• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2010.tde-18112010-124540
Documento
Autor
Nome completo
Daniele Salami Lourenção
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
De Micheli, Giorgio (Presidente)
Cortelli, José Roberto
Georgetti, Marco Antonio Paupério
Título em português
Detecção e quantificação de bactérias no biofilme subgengival de indivíduos com diferentes formas de doença periodontal
Palavras-chave em português
Doenças Periodontais
Gengivite
Microbiologia
Periodontite
Reação em Cadeia por Polimerase
Resumo em português
Os objetivos desse estudo transversal foram avaliar a presença e a quantidade subgengival de Aggregatibacter actinomycetemcomitans, Porphyromonas gingivalis, Tannerella forsythia, Treponema denticola e Dialister pneumosintes, em indivíduos portadores de Gengivite associada apenas à placa bacteriana, Periodontite Crônica e Periodontite Agressiva, e correlacionar os resultados quantitativos com parâmetros clínicos periodontais (PCS e NCI). Dados clínicos e amostras de placa bacteriana subgengival foram coletados de um total de 176 indivíduos sendo, 67 indivíduos com Gengivite associada apenas à placa bacteriana (Grupo G), 71 com Periodontite Crônica (Grupo PC) e 38 com Periodontite Agressiva (Grupo PA). As amostras clínicas foram processadas pela PCR em tempo real através do uso de iniciadores e sondas específicos para regiões altamente conservadas do gene 16S rRNA de cada espécie bacteriana. Os resultados demonstraram a detecção dos cinco patógenos nos três grupos analisados, havendo associação significativa entre grupo e presença da bactéria para P. gingivalis, T. forsythia, T. denticola e D. pneumosintes (p<0,01). A bactéria A. actinomycetemcomitans apresentou semelhantes freqüências de detecção nas condições periodontais analisadas (Grupo G, 100%; Grupo PC, 94,4%; Grupo PA, 92,1%), não havendo associação significativa entre grupo e presença dessa bactéria (p=0,09). As quantidades subgengivais de A. actinomycetemcomitans e de T. forsythia foram significativamente maiores no grupo PA (1,66x106 ± 5,39x106 e 1,96x106 ± 4,82x106, respectivamente), em relação aos grupos G (8,28x104 ± 1,76x105 e 3,86x105 ± 1,96x106, respectivamente) e PC (2,25x104 ± 3,11x104 e 3,59x105 ± 1,40x106, respectivamente), não havendo diferenças significativas entre os grupos para as cargas subgengivais das demais bactérias. A correlação obtida entre as cargas bacterianas subgengivais e os parâmetros clínicos, PCS e NCI, foi fraca ou muito fraca.
Título em inglês
Detection and Quantification of Subgingival Bacteria in Brazilian Periodontal Subjects
Palavras-chave em inglês
Gingivitis
Microbiology
Periodontal diseases
Periodontitis
Polymerase Chain Reaction
Resumo em inglês
The aims of this cross-sectional study were to evaluate the presence and subgingival quantity of Aggregatibacter actinomycetemcomitans, Porphyromonas gingivalis, Tannerella forsythia, Treponema denticola and Dialister pneumosintes, in individuals with Gingivitis associated with dental plaque only, Chronic Periodontitis and Aggressive Periodontitis, and correlate the quantitative results with periodontal clinical parameters (PD and CAL). Clinical data and subgingival plaque samples were collected from a total number of 176 individuals, among whom there were 67 individuals with Gingivitis associated with dental plaque only (Group G), 71 with Chronic Periodontitis (Group CP) and 38 with Aggressive Periodontitis (Group AP). The clinical samples were processed by real-time PCR with the use of specific primers and probes for regions of the highly conserved 16S rRNA gene of each bacterial species. The results demonstrated the detection of the five pathogens in the three analyzed groups, and there was significant association between the group and presence of the bacteria for P. gingivalis, T. forsythia, T. denticola and D. pneumosintes (p<0.01). The bacterium A. actinomycetemcomitans presented similar frequencies of detection under the periodontal conditions analyzed (Group G, 100%; Group CP, 94.4%; Group AP, 92.1%), and there was no significant association between group and the presence of this bacterium (p=0.09). The subgingival quantities of A. actinomycetemcomitans and T. forsythia were significantly higher in the Group AP (1.66*106 ± 5.39*106 and 1.96*106 ± 4.82*106, respectively), in comparison with Groups G (8.28*104 ± 1.76*105 and 3.86*105 ± 1.96*106, respectively) and CP (2.25*104 ± 3.11*104 and 3.59*105 ± 1.40*106, respectively), there being no significant differences among the groups with regard to the subgingival loads of the other bacteria. The correlation obtained between the subgingival bacterial loads and the clinical parameters PD and CAL was weak or very weak.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.