• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2016.tde-03112016-200257
Documento
Autor
Nome completo
Rubens Camino Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Luz, Joao Gualberto de Cerqueira (Presidente)
Homem, Maria da Graça Naclerio
Ribeiro Junior, Paulo Domingos
Sverzut, Cassio Edvard
Yamamoto, Marcos Kazuo
Título em português
Estudo prospectivo da utilização do sistema de placas e parafusos 2.0-mm locking comparado com sistemas convencionais no tratamento de fraturas mandibulares
Palavras-chave em português
Complicações pós-operatórias
Estudos prospectivos
Fixação de fratura
Fraturas mandibulares
Resultado de tratamento
Resumo em português
Um sistema mais adequado de fixação interna no tratamento de fraturas mandibulares é essencial para um bom resultado. Foi realizado um estudo comparativo da utilização do sistema de fixação 2.0-mm locking com sistemas convencionais no tratamento de fraturas mandibulares. Para este estudo, 87 pacientes consecutivos com 134 fraturas mandibulares foram divididos aleatoriamente para receber placas 2.0-mm locking (n = 45) ou convencionais 2.0-mm ou 2.4-mm (n = 42) e tiveram um seguimento mínimo de 6 meses. Foram obtidos dados pessoais, presença de doenças sistêmicas, abuso de substâncias, etiologia, politraumatismo e as localizações. As fraturas foram classificadas com base no grau de deslocamento e de complexidade. Foi mensurada a amplitude da abertura bucal. Análises estatísticas foram feitas na comparação entre grupos (p<= 0,050). Houve maior faixa etária (p = 0,010) e mais distúrbios gerais (p< 0,001) no Grupo Locking. Houve maior gravidade das fraturas (p= 0,004) no Grupo Convencional. Houve diferença significante para a localização das fraturas (p = 0,009), com mais casos na região de corpo no Grupo Locking. Houve aumento progressivo dos valores da abertura bucal, com diferença significante em ambos os grupos (p<= 0,050), sendo que o convencional apresentou melhor recuperação (47,2 ± 8,9 mm). Um caso de complicação pós-operatória maior ocorreu no Grupo Locking (2,2%) e três casos no Grupo Convencional (7,1%). Foi observado que o sistema 2.0-mm locking mostrou melhores resultados clínicos, pois ocorreu apenas um caso de complicação maior, porém o grupo convencional mostrou recuperação mais rápida da abertura bucal e, que também foi constatado que o sistema 2.0-mm locking foi efetivo no tratamento de fraturas desfavoráveis que necessitariam do sistema 2.4-mm convencional.
Título em inglês
A prospective study of the use of 2.0-mm locking system plates compared with standard systems in the treatment of mandibular fractures
Palavras-chave em inglês
Fracture fixation
Mandibular fractures
Postoperative complications
Prospective studies
Treatment outcome
Resumo em inglês
A more adequate system of internal fixation in the treatment of mandibular fractures is essential for a good result. A comparative study of the use of the 2.0-mm locking fixation system with conventional systems in the treatment of mandibular fractures was performed. For this study, 87 consecutive patients with 134 mandibular fractures were randomized to receive 2.0-mm locking plates (n = 45) or conventional 2.0-mm or 2.4-mm plates (n = 42) and had a minimum follow-up of 6 months. Fractures were classified based on the degree of displacement and complexity. The amplitude of mouth opening was measured. Statistical analyses were performed to compare groups (p <= 0.050). There were older age (p = 0.010) and more substance abuse (p = 0.001) in the Locking group. There was more complex fractures (p = 0.017) and teeth in the fracture line (p = 0.044) in the conventional group. There was a significant difference for the location of fractures (p = 0.009), with more cases in the body region in the Locking group. There was a progressive increase in the values of mouth opening, with a significant difference in both groups (p <= 0.050), whereas the conventional group showed better recovery (47.2 ± 8.9 mm). A case of major postoperative complication occurred in the Locking Group (2.2%) and three cases in the conventional group (7.1%). The 2.0-mm locking system showed better clinical outcomes because there was only one case of major complications and was effective in the treatment of unfavorable fractures that would require the conventional system 2.4-mm but the group treated with conventional systems showed faster recovery of mouth opening.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-11-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.