• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2018.tde-05112018-122658
Documento
Autor
Nome completo
Bruna de Oliveira Perestrelo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Fernando Neves (Presidente)
Bergamaschi, Cássia Marta de Toledo
Leite, Mariana Ferreira
Oyama, Lila Missae
Título em português
Potencial antioxidante do chá de camomila nas glândulas salivares e sua influência no estado glicêmico de ratos diabéticos
Palavras-chave em português
Chá de camomila
Diabetes
Estresse oxidativo
Glândulas salivares
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo avaliar a influência da administração do chá de camomila durante 21 dias sobre parâmetros antioxidantes e estresse oxidativo das glândulas parótida e submandibular. Bem como o efeito do consumo do chá no transporte de glicose do fígado e possíveis alterações sistêmicas. Os grupos estudados foram divididos em controle não tratado (C), controle tratado com chá de camomila (CC), diabético não tratado (DM) e diabético tratado com chá de camomila (DMC). A indução do diabetes nos grupos DM e DMC foi realizada com injeção intraperitoneal de estreptozotocina (60 mg/Kg de peso corporal). No 7º dia experimental, os animais do grupo CC e DMC iniciaram o tratamento com o chá de camomila. Foram avaliados os sistemas antioxidantes enzimáticos por meio da atividade das enzimas superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT) e glutationa peroxidase (GPx) e da via não enzimática pelo total antioxidante (TAS). O estresse oxidativo foi avaliado por meio da quantificação de malondialdeído (MDA). Além disso foram analisados os níveis de insulina séricos, glicemia, peso e consumo hídrico e alimentar. A via de transporte de glicose foi estudada por meio da avaliação da expressão e quantificação das proteínas AKT e AMPK. Os resultados obtidos confirmam o potencial hipoglicemiante do chá de camomila, bem como sua ação no controle da polidipsia. O chá não alterou os níveis de insulina além disso provocou uma redução da expressão da p-AMPK. O tratamento com chá ocasionou um aumento nos valores da atividade da GPx e CAT tanto na glândula parótida como na submandibular. No entanto, para o TAS o chá provocou aumento apenas na glândula submandibular. Na glândula parótida o chá diminuiu a peroxidação lipídica. Os resultados obtidos confirmam o potencial antioxidante do chá de camomila na glândula parótida dos animais diabéticos após tratamento. Conclusão: O tratamento com o chá de camomila aponta como sendo promissor na prevenção dos danos oxidativos presentes no diabetes mellitus, tanto nas glândulas salivares através da redução do MDA, quanto sistemicamente pelo seu potencial hipoglicemiante.
Título em inglês
Antioxidant potential of chamomile tea in the salivary glands and its influence on the glycemic state of diabetic rats
Palavras-chave em inglês
Chamomile tea
Diabetes
Oxidative stress
Salivary glands
Resumo em inglês
The present study aimed to evaluate the influence of the administration of chamomile tea for 21 days on antioxidant parameters and oxidative stress of the parotid and submandibular glands. As well as the effect of tea consumption on the transport of glucose from the liver and possible systemic alterations. The groups studied were divided into untreated control (C), control treated with chamomile tea (CC), untreated diabetic (DM) and diabetic treated with chamomile tea (DMC). The induction of diabetes in the DM and DMC groups was performed with intraperitoneal injection of streptozotocin (60 mg / kg body weight). On the 7th experimental day, the CC and DMC animals started treatment with chamomile tea. The enzymatic antioxidant systems were evaluated through the activity of the enzymes superoxide dismutase (SOD), catalase (CAT) and glutathione peroxidase (GPx) and non-enzymatic pathway by total antioxidant (SAT). Oxidative stress was evaluated by the quantification of malondialdehyde (MDA). Serum insulin levels, glycemia, weight, and water and food intake were also analyzed. The glucose transport pathway was studied by evaluating the expression and quantification of AKT and AMPK proteins. The results confirm the hypoglycemic potential of chamomile tea, as well as its action in the control of polydipsia. The tea did not alter insulin levels, in addition it caused a reduction of p-AMPK expression. Treatment with tea caused an increase in the values of GPx and CAT activity in both the parotid gland and the submandibular gland. However, for TAS the tea caused only increase in the submandibular gland. In the parotid gland the tea decreased lipid peroxidation. The results confirm the antioxidant potential of chamomile tea in the parotid gland of diabetic animals after treatment. Conclusion: Treatment with chamomile tea is shown to be promising in preventing the oxidative damage present in diabetes mellitus, both in the salivary glands through the reduction of MDA and systemically due to its hypoglycemic potential.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.