• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2005.tde-27092005-120813
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Pereira de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Rubens Corte Real de (Presidente)
Busato, Adair Luiz Stefanello
Russo, Eliza Maria Agueda
Título em português
"Efeito da técnica de clareamento no conteúdo mineral do esmalte dental humano"
Palavras-chave em português
cálcio
clareamento dental
esmalte
fósforo
pH
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivos: avaliar se a técnica de clareamento de auto-aplicação tem a capacidade de provocar uma perda mineral do esmalte dental humano, em função da concentração, do pH e do número de aplicações dos agentes clareadores, além de observar micromorfologicamente por meio de Microscopia Eletrônica de Varredura as superfícies de esmalte após exposição aos clareadores e ao ácido fosfórico 37%. Os produtos clareadores analisados foram o Excel 3 Day White 7.5%, Excel 3 Day White 9.5%, Pola Day 7.5%, Pola Day 9.5%, Vivastyle 10% e Vivastyle 16%. Para a análise química foram utilizados 28 incisivos centrais superiores que foram incluídos em resina acrílica de modo que uma área de 50,2 mm 2 permanecesse em contato direto com os agentes clareadores e com o ácido fosfórico. A mensuração da perda mineral foi realizada por meio de um Espectrofotômetro de Emissão Atômica por Indução de Plasma de Argônio Acoplado. As amostras foram analisadas diariamente durante uma semana e no 14° dia de clareamento. Os resultados obtidos com o auxílio do teste estatístico de Kruskal-Wallis (p=0,01) permitiram concluir que todos os agentes clareadores utilizados ocasionaram perda do conteúdo mineral do esmalte dental humano. A concentração dos agentes clareadores de mesmo pH não influenciou na quantidade dos elementos químicos perdidos. O pH dos agentes clareadores influenciou na perda mineral do esmalte humano, sendo que os clareadores com pH ácido resultaram em maiores perdas, quantidades essas semelhantes às perdidas quando o tratamento realizado foi o condicionamento ácido por 15 segundos. A perda do conteúdo mineral não foi influenciada pelas repetidas aplicações dos agentes clareadores. As fotomicrografias revelaram que todas as superfícies de esmalte submetidas aos diferentes procedimentos clareadores mostraram alterações de suas topografias originais. Irregularidades mais severas foram notadas com a utilização de produtos clareadores com pH ácido, em algumas áreas estas modificações se assemelharam às alterações causadas pelo condicionamento ácido.
Título em inglês
The bleaching effect on human mineral dental enamel content
Palavras-chave em inglês
bleaching agents
calcium
enamel
pH
phosphorus
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the bleaching technique capacity to promote a mineral loss of the human dental enamel in function of concentration, pH and number of applications of the bleaching agent, and also SEM observing the enamel surfaces after bleaching and 37% phosphoric acid exposition. The analyzed products were the Excel 3 Day White 7,5%, Excel 3 Day White 9,5%, Pola Day 7,5%, Pola Day 9,5%, Vivastyle 10% and Vivastyle 16%. The chemical analysis had been proceeded using 28 human incisors enclosed in acrylic resin in way that an area of 50,2 mm 2 remained in direct contact with the bleaching gel and the phosphoric acid. The mineral loss was detected by ICP-AES. The samples had been analyzed daily for the period of one week and in the 14° day of bleaching. The results obtained by Kruskal-Wallis statistical test (p=0.01) had permitted to conclude that all the bleaching agents used had caused mineral content loss of the human dental enamel. The amount of lost chemical elements was not influenced when bleaching agents with the same pH where compared. The pH bleaching agent’s values had influenced in the mineral loss of the human enamel. The acidic pH had resulted in higher losses, compared to the amounts lost when the treatment was the 15 seconds acid etching. The mineral content loss was not influenced by repeated applications of the bleaching agent. The photomicrography had disclosed that all the enamel surfaces submitted to the different bleaching procedures had shown alterations of its original topography. Severe irregularities had been noticed with the use of products with acidic pH, in some areas these modifications had been similar to the alterations caused for the acid etching.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseToda.pdf (9.15 Mbytes)
Data de Publicação
2005-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.