster models were digitally converted in three-dimensional models for rate of tooth movement assess. Patients with maxillomandibular discrepancy indicative for orthognathic surgery, no previous dental extractions, good oral and general health, non-smokers, and no use of systemic corticosteroids or bisphosphonates were eligible for inclusion. The primary outcome was micro-osteoperforations accelerate tooth movement for the experimental group. Randomization was accomplished using Microsoft Excel random numbers function. Blinding was not applicable to outcome assessment. Data were analyzed using t-Student test, and general linear model, ANCOVA was used to evaluate variables dependency. 18 patients were allocated to the orthodontic treatment, including 11 female and 7 male patients with the mean age of 25 years. Subjects from experimental group were older than the control group (20.4 and 27.8). The average follow-up period for this assessment was 247 days. For rate of tooth movement assessment, groups were categorized equally, with 0.614 mm/month for the control group and 0.672 mm/month for the experimental group (EG) with no statistically differences (p=0.492). For three-dimensional analysis, control group showed higher crown movement for the second premolars (right p=0.024 and left p=0.018), and the experimental group presented greater crown movement for the right central incisive (p=0.006). Micro-osteoperforations were inefficient to accelerated tooth movement during anterior retraction for the experimental group. Threedimensional differences were found for the second premolars in the crown movement, showing greater values for the control group, and central incisors which had more lingual movement for the experimental group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.