• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2012.tde-14012013-111200
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Uglik Garbui
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Matos, Adriana Bona (Presidente)
Bonecker, Marcelo Jose Strazzeri
Botta, Sergio Brossi
Título em português
Influência do condicionamento da dentina na resistência de união de cimento de ionômero de vidro
Palavras-chave em português
Cimento de ionômero de vidro
Condicionamento da dentina
Er Cr:YSGG laser
Resistência adesiva
Resumo em português
Objetivos: avaliar o efeito de 3 parâmetros de condicionamento da dentina utilizando o laser de Er,Cr;YSGG (2,78m) na resistência de união (RU) de cimento de ionômero de vidro convencional (CIV). Materiais e métodos: Foram utilizados neste estudo 68 terceiros molares humanos, divididos aleatoriamente em 4 grupos (n=17/ grupo): G1 (grupo controle): nenhum tipo de condicionamento; G2: condicionamento com laser de Er,Cr;YSGG 0,5W, 25mJ, 20Hz ou G3: 1,0W, 50mJ, 20Hz e G4: 1,5W, 75mJ, 20Hz. Dois dentes em cada um dos grupos foram observados em microscopia eletrônica de varredura (MEV) para identificar as características morfológicas dos diferentes condicionamentos de superfície realizados. Os outros 15 dentes/grupo, foram preparados para ensaio de RU, obtendo uma superfície plana de dentina onde foram construídos 3 (n=45/grupo) corpos de prova em forma de cilindro (1mm de diâmetro X 0,5mm de altura) utilizando o ionômero de vidro Ketac Molar Easymix- 3M ESPE. Após o armazenamento em água destilada por 24h a 37oC os espécimes foram ensaiados pelo teste de microcisalhamento. Os valores finais de resistência adesiva foram calculados e expressos em Mega Pascal (MPa). Os dados foram coletados e analisados por ANOVA (p<0,001). Resultados: Os espécimes do G2 apresentaram os maiores resultados de RU (10,50MPa ±0,84), seguido pelo G1 (4.77MPa ±0.59), G3 (3.32MPa ±0.39) e G4 (2,94MPa ±0,50) que não apresentaram diferença estatisticamente significante quanto comparados entre si. A análise em MEV do G1 mostrou camada de smear ao longo de toda a superfície de dentina, enquanto nos outros grupos observou-se túbulos dentinários abertos, característicos na irradiação com laser de Er,Cr:YSGG. Os pulsos do laser no G2 eram facilmente distinguidos, o que não acontecia nos grupos G3 e G4, sugerindo que parâmetros de energia maiores podem causar efeitos mais extensos à estrutura da dentina. Na análise do padrão de fratura, todos os grupos apresentaram maior porcentagem de fratura adesiva G1:73,3%, G2:48,9% G3:66,7% e G4:64,4%. O tipo de fratura mista foi proporcional ao aumento da RU (G1:24,4%, G2:46,7%, G3:20,0% e G4:17,8%). Conclusão: O condicionamento da dentina com o laser de Er,Cr:YSGG na potência de 0,5W aumentou significativamente a RU do CIV à dentina, enquanto os demais parâmetros testados reduziram a RU.
Título em inglês
Er,Cr:YSGG Laser Dentin Conditioning Influence on Glass Ionomer Cement Bond Strength
Palavras-chave em inglês
Bond Strengh
Conditioner
Dentin
Er Cr:YSGG laser
Glass Ionomer Cement
Resumo em inglês
Objective: To evaluate the effect of 3 dentin conditioning parameters of Er,Cr:YSGG laser (2,78 m) on the bond strength (BS) of conventional glass ionomer cement (CGIC). Methods: A total of 68 third molars were divided into four groups and was subjected to one of the following pretreatments: G1- the control group, no pretreatment was realized; G2, G3 and G4 were pretreated with Er,Cr:YSGG laser irradiation at 0.5 W, 25 mJ, 9 J/cm2, and 20 Hz (G2); 1.0 W, 50 mJ, 18 J/cm2, and 20 Hz (G3); and at 1.5 W, 75 mJ, 27 J/cm2, and 20 Hz (G4). A scanning electron microscopy (SEM) evaluation (n=2) of pretreated dentine and a microshear bond strength test (n=15) were performed after 24h of water immersion. To build the specimens (each of which was 1 mm in diameter) for the microshear test, CGIC (Ketac Molar Easy Mix) was used. The data were analysed by one-way ANOVA (p<0.001). Results: The G2 specimens presented the highest BS results (10.50 MPa ± 0.84), and G1 had the next highest average BS values (4.77 MPa ± 0.59). G3 (3.32 MPa ± 0.39) and G4 (2.94 MPa ± 0.50) demonstrated the lowest BS values, although the BS difference between these groups was not statistically significant (p>0.001). The SEM analysis of G1 revealed that the smear layer covered the entire dentine surface, whereas in groups G2, G3, and G4, irregular dentine was detected that possessed the open dentinal tubules and protruded peritubular dentine that are the characteristic results of laser irradiation. Laser pulses could easily be distinguished in G2 but not in G3 and G4, suggesting that higher energy parameters can broadly disrupt dentine structure and thereby affect the bonding of dentine to GIC. Conclusion: Dentine pretreatment with an Er,Cr:YSGG laser at a power of 0.5 W increased the BS of conventional GIC.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.