• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2006.tde-02062006-094935
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda de Paula Eduardo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Marques, Marcia Martins (Presidente)
Bagnato, Vanderlei Salvador
Mehnert, Dolores Ursula
Sugaya, Norberto Nobuo
Zezell, Denise Maria
Título em português
Eduardo FP. Análise in vitro da fototerapia com lasers em baixa intensidade (660 nm e 780 nm) sobre a ação do vírus herpes tipo I em células epiteliais de macacos (Vero) [Tese de Doutorado]. São Paulo: Faculdade de Odontologia da USP; 2006. RESUMO
Palavras-chave em português
Células Vero
Diagnóstico bucal
Fototerapia
Herpes simples
Radiação laser
Resumo em português
A fototerapia com lasers em baixa intensidade de lesões de herpes simples tem sido demonstrada clinicamente ora prevenindo a formação de vesículas, ora cicatrizando rapidamente as lesões e até aumentando o espaço de tempo entre o aparecimento dessas manifestações recorrentes. No entanto, os mecanismos básicos de ação dos lasers nessas situações são desconhecidos. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi realizar ensaios in vitro utilizando células epiteliais em cultivo e culturas do vírus HSV-1 para estudar a interferência do laser em baixa intensidade na infecção do HSV-1. Material e Métodos: Culturas de vírus HSV-1 e de células epiteliais de macaco (linhagem Vero) infectadas ou não infectadas, crescidas em déficit nutricional (2 % de soro fetal bovino - sfb) foram utilizadas. As irradiações foram realizadas com um laser de GaAlAs (660 e 780 nm, área focal de 3,6 mm2). Uma, duas e três irradiações com intervalos de 6 h foram realizadas. Os grupos experimentais foram: Controle: não-irradiadas; 660 nm/ 3 J/cm2 (28 s); 660 nm/ 5 J/cm2 (38 s); 780 nm/ 3 J/cm2 (19 s) e, 780 nm/ 5 J/cm2 (25 s). Os efeitos citopáticos do HSV-1 e a viabilidade celular de culturas irradiadas e controles foram analisadas em 4 condições: 1) irradiação das células epiteliais não infectadas; 2) células epiteliais irradiadas antes da infecção; 3) irradiação dos vírus antes da infecção; 4) irradiação das células previamente infectadas pelo HSV-1. A viabilidade celular foi obtida pelo teste da redução do MTT e os efeitos citopáticos por observação em microscopia de luz. Resultados: A viabilidade celular de culturas irradiadas crescidas em déficit nutricional, independentemente do número de irradiações, foi sempre significantemente menor que aquela de culturas não-irradiadas e crescidas nas condições ideais de concentração de sfb (10 %). A viabilidade celular de culturas não infectadas foi similar em todos os grupos. O número de irradiações influenciou o crescimento celular positiva e proporcionalmente ao número de irradiações, exceto para o grupo 660 nm/ 3 J/cm2. Nenhuma diferença nos efeitos citopáticos foi observada entre os grupos, independentemente do número de irradiações nas 3 condições do estudo. A viabilidade celular de todos os grupos não mudou nem pela irradiação das células nem do vírus antes da inoculação nas células. A viabilidade de células infectadas antes da irradiação foi significantemente maior que o controle quando 2 irradiações foram realizadas. Conclusão: Nas condições deste estudo a radiação laser em baixa intensidade é capaz de aumentar o crescimento de células Vero crescidas em déficit, no entanto, não o suficiente para atingir o crescimento característico dessas células crescidas nas suas condições ideais. O número de irradiações influencia o crescimento das células de forma positiva e proporcional ao número de irradiações, exceto para o parâmetro 660 nm/ 3 J/cm2. A radiação laser não altera nem a susceptibilidade das células à infecção, nem a virulência do HSV-1. No entanto, ela prolonga a viabilidade das células infectadas pelo HSV-1. Efeitos positivos da fototerapia que tem sido relatados clinicamente parecem ser devido a efeitos no hospedeiro não relacionados com a replicação viral nas células infectadas.
Título em inglês
In vitro effect of phototherapy with low intensity laser (660 and 780 nm) on HSV-1 and monkey epithelial cells (Vero)
Palavras-chave em inglês
Herpes simplex
Laser radiation
Oral diagnosis
Phototherapy Phototherapy
Vero cells
Resumo em inglês
Purpose: The clinical effects attributed to phototherapy relative to Herpes simplex lesions have included prevention of lesion formation, speeding the healing of lesions, and decreasing the frequency of recurrent lesions. The mechanisms underlying these findings have not been established yet. The aim of this in vitro study was to analyze the effect of phototherapy on epithelial cells, on HSV-1, and on infected epithelial cells in culture. Material and Methods: Cultures of HSV-1 and infected or non-infected monkey epithelial cells (Vero cell line) grown in deficient media (2 % fetal bovine serum-fbs) were used. The laser irradiation was delivered using a GaAlAs laser (660 and 780 nm, focal spot of 3.6 mm2). One, two and three irradiations with 6 hourintervals were done. The experimental groups were: Control: non-irradiated; 660 nm/3 J/cm2 (28 sec); 660 nm/5 J/cm2 (38 sec); 780 nm/3 J/cm2 (19 sec), and 780 nm/5 J/cm2 (25 sec). The HSV-1 cytopatic effects and the cell viability of irradiated cultures and controls were analyzed in four different conditions: 1) irradiation of noninfected epithelial cells; 2) epithelial cells irradiated prior infection; 3) virus irradiated prior infection; and 4) irradiation of HSV-1 infected cells. The cell viability was assessed by the reduction of the MTT test and the cytopatic effects by the light microscopy observation. Results: The cell viability of irradiated cultures grown in nutritional deficit, independently of the irradiation numbers, was always significantly smaller than that of non-irradiated cultures grown at the ideal serum concentration condition (10 %). The cell viability of non-infected cells was similar amongst the groups. The number of irradiations influenced the cell growth positively and proportionally to the number of irradiations, except for the 660 nm/3J/cm2 group. Any variation in cytopatic effects was observed amongst the experimental groups, independently of the irradiation numbers at the 3 conditions analyzed. The cell viability of all experimental groups were not altered either by irradiation of the cells or of the virus prior infection. The viability of infected cells prior irradiation was significantly higher than that of non-irradiated cultures when 2 irradiations were done. Conclusion: The experimental conditions for this study demonstrate that the phototherapy is capable of enhancing the growth of Vero cells grown under nutritional deficit conditions, however, not enough to reach the characteristic cell growth of cells grown at the ideal serum concentration condition. The number of irradiations influences the cell growth positive and proportionally, except when the parameter 660 nm and 3 J/cm2 was used. The laser radiation does not change either the susceptibility of the Vero cell to the HSV-1 infection or the HSV-1 virulence; however, prolongs the cell viability of HSV-1 infected cells. Positive benefits of phototherapy that have been reported clinically would appear to be due to host effects unrelated to viral replication in infected cells.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.