• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2002.tde-18102002-143934
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Alves de Mesquita
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Banca examinadora
Sousa, Suzana Cantanhede Orsini Machado de (Presidente)
Araujo, Vera Cavalcanti de
Gomez, Ricardo Santiago
Loyola, Adriano Motta
Paes, Roberto Antônio Pinto
Título em português
"Linfomas de boca: reclassificação e caracterização das células dendríticas"
Palavras-chave em português
biologia molecular
linformas-classificação
neoplasias bucais
Resumo em português
Linfomas de boca: reclassificação e caracterização dascélulas dendríticas Este estudo teve como objetivo, a partir de um levantamento de casos de linfomas de boca, sua reclassificação de acordo com a classificação da Organização Mundial Saúde-2001 (OMS-2001), com imunofenotipagem, relação com o vírus Epstein-Barr (EBV-“Epstein-Barr virus“), com confirmação da monoclonalidade das neoplasias de células linfóides B, e a caracterização das células dendríticas e sua relação com os diferentes tipos histológicos. Para tanto se utilizou informações obtidas nas fichas de requisição para exame anatomo-patológico, da técnica de hematoxilia-eosina, da técnica de imuno-histoquímica, da técnica de hibridização “in situ”, e da reação em cadeia da polimerase. Este estudo constou de 46 casos de linfomas de boca e as neoplasias de células linfóides B maduras foram 42 (91,3%) casos. Os linfomas de boca estiveram presentes preferencialmente em pacientes do sexo masculino e leucodermas. Os tipos histológicos foram diferentes de acordo com a idade. As lesões localizaram-se preferencialmente em tecido mole da maxila, a exceção do linfoma de Burkitt que teve como localização preferencial a mandíbula. Os anticorpos CD20 e CD79a foram imunodetectados em todos os tipos histológicos de neoplasias de células linfóides B maduras, e os anticorpos CD45RO e CD3 em todas as neoplasias de células linfóides T e NK maduras. Freqüências variáveis da detecção do EBV foram verificadas em casos de linfoma difuso de grandes células B, subtipo plasmoblástico, de linfoma de Burkitt e de linfoma de células NK/T extranodal, tipo nasal. Quatorze casos (87,5%) dos casos de neoplasias de células B maduras de boca apresentaram, na análise do gene da imunoglobulina de cadeia pesada (IgH), um padrão de banda monoclonal. As células dendríticas foliculares visualizadas pelos anticorpos CD21 e CD35 estiveram presentes em áreas de pseudofolículos e folículos linfóides de dois casos de linfoma difuso de grandes células B e em um caso de linfoma MALT, respectivamente; e no caso de linfoma de células do manto. As células dendríticas foliculares visualizadas pelo anticorpo caldesmona e as células dendríticas interdigitantes pela proteína S100, estavam presentes em todos os 46 casos de linfomas de boca. O linfoma de Burkitt apresentou índices de células dendríticas foliculares/caldesmona+ e células dendríticas interdigitantes/S100+ menores que o linfoma difuso de grandes células B e linfoma difuso de grandes células B, subtipo plasmoblástico. A associação do padrão morfológico com dados clínicos, perfil imuno-histoquímico, presença EBV e comprovação da monoclonalidade por análise molecular representam chaves para o diagnóstico dos linfomas de boca. O micro-ambiente dos linfomas é importante para o desenvolvimento das células dendríticas.
Título em inglês
Oral lymphomas: reclassification and characterization of the dendritic cell
Palavras-chave em inglês
linfomas-classification
molecular biology
mouth neoplasias
Resumo em inglês
Oral lymphomas: reclassification and characterization of the dendritic cell The aim of this study was to evaluate and reclassificate oral lymphomas in accordance with WHO-2001. Forty-six oral lymphomas were included in the study. Clinical data, hematoxylin and eosin patterns were considered. The tumors were then submitted to immunohistochemical for unophenotype and characterize the dendritic cell, to “in situ” hybridization for Epstein-Barr virus (EBV) and to polymerase chain reaction for confirmation of the monoclonality in the B cell lymphoid neoplasm. The oral lymphomas were more frequent in white males. Mature B cell lymphoid neoplasm was the commonest lesion in these patients (91.3%). The age of the patients varied in the different histological types. The oral lymphomas were mainly found in oral soft tissue, except the Burkitt’s lymphoma, that was localized more frequently in the mandible. CD20/CD79a and CD45RO/CD3 antibodies were typically expressed in all cases of the mature B cell lymphoid neoplasm and mature T cell and NK cell lymphoid neoplasm, respectively. Epstein-Barr virus was present in diffuse large B cell lymphoma, plasmablastic subtype, in the Burkitt’s lymphoma and in the extranodal NK/T cell lymphoma, nasal type.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseToda.pdf (1.68 Mbytes)
Data de Publicação
2004-03-03
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • MESQUITA, Ricardo Alves. Immunohistochemical analysis for CD21, CD35, Caldesmon and S100 protein on dendritic cells types in oral lymphomas [doi:10.1590/S1678-77572009000300023]. Journal of Applied Oral Science [online], 2009, vol. 17, n. 3, p. 248-253.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.